Blog do Editor Saúde Integral

Outubro Rosa: Câncer de colo de útero

Fita rosa do outubro rosa em cima de um fundo verde com rosa.
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras



Recentemente a campanha do Outubro Rosa começou a abordar também o Câncer de Colo do Útero. Para quem não sabe esse tipo de câncer é causado pela infecção persistente por alguns tipos do Papilomavírus Humano (HPV).

Segundo o INCA (Instituto Nacional de Câncer), a infecção genital por este vírus é frequente, mas não causa doença na maioria das vezes. Porém, em alguns casos podem ocorrer alterações celulares que poderão evoluir para o câncer.

Contudo, estas alterações celulares podem ser facilmente descobertas no exame preventivo conhecido como papanicolaou e são curáveis em quase todos os casos. Por isso, é de extrema importância a realização periódica deste exame.

Outubro Rosa

Afinal, o câncer de colo do útero é o terceiro tumor mais frequente na população feminina, ficando atrás somente do câncer de mama e de colorretal, e ainda é a quarta causa de morte de mulheres por câncer no Brasil, segundo o site do INCA.

Sintomas: O Câncer de Colo de Útero é uma doença de desenvolvimento lento que pode surgir sem sintomas quando em fase inicial e só mais tarde evoluir para quadros de sangramento vaginal intermitente ou após a relação sexual. Alguns casos também podem ocorrer secreções vaginais anormais e dores abdominais associada a queixas urinárias ou intestinais nos casos mais avançados.

Por tanto, não deixe de procurar um médico especialista caso perceba algum desses sintomas e lembre-se de sempre fazer os seus exames ginecológicos regularmente.


Você também pode gostar de ler outros artigos do autor: Outubro Rosa: O que pode causar o Câncer de Mama

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]