Autoconhecimento

Qual a raiz do medo?

Escrito por Eu Sem Fronteiras

Pare por um instante e tente se lembrar de coisas que você deixou de fazer ou fez por causa do medo. Se você for uma pessoa comum, como eu e a maioria da humanidade, deve ter se lembrado de várias situações. Agora pense um pouco em tudo o que você deixou de vivenciar ou poderia ter ganho de experiência de vida se não fosse pelo medo. É angustiante saber que estamos deixando de viver por causa disso. Mas agora vem a pergunta: como vencer o medo?

Como em todos os problemas que as pessoas têm na vida, eu sempre as levo a refletir sobre esse ponto: cave fundo e ache a raiz do problema. É como uma planta que tem a raiz podre. Se você apenas cortar os galhos, novos galhos problemáticos vão surgir novamente. Mas se você arrancar a raiz podre, uma nova árvore frutífera poderá ser plantada.

Abandoned Scared Kid With Hands Near Face Looking With HorrorA raiz do medo pode estar em diversos lugares. Seja um trauma da infância, uma experiência desagradável com pessoas próximas, problemas com drogas, ou até mesmo a ansiedade, não existe apenas um único lugar onde o medo começa a crescer. O segredo para encontrar a sua resposta (pois cada pessoa deve procurar as próprias raízes de seus problemas) é buscar um método de autoconhecimento. Apenas descobrindo quem somos de verdade poderá ajudar a encontrar as raízes de nossos medos e angústias e assim podermos nos libertar deles.

Algumas pessoas encontram o autoconhecimento na filosofia, outros na religião, outros na terapia, outros na meditação. O importante é você encontrar o meio que te faça melhor e consiga fazer você trazer de seu inconsciente as respostas para melhorar a sua vida e ganhar cada vez mais confiança e segurança em si mesmo. Pois, confiando na sua essência, nenhum medo pode te abalar. E, se algum método não funcionar, não desanime. Procure a forma de autoconhecimento que te faça bem e funcione para você. Se existem diversos métodos, é porque um deles é o que vai te levar a se conhecer melhor e ajudar a superar os seus desafios.

Então mentalize que o presente é onde você vive e tem o total controle para mudar.

Outro ponto importante que sempre gosto de ressaltar é a importância de viver o agora, o presente. O medo muitas vezes têm a sua origem no passado, assim como a ansiedade é gerada a partir da expectativa de um futuro incerto.Não podemos mudar o passado e nem viver um futuro que ainda não existe. Mas sempre podemos encarar o presente de forma corajosa e verdadeira, de peito aberto para o que acontece. Aprenda a confiar em si mesmo e assim nada pode abalar o seu presente. Pois é nele que você vai viver e ser quem você realmente é, e, o mais importante, sem medo.


  • Ricardo Sturk da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para colunistas@eusemfronteiras.com.br