Autoconhecimento

Sabedoria Sagrada e o Feminino

Círculo feminino
Marcia Lima
Escrito por Marcia Lima
Diz uma lenda que existiram mulheres muito sábias, eram chamadas de As 13 Matriarcas, e que elas eram muito conectadas com a sabedoria divina, reuniam-se em círculos sagrados passando conhecimento e dissipando o resgate da poderosa energia feminina entre as demais mulheres. Cada matriarca abrigava em seu coração o poder do conhecimento e da sabedoria, em seu ventre abrigava a capacidade de gerar sonhos. A lenda também diz que toda a sabedoria por elas alcançada ficou registrada em um campo sagrado, acessível a todas aquelas que o buscarem com a intenção pura de encontrar-se.

Será que lendas são apenas lendas?

No fundo, não sabemos. Mas todos sabemos que toda história abriga muitos pontos de verdade. Fato é que hoje existem muitos círculos sagrados que se encontram pelos 4 cantos do planeta, cuja finalidade é somente uma: a de recuperar a força interior que a mulher tem e expandi-la, fazendo-a acessar sua sabedoria, desenvolver os seus dons e trabalhar em conjunto para a autocura e o equilíbrio de seus pensamentos e sentimentos.

Círculo femininoToda cura é realizada a partir de sua raiz. Por isso, a palavra útero é vista como o simbolismo mestre nesse ensinamento. O útero seria o centro, o ponto inicial de partida, a raiz. Isso interliga todas as mulheres, pois o que importa não é o órgão, e sim a energia que o simbolismo dele carrega. Como se não fosse o útero em si, mas a mulher fosse o ponto de partida e também o de encontro. Se lançarmos um olhar sobre as constelações familiares, Bert e Sophie Hellinger nos trazem aprendizados importantes quando os ouvimos dizer:

  • Só temos forças para ir para a vida quando vamos ao nosso pai. É ele quem nos dá coragem para a vida! (Mesmo que não esteja conosco).
  • E com relação ao nosso pai, só temos uma coisa a dizer: Obrigado!
  • E quem nos leva ao nosso pai é a nossa mãe.
  • É na mãe que encontramos a alegria!

O trabalho dos círculos de mulheres gira em torno do resgate do poder feminino, são lugares onde se encontra espaço para conhecer a sua melhor versão, onde se aprende a olhar para dentro de si, entrar em contato com os seus desafios, ouvir o próprio corpo e olhar para as suas dores. A volta para dentro é um caminho de sabedoria, na estrada a busca é se perdoar, falar sobre si, suas dificuldades e seus medos.

Círculo feminino

Por meio desse conhecimento passa a se viver honrando e respeitando os seus corpos e as suas necessidades emocionais e mentais. E assim curando a si mesmas, essas mulheres passam então a corrigir os padrões familiares de dor que todas as mulheres das gerações anteriores carregaram. Acolhendo também os erros e acertos daquelas que vieram antes. E as suas vidas passam a se alinhar com o melhor que existe dentro de si mesmas. Alinhando a caminhada para a harmonia, o respeito e o equilíbrio interior.

O despertar de uma nova consciência sobre si traz muito mais empoderamento, afetividade, tranquilidade e amor pela própria vida. Em consequência disso, as mulheres se desligam um tanto da tecnologia e fazem um caminho de volta para se perceber, se interiorizar e acessar à sabedoria do próprio corpo.

E quando uma mulher se cura, passa a ser curadora. O que leva benefícios a si, aos seus e a toda a humanidade.


Você também pode gostar de outro artigo desta autora. Acesse: A sabedoria das águas

Sobre o autor

Marcia Lima

Marcia Lima

Com formação em: Acupuntura | Medicina Tradicional Chinesa | Terapia Cognitivo Comportamental | Massoterapia com Linguagem do Corpo | Aromaterapia | Florais de Bach | Iridologia

Estudante de Psicologia e Psicanálise.

Apaixonada por Fotografia.

Blog: institutozhejin.blogspot.com.br
Email: [email protected]
Tel/Wats: (11) 98570-2267
Facebook: facebook.com/institutozhejin