Autoconhecimento

O poder da intercessão

Amados! Quando entendemos o poder e o amparo que nos foi confiado pelos desígnios do alto, a vida aqui no Plano físico fica muito mais agradável. Tudo aquilo que entendemos como problemas, dificuldades e situações de desconforto na verdade são obstáculos que nos ensinam a nos tornar vencedores.

Cada alma em corpo físico vem com um determinado plano encarnatório a fim de evoluir, experienciar e levar o aprendizado para suas versões mais elevadas.

Muitas vezes dizemos e até entendemos que uma alma em suas versões mais elevadas sabe tudo. Não é verdade. Ela tem o potencial de tudo saber e de tudo entender, mas o que ela precisa de fato é experienciar cada situação em mundos inferiores, pois os mundos superiores não oferecem tais oportunidades.

A consciência das almas em mundos superiores é muito alargada e a percepção também corresponde ao grau de frequência predominante por lá. Mas não é um campo fértil onde as almas podem passar pelas experiências mais duras, como aqui na Terra.

Esta é a razão que faculta às almas elevadas enviarem fractais para mundos de Terceira Dimensão. Os encarnados na Terra são fractais de almas que formam cada qual a sua Mônada, por isso todos têm o seu EU SUPERIOR.

Experienciar a dualidade é viver as polaridades dentro de um mundo 3D. Cada alma encarnada vai passar pelas mesmas lições que as demais, porém em tempos diferentes. É a forma mais prática que pode facilitar a ascensão delas. Enquanto uma experiencia determinada lição, outras almas já passaram por ela, o que cria uma oportunidade de prestar auxílio.

O auxílio também pode se chamar caridade ou solidariedade. Quando alguém vê um ser humano passando por tremendas dificuldades, consegue compreender a situação melhor do que aquele que passa, uma vez que ele já passou por aquela lição. Estando em posse da experiência vivida antes, é possível a ajuda caridosa.

Mas antes de ajudar, necessário se faz que se exercite a compaixão. Entender que as lições pelas quais o outro passa fazem parte do seu aprendizado. Que são elas que lhe facultam a frequência do alargamento da sua consciência. São tais experiências que moldam o caminho da ascensão. Lembrando sempre que estamos numa escola de almas. Seria mais trágico se todos precisassem passar pelas provas ao mesmo tempo. Estando em degraus diferentes da escada, os da dianteira sempre podem auxiliar os que vêm atrás.

Mãos juntas com coração pintado.
Tim Marshall / Unsplash

A falta de conhecimento faz com que a maioria interceda de forma equivocada em favor dos que passam pelas provações. Quase que invariavelmente se pede que Deus livre o outro de tais provas. Seria a mesma coisa que pedir ao professor da escola que livre o aluno dos testes escolares. Seria mais um prejuízo do que um auxílio, não é verdade?

Então, quando você tem a intenção de ajudar alguém, e isso exige uma intercessão em seu favor, claro que ela é muito útil. Mas o resultado é alcançado somente se for feita de forma correta. Temos a garantia de que nenhum PEDIDO HONESTO DEIXA DE SER ATENDIDO, jamais! Essa Lei é divina. O segredo, então, é fazer os pedidos honestos.

Não seria honesto pedir para Deus livrar o outro das provas que lhe ensinam e que mostram o caminho da evolução de sua alma. Porém, quando compreendemos que cada um passa exatamente por aquilo que precisa passar, envolvemo-nos em solidariedade, e a caridade entra em cena. Entendemos que ele está cumprindo o seu próprio plano de alma; que foram as provas pedidas para passar nesta atual existência; que são as oportunidades que agora chegam a fim de cumprir o aprendizado que lhe falta.

Imbuídos dessa compaixão, podemos interceder em seu favor. Não para pedir que lhe sejam tiradas as provas, mas que lhe seja facultado o amparo divino, que lhe possa inspirar os caminhos mais suaves do percurso e que que ele encontre as maneiras menos dolorosas durante tal aprendizado. Sempre levando em conta que tudo o que o outro passa é uma oportunidade para aprender.

A intercessão honesta sempre funciona. Quanto mais pessoas o fizerem em favor da mesma pessoa, mais ela se potencializará. Mas é preciso fazer da forma que foi descrita aqui. Como sugestão, vou dizer uma forma que costumo utilizar quando o faço: “RESPEITANDO O PLANO DE ALMA DE [NOME DA PESSOA], EU PEÇO À PROVIDÊNCIA DIVINA QUE SEJA OFERECIDO A ELE OU A ELA O AMPARO NECESSÁRIO E A CURA POSSÍVEL. MESMO COMPREENDENDO QUE SÃO SUAS PROVAS ESCOLHIDAS E QUE SUAS DORES SEJAM AMENIZADAS DENTRO DO QUE LHE FACULTA A PROVIDÊNCIA DIVINA”.

Você também pode gostar

Envolver o outro no amor incondicional; enviar boas energias; enviar luz; e outras maneiras que eventualmente possas ser inspirado são também uma contribuição muito importante. E, por fim, lembrar que somos cocriadores ilimitados. Todo o bem que fizermos ao outro será o bem que recebemos em troca. A colheita sempre depende da semente que é lançada. Somos muito mais do que nos fizeram acreditar. Confia no Plano, pois é Deus que está no comando!

Eu sou Vital Frosi e minha missão é o esclarecimento.

Namastê!

Sobre o autor

Vital Frosi

Psicoterapeuta Reencarnacionista, Orientador espiritual, Formação em Psicologia Transpessoal pela Unipaz, Mestre em Reiki pela Escola André Luiz e Celer Faculdades, Massoterapeuta pela Celer Faculdades, Médium Intuitivo Semi consciente, Palestrante, atendimentos presenciais e à distância.
Missão terrena para esta existência: O esclarecimento e o despertar espiritual.

E-mail: vitalfrosi@frosinet.com.br
Celular: (49) 9 9128-5260 (WhatsApp)
Facebook: Vital Frosi