Saúde Integral

Síndrome do bebê sacudido

Stressed Mother Holding Baby In Nursery
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

A Síndrome do bebê sacudido pode causar problemas sérios nas crianças. Um chacoalhão é capaz de trazer consequências prejudiciais para a saúde delas. Mas, em geral, acontece em casos extremos, quando a criança sofre com as agressões de um cuidador num momento de total descontrole, num movimento para trás e para frente, sem deixar a cabeça apoiada.

Para quem nunca ouviu falar desse tipo de problema, o nome Síndrome do bebê sacudido pode até parecer engraçado e inusitado. Mas este é um problema sério, que pode acontecer até mesmo por meio de inocentes brincadeiras. Esta síndrome se caracteriza por sangramentos no cérebro, causados por movimentos bruscos.

As hemorragias mais graves acontecem em casos mais extremos, ou seja, quando a criança é vítima de maus tratos. As mais comuns são aquelas que acontecem quando os pais, na tentativa de acalmar o bebê, acabam por sacudi-lo. Por isso, brincadeiras mais bruscas – por exemplo, jogar a criança para cima – estão completamente fora de cogitação.

Isso acontece porque até a criança completar dois anos, o cérebro ainda é muito sensível a lesões por não estar formado totalmente. Estas lesões poderão desencadear no futuro alterações na memória, irritabilidade e convulsões.

Mas o que fazer em situações de vulnerabilidade, de descontrole?

Primeiramente, pare e vá respirando profundamente até conseguir voltar ao seu estado normal. Lembre-se: você é um adulto. Outra boa dica é pressionar os lábios e contar até 5, 10, ou até quando for necessário.

Se não conseguir manter o controle, saia do ambiente e reflita quais os verdadeiros motivos de você estar se sentindo tão sem paciência.

Sintomas

Crianças com essa síndrome apresentam alguns sintomas específicos, por exemplo: vômito, extrema irritabilidade, pele azulada e pálida, problemas respiratórios, estado profundo de sono, convulsões e inapetência.

As sequelas podem ser definitivas ou apenas transitórias. Alguns bebês podem ter o seu desenvolvimento psicomotor afetado, ter lesões na retina e até surdez. O óbito só acontece em 30% dos casos.

Não confunda a Síndrome do bebê sacudido com as brincadeiras normais que você deve ter e fazer com seu filho, por exemplo, as chacoalhadas do carrinho quando você passeia, um abraço bem apertado, etc. O que realmente faz mal são os movimentos mais bruscos.

Os primeiros anos de desenvolvimento do bebê são muito importantes. Você sabia que as emoções podem influenciar muito nesse período? Confira no site: O poder das emoções no desenvolvimento de um bebê.


  • Texto escrito por Flávia Faria da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sua opinião é bem-vinda, sempre que colocada com a educação e o respeito que todos merecem. Os comentários deixados neste artigo são de exclusiva responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]