Alimentação de animais Pet - Animais de estimação

O que calopsita pode comer?

Imagem de uma linda calopsita fora da gaiola.
Giovanni Gio / Pixabay
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Originária da Austrália, a calopsita é uma ave que se popularizou ao redor do mundo devido ao seu temperamento dócil e amigável. Bastante carinhosos e independentes, os pássaros dessa espécie adoram ficar perto de seus tutores, o que faz deles excelentes companheiros e ótimos pets!

No entanto, é necessário tomar algumas precauções em relação à alimentação dessa ave. O importante é manter uma dieta balanceada, sem exageros e com um pouco de tudo no cardápio: frutas, sementes e ração. Assim, sua calopsita se desenvolverá mais saudável e feliz.

Antes de começar a seguir uma dieta, recomenda-se fortemente consultar um veterinário especializado em aves. Ele poderá definir a quantidade ideal de alimento a ser oferecido para a calopsita ao longo do dia, bem como as comidinhas mais adequadas para seu bichinho.

Descubra abaixo algumas dicas de alimentos que você pode adicionar à rotina alimentar de sua calopsita – e também as comidas que você deve evitar a todo custo!

Sementes

Quem tem ou já teve pássaro em casa sabe que essa é uma das comidas mais fáceis de serem encontradas para nossos pets de asas. Nutritivas, as sementes são bastante calóricas e têm alto teor proteico, oferecendo ao seu bichinho a energia necessária ao longo do dia!

Normalmente, são indicados quatro tipos de sementes para as calopsitas, os quais devem ser servidos misturados. São elas o painço, alpiste, aveia e girassol. Você deve mesclá-las de acordo com a seguinte porcentagem: 50% de painço, 20% de alpiste, 10% de aveia e 10% de girassol. É possível ainda encontrar essa mistura pronta em pet shops.

Redobre sua atenção na hora de servir as sementes para seu bichinho! Verifique com regularidade a higiene da bandeja onde são colocados os alimentos. As sementes costumam acumular umidade, o que pode atrair bactérias e fungos. Para que isso não aconteça, mantenha-a seca e limpe-a com frequência utilizando água e sabão.

Frutas

Embora as sementes sejam fontes de proteína e carboidratos, uma dieta feita apenas com esse alimento não é suficientemente nutritiva para a calopsita. É necessário acrescentar, portanto, frutas à alimentação do bichinho. Além de agradar o paladar de sua ave, elas são fontes de vitaminas e minerais, ótimos para que seu pet leve uma vida saudável.

Entre as frutas que você pode incluir na dieta estão mamão, banana, pêssego, maçã, goiaba, morango, melancia, pera, melão e manga. Você pode servi-las com casca e tudo. Mas cuidado! Frutas como abacate devem ser evitadas, devido ao alto teor de gordura em sua composição. Além disso, atente-se às sementes presentes nas frutas! Algumas podem conter alta concentração de cianeto, caso da maçã.

Imagem de várias calopsitas pousadas em uma corda e algumas pousadas em troncos de árvore.
Rebecca Tregear / Pixabay

Ração

As rações são uma alternativa rápida e prática para alimentar sua calopsita. Produzidas em escala industrial, elas são especialmente pensadas nas necessidades biológicas especiais dessas aves, existindo, inclusive, rações feitas para melhorar a troca de penas ou então a reprodução.

Você pode encontrar dois tipos de ração: a peletizada e a extrusada. A primeira é produzida por meio de um tratamento a vapor e compressão, o que melhora sua conservação. Já a segunda é feita com ingredientes misturados e expostos a uma alta temperatura. Em seguida, eles são cortados em pequenos pedaços, a fim de facilitar a ingestão e a digestão por parte dos animais.

Caso deseje trocar a ração, você deverá fazer isso de forma gradativa na alimentação de sua ave, pois ela precisará de um período para se adaptar ao novo alimento. É possível, em um primeiro momento, misturar a nova ração às sementes que seu pássaro está acostumado a comer. Com o tempo, você deverá aumentar a quantidade de ração e reduzir a de semente. Como algumas aves demoram mais a se adaptar a uma mudança de hábitos alimentares, você precisará ter um pouco de paciência ao longo desse processo.

Água

Lembre-se frequentemente de verificar se o recipiente com água de sua calopsita está sempre cheio de água filtrada. Procure enchê-lo periodicamente, conforme a sede do animal. Além disso, verifique as condições de higiene dele! Recomenda-se a limpeza diária, pois impurezas e resquícios de alimentos podem acabar contaminando a água de seu bichinho.

Você também pode gostar

O que evitar

Embora as calopsitas tenham uma dieta bastante abrangente, é necessário tomar cuidado com certos alimentos. Entre eles estão o já mencionado abacate, somado ao chocolate, feijão não cozido, cebola, alho, mel, cogumelo e sal.

Não ofereça doces ou alimentos condimentados. Lembre-se sempre de que comida de gente é comida de gente! Pode parecer inofensivo servir de vez em quando um pedacinho de doce ao seu animal, mas isso pode acarretar sérios problemas à saúde dele.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]eiras.com.br