Autoconhecimento

O que a psicologia diz sobre o choro?

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Afinal, o que são estas lágrimas que caem do cantinho de nossos olhos e causam tantos efeitos em nós e naqueles que nos assistem chorar?

O ato do choro pode ser ocasionado por diversos fatores, entretanto, o ser humano é a única espécie biológica que chora por motivos emocionais. Dentre estes diversos fatores, as lágrimas, compostas por água, sal, óleo e proteínas, são produzidas por motivos diferentes.

Lágrimas chamadas reflexivas protegem os olhos de irritações externas e lágrimas basais permitem a lubrificação do globo ocular. Estas são funções fisiológicas para o bom funcionamento do órgão olho. Já as lágrimas emocionais são ativadas pelo cérebro por meio do sistema imunológico de acordo com situação que causem emoções.

No período da infância o choro é uma forma de comunicação, identificada com tal fim devido a atenção que atrai quando proferido. Durante o crescimento do bebê essa percepção pode se tornar a conhecida “manha” para fazer exigências. Mas sabemos que a manha não é só estratégia dos bebês… um choro comovente é muitas vezes uma etapa para a conquista.

Feliz ou triste?

shutterstock_241681237

Os estudos psicológicos dizem que a reação do choro está diretamente relacionada às emoções. Porém, qual seriam as emoções motivadoras do choro?

Todos nós já derramamos lágrimas por sentimento de tristeza quanto por sentimento de alegria. Mas o curioso fato exposto por estes estudos é  que o resultado das análises do fenômeno registraram que, na verdade, o choro de alegria não é por felicidade, mas sim pela recuperação de algum “trauma” ou infelicidade que teve de passar para atingir o então momento de satisfação.

Que escândalo!

A expressão de sentimentos varia de pessoa para pessoa. Existem aqueles que tem choro tímido e aqueles que abrem o berreiro. Isso tudo depende de características do comportamento de cada ser e normalmente estão vinculados ao seu comportamento habitual ou circunstâncias que cercam o derrame de lágrimas.

Muitas pessoas “prendem” o choro até mesmo por estigmas sociais como “homens não choram” ou “fracos aqueles que choram”. Grande besteira. Chorar é um mecanismo natural do corpo humano para obter sentimento de maior conforto.

Efeitos

Chorar é também um mecanismo para aliviar suas tensões. A concentração do corpo na tarefa de “colocar as emoções para fora” é efetivo, e o pós choro traz sensação de “descarga” devido à liberação de hormônios de bem-estar.

Deixa cair!

Não poupe suas lágrimas. Não é necessário enxergar o choro como sinal de fraqueza. Esse mecanismo fisiológico é também uma válvula de escape natural que faz parte de etapas e acontecimentos da vida de todos.


  • Escrito por Julia Zayas da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]