Autoconhecimento Psicanálise

Quando chega a hora de pedir ajuda!

pedir ajuda
Ana Cerqueira
Escrito por Ana Cerqueira
Olá, amigos do Eu sem Fronteiras! Sejam muito bem-vindos novamente por aqui. Sintam-se em casa.

Hoje vou falar sobre aquele momento nas nossas vidas em que a dor é mais forte do que nós, olhamos para o lado e não vemos saída, a vida parece sem sentido, sem brilho e as coisas começam a dar errado. Nestes momentos, precisamos ter a humildade de perceber que necessitamos de ajuda, deixar de lado os preconceitos e buscar a liberdade e a felicidade verdadeiras, independentemente do que vão pensar da gente.

A terapia é peça importante nestas fases das nossas vidas. Terapia não é para loucos, terapia é para poucos. São poucos os que estão dispostos a parar de colocar a culpa no outro e na vida de todos os seus problemas e frustrações. São poucos os que possuem coragem de olhar para a sua vida e enxergar que está onde está por sua própria conduta e escolhas. São poucos os que conseguem olhar para si e enxergar o verdadeiro eu, que é cheio de imperfeições e sombras.

Fazer terapia é olhar para dentro, não para fora. É entender que as máscaras que usamos para a vida só nos fazem sofrer, e que quando agimos em desacordo com quem realmente somos interiormente, sempre seguimos direções que nos levam aos caminhos mais tortuosos e tristes.

pedir ajuda

Fazer terapia é se aceitar como imperfeito sim, mas capaz de melhorar a cada dia, não pelos outros, mas por si mesmo. É aprender a se amar e se abraçar em todas as partes, sejam elas luz ou escuridão. É aprender também a aceitar o outro com suas limitações e amá-lo pelo que ele é e não pelo que gostaríamos que ele fosse.

Não desperdice mais tempo da sua vida em sofrimentos vãos. A vida não nos foi dada para isso, ela nos foi dada para que façamos dela o melhor caminho, a melhor oportunidade de todas. Oportunidade de crescer, de evoluir, de amar e se amar.

Aceite seu lado B, abrace-o com amor e carinho. Busque ajuda e não se entregue às tristezas e sofrimentos. Todos eles foram reflexos do seu modo de vida, então se aventure neste desafio de mudar a percepção e fazer diferente, para que a vida seja diferente.

Não adianta culpar o mundo, não adianta se vitimar e se lamentar. A mudança só pode ser feita de dentro para fora, e ninguém muda ninguém, só a si mesmo.

Pare e pense! Acredite na sua força e no seu amor interior, jogue fora o orgulho e procure ajuda. Não desperdice seu tempo e sua vida em dores, busque ser feliz. Deixe de lado qualquer tipo de preconceito infundado, se dê a oportunidade e procure um terapeuta. Fazer análise fará com que a cada dia você descubra uma parte de si que foi esquecida em algum momento na sua vida tão corrida. E que hoje cobra atenção de você.

Um beijo no coração de cada um e até a próxima.

Sobre o autor

Ana Cerqueira

Ana Cerqueira

Sou Psicanalista Clínico, com especialização em Métodos de Acesso Direto ao Inconsciente. Tenho graduação em Publicidade e pós-graduação em Comunicação Digital. Sou Autora do Blog “Amor pela Psicanálise”.

E-mail: [email protected] | [email protected]
Facebook: Amor pela Psicanálise
Instagram: @amorpelapsicanalise
Site: Blog Amor pela Psicanálise