Comportamento Espiritualidade

Prática do perdão diária

Menina correndo com balões coloridos em campo com sol refletindo
123RF | Kostiantyn Kuznetsov
Juliana Loureiro
Escrito por Juliana Loureiro

Muitas vezes as pessoas acreditam que perdoar é algo único. Algo que você faz apenas uma vez e está finalizado. E é por isso que muitas vezes as pessoas sentem e dizem que não conseguem perdoar. Elas fazem isso uma vez e sentem que o efeito foi a curto prazo. Enquanto pode acontecer de você perdoar uma vez e realmente nunca retornar a esse assunto, isso não é o normal. Perdoar é uma prática. Perdoar tem que ser algo que você pratique frequentemente até que você limpe completamente qualquer mágoa, ressentimento, dúvida, julgamento e crítica que ainda sobre. Ou seja, você precisa de ferramentas práticas para toda vez que sentir a emoção negativa voltar para você. Se você souber o que fazer e tiver alguma ferramenta para utilizar toda vez que sentir que a sua mágoa retorna, você aumenta em grandes chances a sua possibilidade e probabilidade de perdoar.

Mulher caminhando em cerca de madeira com sol refletindo ao fundo
Sebastian Voortman | Pexels

Não existe mágica, existe prática. É como querer ter um corpo em forma e musculoso sem ir para a academia, é algo que não é possível. Agora, se você começar a praticar com frequência, o processo se torna cada vez mais fácil. Quanto mais você realmente limpar com frequência tudo e qualquer coisa que você precise perdoar, mais fluido e mais fácil ficará o processo de perdoar.

Mas como praticar o perdão diariamente?

Não deixe ou não espere que os problemas, a mágoa, a dor se tornem gigantescos para começar a reconhecer que ali existe algo a ser perdoado. Procure desenvolver um processo em que você diariamente analisa os seus sentimentos, as suas emoções, o que aconteceu no seu dia para que caso você encontre qualquer mágoa, qualquer rancor ou qualquer outra emoção em que você esteja culpando e julgando o outro, você possa nesse mesmo dia ou no dia seguinte já fazer a prática do perdão e se libertar do que te aprisiona.

Mãos unidas segurando flor pequena
Pixabay | Pexels

Sim, porque todas as vezes que não perdoarmos estamos nos aprisionando no passado. Quando isso acontece, você deixa de viver o presente inteiramente e passa a deixar o espaço dentro de você, uma energia para repassar com frequência por esse sentimento de mágoa e rancor. Por isso, o processo de perdão é algo Libertador e que independe da outra pessoa.

Entre muitas oportunidades para fazer a prática do perdão, quero falar de duas formas fáceis e práticas de você garantir a prática do Perdão diária:

1. Utilizando o seu diário de bordo: ter um diário para que você anote e reflita sobre os seus dias é uma das ferramentas mais importantes de autoconhecimento. Você pode entre outras coisas dar uma nota de 0 a 10 para o seu dia, inserir pelo menos três motivos pelos quais você ficou grato dentro desse dia e três pontos a desenvolver. Feito isso, você pode verificar se há necessidade de se autoperdoar, de perdoar o outro ou alguma situação que ocorreu durante seu dia.

2. No seu ritual da manhã: se você ainda não tem, talvez esta seja a hora. Definir a sua primeira hora da manhã para seu autocuidado físico, emocional, intelectual e espiritual. Nessa hora, além de práticas de gratidão, você insere sua prática do perdão, incluindo seu autoperdão, por críticas exageradas, excesso de expectativa e outras coisas que você normalmente se cobra.

Você também pode gostar

Comando para perdão

Para sua prática de perdão, você pode utilizar o comando abaixo, adicionando qualquer ponto que sinta necessário.

Escreva ou verbalize: Eu (coloque seu nome) perdoo ______ (coloque o nome da pessoa) por todas as ações conscientes e inconscientes que ela possa ter manifestado comigo. Eu sei que ao fazer isso me desprendo e solto essa dor, possibilitando que coisas novas e positivas venham até mim. Hoje, eu escolho perdoar. Hoje eu escolho deixar ir, hoje eu escolho compaixão e amor.

Sobre o autor

Juliana Loureiro

Juliana Loureiro

Há algum tempo, uma vontade extrema de viver e explorar a vida batia no meu coração. Eu tinha tudo que uma vida convencional pedia, mas sentia que a vida me escapava.

Decidi me tornar a dona da minha própria vida. Troquei a carreira corporativa como Diretora de Marketing por uma aventura pelo mundo abordo de um veleiro com meu marido e dois filhos pequenos.

Quebrei paradigmas, senti muito medo, percorri um caminho longo de autoconhecimento, mas, finalmente, passei a viver a vida ao máximo. Renasci. Libertei o espírito vivo, nômade, explorador, viajante que sempre esteve em mim, e ainda passei a ter como missão inspirar e ajudar as pessoas a viverem a vida ao máximo.

Vem comigo despertar para uma vida cheia de significado, criar coragem para mudar e passar a viver a sua vida ao máximo.

Contato:

Email: [email protected]
Site: vivaavidaaomaximo.com.br
Canal Telegram: Viva a vida ao máximo
Facebook: vivaavidaaomaximo
Instagram: @juliana_loureiro_oficial
YouTube:
Juliana Loureiro