Convivendo Cristianismo

Natal – tempo de alegria, festa e confraternização!

Mãe e filho bebê com um presente mágico da árvore de Natal
Evgenyatamanenko / 123RF
Luis Lemos
Escrito por Luis Lemos

Por considerar o ano de 2020 um ano extremamente delicado à saúde do corpo, cabe nesse Natal celebrar a saúde da alma.

Não importa tudo o que você passou neste ano de 2020, Natal é sempre tempo de alegria, festa, gratidão e confraternização. Tempo de celebrar a vida!

Um tempo de reunião familiar, de encontro entre amigos, se possível, de abraçar os vizinhos, os colegas de trabalho, os irmãos da igreja, de ser feliz.

Tempo de reflexão pessoal, de reconhecimento de erros, de revisão espiritual, de como levamos a vida, se praticamos o bem e se fomos solidários.

É verdade que o ano de 2020 foi bastante conturbado, mas também muito rico de aprendizagem. O que você aprendeu em 2020?

Para o homem sábio, as dificuldades são oportunidades para o seu crescimento, já para o homem comum são as causas de seu fracasso.

Por isso, nesse Natal, devemos ser gratos em primeiro lugar a Deus pela vida, por termos sobrevivido a esse maldito vírus.

Família conversando sentados no sofá ao lado da árvore de natal
Anylane/Pexels

Em segundo lugar, diante de todas as dificuldades vividas pelo provo brasileiro neste ano, peçamos que Deus não nos abandone, que nunca nos deixe faltar a fé.

Que Nosso Senhor Jesus Cristo olhe, como sempre fez, para o nosso povo, especialmente para aqueles que mais precisam de Vós: os pobres, os necessitados de Vós.

Que possamos aproveitar esse Natal da forma mais significativa possível, em família ou sozinho, o importante é amar.

Amar verdadeiramente a vida como ela se apresenta para nós, a vida como ela é, sem máscara, em harmonia com o Todo.

Por falar em amor, Natal é o tempo próprio do amor. Amor de Deus pela humanidade. Amor de Deus pelo nosso país. Amor de Deus pela nossa família.

Família reunida na sala de jantar na noite de natal
Nicolemichalou/Pexels

Nunca esqueçamos: foi numa família que Jesus nasceu. Ele não nasceu em berço de ouro. Ele nasceu pobre e Se fez rico pela graça.

A maior riqueza de Jesus foi a sua humanidade. Sejamos humanos. Deixemo-nos conduzir pela humanidade e pela família de Jesus.

Que as famílias brasileiras saibam viver o verdadeiro Natal do Senhor, respeitando as opiniões divergentes e praticando a caridade.

Que à riqueza de Deus caia sobre a nossa nação, nosso povo. Riqueza de saúde, harmonia, prosperidade, paz social.

Que nunca nos esqueçamos: o amor é a arma mais poderosa do mundo. Nesse Natal, pratiquemos o amor e sejamos felizes!

Enfeite de natal com velas acesas
pexels/pixabay

Que o respeito mútuo, a concórdia, a solidariedade e a comunhão sejam valores colocados em práticas nessa Noite Santa.

Que todas as glórias, as orações, os louvores, os cânticos sejam para aquele que se fez homem e veio habitar entre nós.

Que sejamos mais humildes, honestos, carinhosos e respeitosos uns com os outros, é isso que Deus ama, é isso que Deus quer e pede de nós.

Devemos respeitar a memória dos que partiram para a eternidade. Mas não importa o que você passou durante esse ano, as perdas que você teve, o importante é celebrar a vida, manter a vida em perspectiva.

Você também pode gostar

Para quem compreende a vida como dom de Deus o Natal, é o tempo apropriado para agradecer Aquele que nos amou até a morte na cruz, e que nos mantem vivos.

Dom Bosco, o Santo da Juventude, dizia: “O que somos é presente de Deus; no que nos transformamos é o nosso presente a Ele”. Tornemo-nos presentes para Deus!

Uma das coisas que aprendi durante esse ano de 2020, especialmente durante esse período de pandemia, foi ser grato.

Grato em tudo. Pelo dia, pelo ar, pela luz, pela alimentação, pelo trabalho… Em tudo sejamos gratos. A gratidão nos torna seres melhores!

Feliz e Abençoado Natal para todos os meus familiares, alunos, ex-alunos, leitores e, especialmente, para essa equipe maravilhosa do Portal Eusemfronteiras!

Sobre o autor

Luis Lemos

Luis Lemos

Filósofo, professor universitário e escritor, autor dos livros: O primeiro olhar – A filosofia em contos amazônicos (2010); O segundo olhar – A filosofia em temas amazônicos (2012); O terceiro olhar – A filosofia em lendas amazônicas (2014); O homem religioso - A jornada do ser humano em busca de Deus (2016); Jesus e Ajuricaba na terra das Amazonas - Histórias do universo amazônico (2019).

Email: [email protected]
Instagram: @professorluislemos
Facebook: professorluislemos
Twitter: @luisclsilva
Youtube: Luis Lemos