Linguagem do Corpo Saúde Integral

Linguagem do Corpo: Entenda o que é Epilepsia

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras
A epilepsia é uma alteração temporária no cérebro, mas reversível. Não se trata de doença, mas sim de uma síndrome muitas vezes decorrente de enfermidades sofridas anteriormente. É um conjunto de sinais que indicam que um grupo de células cerebrais está se comportando de forma hiperexcitável, ou seja, os sinais elétricos estão desorganizados seja em apenas um dos lados do cérebro ou nos dois hemisférios. Normalmente, as crises desaparecem sozinhas, mas tendem a se repetir inesperadamente.

Antes de diagnosticar um paciente como vítima de epilepsia, é necessário que haja crises com, no mínimo, 24 horas de intervalo entre elas. Ter uma convulsão apenas uma vez não indica sinal de síndrome. Além disso, é preciso ter a confirmação de que essas convulsões não tenham sido decorrentes de fatores como febre alta, por exemplo.

Anteriormente, era acreditado pelos médicos que o uso de vários medicamentos diminuía o efeito da epilepsia. Hoje, devido a estudos mais aprofundados, descobriu-se que o excesso de remédios potencializa o efeito das convulsões. O acompanhamento médico e um único remédio adequado e prescrito por um profissional são suficientes para controlar a crise.

Em seu livro, Cristina Cairo explica que a epilepsia decorre de uma paranoia mental, onde o paciente assusta-se com a vida e suas satisfações e pode também originar-se de questões espirituais.

Epilepsia segundo Cristina Cairo

É o extremo da confusão mental. É uma espécie de paranoia na qual a pessoa sente-se perseguida e completamente assustada com a vida, não conseguindo mais sentir as satisfações que o mundo lhe oferece porque está sempre rejeitando a vida.

Muitos ataques de epilepsia são causados quando a pessoa perde o controle dos sentimentos e sua cabeça começa a gerar pensamentos negativos. Ela sente vontade de fugir para acabar com tudo que a assusta.

Muitos casos são espirituais e devem ser tratados pela gratidão às almas dos antepassados para que elas protejam contra entidades sem luz.

De qualquer maneira, o portador de epilepsia deve familiarizar-se mais com os princípios espiritualistas e buscar a cura através do equilíbrio energético e espiritual.

shutterstock_139827919-2

“Se você sofre deste mal, precisa saber mais a seu próprio respeito e descobrir as razões de suas crises. (…)”

Se você sofre deste mal, precisa saber mais a seu próprio respeito e descobrir as razões de suas crises. Elas estão relacionadas com o hemisfério direito do cérebro e com os seus corpos espirituais.

Saiba que você trouxe a esta vida muita sabedoria e bondade e, por isso, deve exteriorizá-las imediatamente através de exercícios de boa conduta e pensamentos de muito amor para com as pessoas, coisas, animais e tudo o que existe. Reconcilie-se com todas as pessoas e ore pelo seu anjo da guarda, que está precisando de luz para enxergá-lo neste mundo tão denso de emoções. Procure pessoas certas e não caia nas mãos de charlatães do mundo espiritual que além de fazer com que você gaste fortunas e até sacrifique animais, farão de você uma presa fácil, mantendo-o a mercê deles para o resto da vida.

É simples dissolver esse “carma” de saúde: basta exercitar-se no sentido da paz e viver sob uma conduta positiva, criando ambiente de amor à sua volta. Isso fará seu mundo espiritual encher-se de bênçãos e as entidades de luz protegerão você eternamente. Confie!

O conflito entre os pais que não têm paz no coração e que temem “inimigos invisíveis” geram filhos com esse tipo de problema. Portanto, o perdão e a crença em um mundo melhor fará desaparecer essa “doença”.

Lembre-se que tudo na vida necessita de exercícios para que haja progresso. Por isso, exercite sua mente a buscar o equilíbrio dos seus pensamentos. Enquanto os pensamentos estiverem soltos e amontoados em sua cabeça, sem uma ordem, o conflito continuará. Harmonize-se e trabalhe, ardentemente, pela sua cura. Você pode conseguir o domínio total de sua vida, praticando os bons pensamentos. Elogie as pessoas, diga frases alegres e carinhosas, pense sempre no melhor e aja com calma em suas decisões e opiniões. Não se aflija. Relaxe!

livro 1

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]