Autoconhecimento Comportamento

O que é um sentimento recíproco?

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

O momento em que uma mãe pode segurar o bebê, que ela tanto desejou, no colo. A primeira vez em que uma criança convida outra para brincar em casa. A longa amizade que é construída entre adolescentes que viveram muitas experiências juntos. O afeto que surge entre duas pessoas que trabalham no mesmo lugar e continuam se falando aos finais de semana. A frequência das batidas dos corações de um casal apaixonado. As memórias que pessoas idosas compartilham sobre a vida feliz e vitoriosa que tiveram.

São muitas as experiências e os relacionamentos que surgem de um sentimento recíproco. A reciprocidade não precisa ser necessariamente romântica. No caso de uma mãe e de um filho, o amor que há logo depois do nascimento não envolve um romance, mas uma relação de cumplicidade, de amor, de carinho e de cuidado. Quando pensamos em grupos de amigos ou em colegas de trabalho, a reciprocidade também está presente sem que a paixão exista.

Talvez seja mais fácil identificar um sentimento recíproco do que defini-lo. Para simplificar, podemos imaginar que a reciprocidade acontece quando duas ou mais pessoas nutrem os mesmos sentimentos umas pelas outras. É uma correspondência mútua entre os seres, em relações que podem ser de amor, de amizade, de família ou de trabalho. Mas há uma forma de reciprocidade que se diferencia das demais.

O sentimento recíproco amoroso é mais difícil de identificar. Em uma amizade, por exemplo, é fácil saber se duas pessoas se consideram da mesma forma, já que não há medo ou insegurança na hora de falar sobre isso. Ou alguma vez você achou que era cedo demais para falar que gostava muito de uma amizade? Por outro lado, quando se trata de um relacionamento amoroso, surgem muitos questionamentos que dificultam a descoberta da existência de um sentimento recíproco. A seguir, veja quais são eles!

Imagem do céu azul e com poucas nuvens representando a reciprocidade. Vários balões em formato de coração nas cores vermelho e branco estão soltos no céu.
Imagem de Peggy und Marco Lachmann-Anke por Pixabay

Por que não sabemos quando o sentimento é recíproco?

Os relacionamentos amorosos são, na maioria das vezes, mais complicados que os outros. As pessoas não têm o hábito de declarar seus sentimentos de uma vez, o que torna mais difícil compreender o que elas estão pensando ou sentindo sobre alguém.

Por incrível que pareça, o maior obstáculo para descobrir se um sentimento é recíproco é o medo de que ele não seja. Uma pessoa não tem certeza se é amada tanto quanto ama alguém, então prefere esconder seus sentimentos para não se magoar, caso a outra pessoa não se sinta da mesma forma que ela. Parece contraproducente, não é?

Você consegue imaginar como seria mais simples se as pessoas fossem sinceras sobre seus sentimentos? O medo de ser aquela que “ama mais” em uma relação é responsável por suprimir até os sentimentos mais lindos como o amor. E se você estiver deixando de dizer para uma pessoa que a ama e ela se sentir da mesma forma?

Outra questão que dificulta a descoberta sobre um sentimento recíproco é a insegurança. Uma pessoa acredita que não tem nada de bom para oferecer à outra e que seria impossível gostar dela. Ou então defende que é melhor manter uma relação com os sentimentos às cegas para que a outra pessoa não se depare com a sua vulnerabilidade.

Nem todos os sentimentos são recíprocos, principalmente os amorosos. Apesar disso, a insegurança que uma pessoa sente não pode conduzir todas as suas escolhas e todos os seus relacionamentos. O amor recíproco sempre é possível; e, caso não aconteça, sempre existirão outras oportunidades para ele. Não é porque uma pessoa não nutre por você os mesmos sentimentos que você nutre por ela, que nenhuma outra no mundo poderá te proporcionar isso.

Imagem de uma linda e gigante árvore desenha em formato de coração vermelho, representando a reciprocidade.
Imagem de skeeze por Pixabay

Como descobrir se um sentimento é recíproco?

Se a forma mais simples de descobrir se um sentimento é recíproco, dialogando com a outra pessoa, raramente é colocada em prática, o melhor que podemos fazer é estudar sobre novas formas de desvendar os sentimentos de outra pessoa. Não será um processo fácil, mas pode te tornar mais segura(o) para dizer como você se sente. Confira!

1) Compatibilidade

Um dos pontos que nos permitem perceber que um sentimento é recíproco é a compatibilidade entre duas pessoas. Note que ser compatível não é gostar das mesmas coisas e ter as mesmas ideias, mas se dar bem com a outra pessoa, manter conversas sinceras, confiar na outra e ter os mesmos planos para o futuro. Se você está gostando de alguém que já deixou claro que não quer ter um relacionamento, talvez vocês não sejam compatíveis. Há menos chances de o sentimento ser recíproco.

2) Paixão

O sentimento recíproco amoroso não acontecerá, necessariamente, quando houver paixão, mas esse é um fator que pode indicar uma relação mais profunda entre duas pessoas. Você sente que a outra pessoa se encanta com o que você faz e fala, demonstra que quer estar ao seu lado, te convida para sair e passa longos períodos conversando com você? Pode ser que ela esteja apaixonada. Para saber se ela sente por você exatamente o que você sente por ela, só conversando. Mas os indícios de paixão já dão uma forcinha na hora de conversar sobre isso, não é?

3) Respeito

O respeito deve permear todas as relações em que há um sentimento recíproco, não só as relações amorosas. No entanto, em um sentido romântico, o respeito deve estar presente quando a outra pessoa entende as suas escolhas, quando ela permite que você seja você e quando ela te dá motivos para confiar nela. Não existe um sentimento recíproco amoroso entre duas pessoas que vivem se desrespeitando, que querem moldar uma a outra aos próprios desejos e que não dialogam sobre como estão se sentindo.

Se você identificar essas três características no seu relacionamento, está na hora de partir para uma conversa sincera. Não tenha medo de demonstrar a sua vulnerabilidade e falar sobre os seus sentimentos. Ao mesmo tempo em que a outra pessoa pode não se sentir do mesmo jeito que você se sente, o contrário também pode acontecer. O sentimento recíproco amoroso pode estar mais próximo do que você imagina.

Imagem do universo com o céu estrelado. Ao fundo a imagem do coração que representa a reciprocidade.
Imagem de Thanks for your Like • donations welcome por Pixabay

Existe sentimento recíproco ruim?

Falar sobre os bons relacionamentos é leve, emocionante e feliz. Todas as pessoas se sentem bem quando falam sobre quem amam, ou quando vivem relações que trazem paz e alegria para os dias. Mas será que um sentimento recíproco pode ser ruim? Ou ele sempre constrói laços positivos?

Alguma vez você já sentiu que uma pessoa não gostava de você e automaticamente começou a desgostar dela? É uma situação muito comum e, em alguns casos, inevitável. Nem todas as pessoas pensam da mesma forma sobre a vida, e muitas não conseguem se entender, o que leva a desentendimentos e a desafetos entre elas. Faz parte da vida.

Ao dizer “sentimento recíproco”, então, não falamos somente dos sentimentos bons, mas também dos sentimentos ruins. Chame como quiser: ranço, bode, preguiça. Esses pequenos (ou grandes) incômodos que sentimos por alguém também podem ser recíprocos, mas às vezes são mal interpretados.

Você também pode gostar

Quantas vezes uma pessoa já te disse que achava que você não gostava dela, e você não se sentia assim de verdade? Assim como os sentimentos recíprocos bons, os sentimentos recíprocos ruins só podem ser entendidos se conversarmos com a outra pessoa. A não ser que você tenha motivos fortes para acreditar que ela não gosta de você e para, consequentemente, não gostar dela. Se for assim, o sentimento é recíproco.

Sendo bom ou ruim, o mais importante sobre o sentimento recíproco é que ele cria uma relação entre duas pessoas, seja de amor ou ódio. Compartilhar um sentimento com alguém cria um novo universo, que só vocês podem acessar, porque se entendem sem precisar se explicar.

Se você tem a sorte de um sentimento recíproco de amor ou de amizade, fortaleça seus laços com essas pessoas e mantenha-as sempre por perto. Se você tem um sentimento recíproco menos simpático, continue respeitando a outra pessoa e fique longe dela, na medida do possível, para não passar por situações desagradáveis.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]