Budismo Espiritualidade

Mestre Yoda

Yoda sentado em uma poltrona redonda, com suas mãos entrelaçadas e feição pensativa.
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Não precisa ser um aficionado da saga Star Wars para conhecer o icônico Mestre Yoda, principalmente pelas suas frases em ordem invertida, que viraram desde estampas de camisas até memes na web. Segundo os entendidos, ele usualmente coloca os verbos depois doo objeto e do sujeito, colocando a ideia central no início da frase.

A origem do pequeno Mestre Yoda é um mistério. Segundo fontes oficiais, ele mede 66 cm e pesa aproximadamente 17 kg. Entretanto tamanho não é documento: Yoda é um dos mais notáveis e poderosos dos mestres jedi, conhecido por sua enorme sabedoria e por dominar a Força com notada destreza, além da incrível habilidade em combates com os sabres de luz. A Força é um campo de energia que se conecta com todos os seres da galáxia. Segundo Obi-Wan Kenobi – mestre jedi e mentor de Anakin Skywalker (posteriormente conhecido por Darth Vader) e seu filho, Luke –, “a Força é o que dá poder ao jedi. É o que mantém a galáxia unida”.

Mestre Yoda parado olhando para a câmera.

Yoda foi um dos grandes mestres do conselho Jedi e treinou novas gerações de jedi por 800 anos. Seu discípulo mais importante foi Luke Skywalker, que foi treinado para ser o futuro da Ordem Jedi. Aos 900 anos, Mestre Yoda se “tornou um com a Força” (ou seja, faleceu).

Apesar do pequeno (e aparentemente frágil) porte, era um exímio lutador e especialista em técnicas acrobáticas. Somando-se a isso, era um grande pensador, seus ensinamentos filosóficos saíram da telona e alcançaram o público em geral como forma de lições de vida e reflexão.

Budismo em Star Wars?

As frases e lições do Mestre Yoda nos remetem aos ensinamentos budistas. Há quem faça uma analogia entre Yoda e o próprio Buda, porém há fontes, inclusive, que afirmam que o pequeno mestre jedi foi inspirado em um mestre budista tibetano. Segundo o estudioso budista Alexander Berzin, em viagem a Dharamsala, na Índia (antes de criar o filme), George Lucas conheceu um budista chamado Tsenzhab Serkong Rinpoche, que também era tutor do Dalai Lama. Até mesmo a fisionomia dos dois era bem parecida, em especial a face bastante enrugada, levando-o a aparentar mais idade do que tinha. Além da semelhança física, eles tinham em comum uma grande sabedoria, humildade e um leve humor. Mas será isso verdade?

Mito ou verdade, o fato é que existem muitos ensinamentos budistas e que podem ser relacionados à prática da yoga embutidos na saga. Entre eles, podemos destacar o desapego, a luta contra o medo, a busca pelo equilíbrio e pelo controle da mente.

Você também pode gostar

Leitura recomendada

Essa analogia entre as lições do Mestre Yoda e o budismo são tão evidentes que se tornaram tema de livro. A obra O Dharma de Guerra nas Estrelas, de Matthew Bortolin, analisa a saga sob a perspectiva do budismo, valendo-se da história para elencar os ensinamentos de Buda.

Dando um foco diferente a Star Wars, o livro é um caminho para que encontremos alguma luz, explorando temas como karma, atenção, sofrimento, transcendência, nirvana.

É um livro cheio de referências e que vale a leitura para fãs da série ou para os espectadores eventuais. Aliás, é uma ótima chance de assistir aos filmes com outros olhos.

Frases do mestre, ensinamentos para a vida

As frases mais famosas do Mestre Yoda podem ser aplicadas como ensinamentos, seja sob a ótica da Ordem Jedi, seja sob a ótica budista, seja para todos os aspectos da vida. Veja (ou relembre, se você for um fã de carteirinha) algumas dessas máximas e uma reflexão sobre cada uma.

“O medo é o caminho para o lado sombrio. O medo leva à raiva, a raiva leva ao ódio, o ódio leva ao sofrimento.”

A raiva deve ser evitada. Precisamos ter em mente que algumas coisas não podem ser controladas e que assim são porque têm que ser. Mas a raiva não é uma dessas coisas, a raiva, sim, pode ser controlada, pois não sendo domada, ela pode levar à loucura.

“Tentar não. Faça ou não faça. Tentativa não há.”

Não há meio-termo. Tentar leva-nos à ideia de que não vamos fazer, já partimos do pressuposto de que não é tão possível assim. Quando falamos “vou tentar”, já deixamos nas entrelinhas que não temos vontade alguma de fazer.

“Muitas das verdades que temos dependem do nosso ponto de vista.”

Tudo é uma questão de interpretação. As coisas não são o que são, mas sim como as vemos. E muitas vezes, usamos a conveniência para os significados.

“Que a Força esteja com você.”

A icônica frase é conhecida até por quem não assistiu a um filme sequer. A Força é a energia pura. É a soma dos opostos, formando o equilíbrio. É um conceito semelhante ao princípio yin-yang. O lado sombrio e o luminoso se beneficiam da Força.

“A morte é uma parte natural da vida. Feliz fique por aqueles que na Força se transformam. Apego leva ao ciúme, a sombra da ganância isso é.”

Aqui uma lição de desapego e uma menção à efemeridade da vida.

Yoda olhando de lado, manipulando seu sabre de luz verde, que está sendo atacado por um sabre de luz vermelho.

Curiosidades

Passado inexistente

O passado do Mestre Yoda é praticamente inexistente. Não pelo fato de ele não ter um passado, mas é porque o próprio autor da saga, George Lucas, afirmou que nunca traçou um para ele. Ou seja, é tão misterioso que não foi escrito.

Inspiração budista mesmo?

Contrariando o fato de que Mestre Yoda tenha sido inspirado no mestre budista tibetano Rinpoche, o visual de Yoda foi criado pelo maquiador de efeitos especiais Stuart Freeborn. O que se pode afirmar é que ele usou um molde do seu próprio rosto. E o lábio superior foi inspirado no bigode de Albert Einstein.

Escolha do nome

O Mestre Jedi quase se chamou Buffy. Mas durante a revisão dos rascunhos de O Império Contra-Ataca, Leigh Brackett (roteirista) renomeou o personagem para Minch Yoda. No entanto a produção considerou “Minch” um nome meio estúpido, mantendo apenas Yoda (derivado do sânscrito “Yodeah”: guerreiro).

A horrível voz maravilhosa

O responsável pelos movimentos do mestre foi ninguém menos que Frazk Oz, um dos principais artistas de marionetes dos EUA. Decidido quem movimentaria o personagem, ficou faltando quem fizesse a dublagem. Frank enviou uma fita dublando Yoda. A princípio, George Lucas detestou o resultado, mas, como não encontraram outro dublador a tempo, usaram a voz de Oz. Ao ver a dublagem com o personagem em ação, Lucas mudou de ideia e amou o resultado.

Idioma

A língua falada por Yoda é o galáctico básico, cuja principal característica é colocar o verbo no fim da frase ao formar as sentenças.

Yoda havaiano?

Segundo um professor do Departamento de Linguística da Queen Mary University, em Londres (Inglaterra), pelo ritmo de fala e frases invertidas, o Mestre Yoda poderia ter nascido no Havaí. Para ele, a estrutura na fala do Jedi tem muito a ver com as línguas nativas do Havaí. É claro que se trata de um estudo com base na estrutura da língua, e não propriamente uma afirmação sobre a real origem do nosso querido Yoda, mas é interessante e divertido mesmo assim.

Baby Yoda

Bebê Yoda usando um casaco e um cobertor, esticando uma de suas mãos.

Apesar da semelhança, o fofíssimo ser da série O Mandaloriano, exibido pelo Disney+, apelidado carinhosamente de Bebê Yoda, não é o Mestre Jedi quando criança. A série se passa após a morte de Yoda. O criador da série, John Favreau, assegurou que se trata de personagens distintos, mas despistou quanto ao fato de eles serem ou não parentes.

Agora que você teve uma nova perspectiva sobre os ensinamentos do Mestre Yoda, que tal analisar alguns deles e tentar praticar na sua vida? Sem dúvidas, muito proveitoso será!

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]