Saúde Integral

Que tal realizar um autoexame em sua língua hoje mesmo?

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

O ano de 2017 já começou e muitas pessoas aproveitam o começo de um novo ano para fazer um check up completo e ver como anda a saúde, além de ajustar alguns “parafusos” aqui ou ali, caso seja preciso.

Os médicos pedem diversos exames: de sangue, do coração, dos rins e do pulmão, entre outros. Mas e a sua língua? Quando foi a última vez que ela foi examinada? Quando somos crianças, os pediatras têm o costume de examinar esse poderoso e importante músculo do corpo humano a cada consulta. Porém, depois que nos tornamos adultos, nem todos os médicos mantêm esse hábito.

Todavia o que muitas pessoas não sabem é que a língua pode ser um importante refletor do nosso organismo como um todo. É claro que ela não tem o poder de nos contar tudo, com todos os detalhes, mas ela é um indicador infalível para ao menos descobrir se há algo de errado com o nosso corpo.

Muito além disso, a língua é tão importante para o nosso funcionamento que, por si só, já mereceria ser sempre examinada. Já parou para pensar que sua língua é grandemente responsável por você conseguir falar, se alimentar e também por sua capacidade de processar e digerir alimentos, sentindo o sabor de cada um deles, inclusive? Sem a língua, nós perderíamos diversas habilidades!

De qualquer forma, de fato é importante examiná-la para ter alguma ideia do que acontece no restante do nosso corpo. A anemia, por exemplo, pode ser diagnosticada por exames na língua, assim como problemas gastrointestinais, estomacais, nos rins e no fígado, além de cânceres de boca.

E é claro que qualquer doença será diagnosticada apenas por profissionais da medicina e da odontologia, mas é muito importante que você realize autoexames em sua língua e que tenha a capacidade de reconhecer os primeiros sinais de quadros de doenças.

Autoexame

Abra bem a boca em frente a um espelho bem limpo – tente não respirar muito próximo ao espelho para não embaçar sua visão. Olhe a aparência de sua língua. Ela deve ter, por padrão, uma coloração rosada e textura homogênea.

Caso sua língua esteja muito amarelada ou muito avermelhada, isso é sinal de que você deve procurar um médico. O mesmo vale para secreções brancas ou qualquer outro tipo de muco que você considere estranho – ou seja, qualquer um além de sua saliva.

Manchas e placas brancas devem ser avisadas ao ortodontista, ao clínico geral ou ao seu médico de confiança, que poderá solicitar exames mais detalhados e preciso sobre sua situação.  

Cuidado e higiene

A língua é muito importante para o funcionamento do organismo – aliás, a boca inteira é. Portanto é sensato cuidar bem dela. A recomendação é escovar os dentes sempre após as refeições (inclusive após a ingestão de líquidos que não sejam água). Mas não pare sua higiene bucal apenas na escovação dos dentes! Passar fio dental, escovar a língua e fazer bochecho e gargarejo com líquidos antissépticos bucais apropriados é também necessário.

Não hesite em procurar ajuda

O autoexame e a preservação da língua (realizada com a higiene bucal) devem ser realizados sempre. Mas ao primeiro sinal de anormalidades, não hesite em contatar o seu médico. Lembre-se de que apenas ele poderá diagnosticar precisamente o que você tem. O seu corpo é o seu bem mais precioso, então cuide bem dele!


Texto escrito por Giovanna Frugis da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]