Comportamento Filosofia

Pensamentos filósofo Nilo Deyson Monteiro

Você já tirou um momento do seu dia para pensar sobre a sua vida? Essa é uma atitude comum para os filósofos, mas também para quem deseja, simplesmente, refletir sobre a própria existência. A partir das reflexões do filósofo e colunista Nilo Deyson Pessanha, você terá um incentivo para colocar sua mente para funcionar. Estude os pensamentos do autor do artigo!

Não pedi para estar aqui, nasci em papel branco.

Logo, não sou obrigado a acreditar em nada daquilo que sendo não é, que não se fazendo ser possa deixar de não ser, assim sou neutro diante desses adultos infantilizados.

Posso não ser uma janela aberta para o mundo, mas, certamente, sou um pequeno telescópio sobre o oceano do social. Estamos diante de um mundo caótico desde sempre.

Sou Nilo Deyson Monteiro Pessanha, Escritor e Filósofo, Poeta e Imortal Acadêmico. Não tenho pretensão de arruinar com a brincadeira, mas esse jogo me cansa.

Religiões são mais de 100.000, criadas desde que o mundo passou a ter registros.

São mais de 1 milhão de deuses diferentes desde o entendimento da humanidade até os dias atuais.

Inúteis informações? Será que a verdade é a sua versão melhorada da mentira?

A letra e a escrita no mundo ultrapassam os mais de 4 mil anos atrás e existem muitos textos e documentos históricos que foram adulterados, inclusive a Bíblia Sagrada.

O mundo é uma piada, nada é o que parece ser.

Tenho mil e uma denúncias para oferecer, mas não vale a pena, nada mudará o vazio existencial.

Eu não tenho obrigação alguma em acreditar em nada, pois o meu tempo vale ouro; e eu me cansei de bobagens de pessoas vazias tentando converter o outro aos seus pensamentos.

Qual é minha obrigação de acreditar nas montagens de sistemas? Tudo manobra de massa. Se eu não me impressiono com seus deuses, quiçá com seus meios ideológicos. Tudo bobagem.

Vivo resolvido e em paz, no estado de ataraxia diante desses cadáveres adiados. Não me converta à sua ilusão.

Pra quê você quer converter o outro à sua crença? Isso te afaga o ego? Qual a necessidade de que o outro te aplauda? Por que comemorar um gol se isso é sua obrigação? A competição é duelar para fazer o outro ser derrotado. Que utilidade há nisso? Onde fica o amor ao próximo? Amor? O que é isso?

Reflita quanto tempo você perde fazendo coisas inferiores a suas expectativas de vida!

Mulher andando no meio da praia, refletindo sobre a vida
Josh Willink de Pexels

Não insistir em convencer o outro é ter o poder de viver a paz intacta diante do nada.

Chega a ser ridículo o ódio pelo outro que pensa diferente de mim.

Temos uma excelente notícia para os imbecis: seu ódio contra o outro é a sua dor por ter sua incompetência alardeando diante do brilho alheio.

Mesmo que o mundo tente me convencer de que estou errado em não ter um guru, eu sou meu próprio guia; pois fui criado por alguma coisa maior do que eu.

Somente o tempo poderá libertar as pessoas do estado de demência e do estado vegetativo. Nunca pedi nada que não pudesse conquistar com meu suor e com muita dedicação; e os meus conhecimentos não me tornam melhor que ninguém, mas, sim, bem seletivo; e sou bem resolvido.

Não interessam os momentos da juventude ou da infância, reparei a vida a partir da perspectiva de hoje; pois, como a vida é diferente de ontem, logo ela é um papel em branco que podemos modelar…

Enfim, leiam física quântica, neurociência, psicologia, filosofia, teologia reversa, antropologia, ciência, história da humanidade, astrologia e outros. Depois de muito lerem, poderemos retornar em níveis livres de um ser consciente do nada diante do ser.

Espetáculo interesse entre os mundos, logo o mundo é aquilo que somos no mundo.

Na política, um é inimigo do outro (direita x esquerda).
Na religião, um é inimigo do outro (religião tal x religião tal).

No futebol, o ódio das torcidas.
Nas guerras, o semelhante é inimigo.
Deus está onde não vê essa bagaça em bagunça total nas estruturas?

Minha mente é superior, e esse mundo é pequeno demais para dimensões que meu cérebro alcança. Não vibro com quase nada, por isso sigo dando gargalhadas desses cadáveres adiados de adultos vitimizados.

Quase tudo está neste mundo errado! Como arrumar a estória que se tornou história? Vamos pensar:

Por qual motivo você ainda não parou de fazer aquilo que odeia fazer?

Você é feliz?

Você também pode gostar:

Esse mundo te enganou, inclusive suas crenças. Lamento dizer que, se você é limitado, ele sabe disso e me pergunto: se Deus sabe de tudo, por que me fez imperfeito?

Tudo está caótico; e eu te pergunto:
Você pode ser livre fazendo o que faz?
Cuidado e pense: para que te serve essas coisas que te roubam atenção???

Sirva-me um café, porque o mundo acabou!!!

Sobre o autor

Nilo Deyson Monteiro Pessanha

Sou filósofo, escritor, poeta, colunista e palestrante.
Meus trabalhos culturais estão publicados em diversas plataformas. Tenho obras e livros publicados.

Podem também pesquisar no Google: filósofo Nilo Deyson Monteiro Pessanha

Sou uma incógnita que deve ser lida com atenção e talvez somente outras gerações decifrem meu espírito artístico. Sou muitos em mim e todos se assentam à mesa comigo. Posso não ser uma janela aberta para o mundo, mas certamente sou um pequeno telescópio sobre o oceano do social.

Contato:
Email: dyson.11.monteiro@hotmail.com
Site: rota-om.com.br/
YouTube: FILOSÓFO NILO DEYSON MONTEIRO PESSANHA
Instagram: @nilo_deyson_monteiro_pessanha
Facebook: Nilo Deyson Monteiro Pessanha