Autoconhecimento Cinesiologia Quântica Comportamento

Novo ano ou uma nova oportunidade?

Mãos seguram duas velas estrela.
sonjachnyj / 123RF
Fátima Cardoso
Escrito por Fátima Cardoso

Um ano de espera pode ser considerado bastante tempo, principalmente se essa espera é para melhorar sua qualidade de vida, sua felicidade. Não é preciso trocar o calendário ou a agenda para se programar a fazer mudanças significativas em sua vida, a cada mês, semana, dia, hora… temos a possibilidade de sintonizar e acolher novas oportunidades.

Mesmo vivendo em um mundo em que a única certeza de que temos é que nada é imutável e permanente, sair da zona de conforto e caminhar em direção às mudanças ainda é algo que nos apavora, não é mesmo? Quem dirá em 2021, continuação do atípico 2020.

A busca da qualidade de vida, de uma vida mais feliz exige ação. É preciso sair do comodismo, do “mais do mesmo”. Se o modelo de vida que você está levando provoca estresse e infelicidade, é hora de questionar se vale a pena continuar seguindo pelo mesmo caminho.

Homem sentado com os cotovelos sobre os joelhos e as mãos sobre a cabeça.
Nathan Cowley / Pexels

Pensar em mudanças na rota, entretanto, pode acender uma luz vermelha dentro de você. É preciso ter cuidado com este pensamento: “vou esperar a pandemia e as incertezas que se arrastaram de 2020 para 2021 findarem, depois eu abro as portas para novas oportunidades”, pois sempre haverá incertezas e sua vida pode “escorrer das suas mãos como um punhado de areia que você tenta segurar”. Dessa forma, você corre o risco de não atingir o propósito de vida, quer seja um propósito afetivo, profissional, financeiro etc., visto que, desde que seus olhos brilhem e você se sinta em paz, é um grande propósito. Continuar com o modelo de vida estressante e infeliz não parece ser um bom caminho a seguir, mas o excesso de cautela por se tratar da continuação de 2020 o imobiliza e impede que as mudanças aconteçam. Já o impulso inconsequente provoca o risco de a mudança de rota ser para uma estrada ainda mais esburacada e perigosa.

No teste muscular realizado na Cinesiologia Quântica, constatamos que tudo aquilo que causa estresse no indivíduo gera uma resposta fraca no seu músculo, ou seja, o que o estressa o enfraquece. Estar num relacionamento com brigas constantes é estressante e vai enfraquecer ambos. Deixar tudo para depois ou se sobrecarregar, querendo produzir mais do que é possível, é estressante. Seguir numa rota só para agradar os outros pode ser estressante.

Você também pode gostar

E como mudar isso? Parte da mudança de rota consiste em abandonar o estilo de vida estressante que o enfraquece e adotar o modelo que o fortaleça. A Cinesiologia Quântica, portanto, proporciona inúmeras dicas pessoais para aproveitar as novas oportunidades. Lembre-se de que, muitas vezes, inovar na rota da vida significa resgatar cuidados e valores mais simples no dia a dia. Por exemplo, diminuir as reclamações e aumentar os pensamentos, as palavras e a sensação de gratidão são atitudes simples, que podem ser feitas por qualquer pessoa e fazem com que a vibração seja elevada.

Sobre o autor

Fátima Cardoso

Fátima Cardoso

Fátima Cardoso é facilitadora de Cinesiologia Especializada pela escola Three in One Concepts. Facilitadora em Cinesiologia Quântica pela Conexão Harmônica, Massoterapia e Reflexologia pelo Senac, e também Reiki e Metafísica da saúde. Facilitadora de Constelação Sistêmica Familiar presencial e online. Além disso, fez participações no programa Kabballah Egípcia na Rádio Mundial.

E-mail: [email protected]
E-mail: [email protected]
Cel: 11 9 8122-7920
Facebook: Terapeuta Fátima Cardoso
Site: facilitadorafatimacardoso.com.br

Locais de atendimento:
São Paulo - (11) 98122-7920
Diadema - (11) 4054-3508
Santo André - ((11) 4972-0003
Campinas - (19) 9 8138-9669