Autoconhecimento Psicoterapia

Técnicas de psicoterapia

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Quando falamos em terapia, muitas pessoas ainda têm um certo preconceito com esse tipo de tratamento. Muitas vezes, a primeira imagem que vem à cabeça é aquela situação clássica de uma pessoa deitada no divã de costas para um analista que ouve os seus problemas e depois dá um diagnóstico do que ela está sofrendo. Esse tipo de terapia existe, mas não é o único. Com a evolução dos estudos de psicologia e psicoterapia e as descobertas de métodos alternativos de tratamento, muitos outros tipos de terapia surgiram nas últimas décadas. Veja abaixo alguns deles.

Terapia de fantoches

É um tipo de terapia que funciona tanto com crianças quanto com adultos. Ela é uma forma de criar um distanciamento entre o paciente e o terapeuta. Dessa forma, a pessoa fica mais segura de compartilhar os seus sentimentos e conversar sem medo de ser julgada.

Terapia da horta

É um método muito usado em penitenciárias e grupos comunitários. O trabalho em equipe para cuidar de plantas faz com que os envolvidos aprendam lições sobre paciência, cuidado e cooperação. Além de também ajudar na autoestima quando as pessoas veem as plantas nascendo como resultado do esforço e da organização de todos.

Brincar na areia

É como aquela brincadeira de praia onde as crianças fazem castelos de areia. Mas, como terapia, serve para o paciente expressar através de formas na areia o que está sentindo por dentro. Pode servir para tratar alguns traumas que a pessoa não consiga expressar em palavras.

Xadrez

É uma terapia que serve para o paciente aprender a solucionar problemas. Em muitos casos, a confusão mental é uma das causas de diversos males que possam atrapalhar a vida da pessoa. Por isso, aprender a organizar os pensamentos e controlar a mente para solucionar uma jogada de xadrez pode ajudar como parte de um tratamento.

Vivência na natureza

Algumas terapias enfatizam a importância das pessoas entrarem em contato com a natureza para encontrarem o seu verdadeiro eu. Em algumas situações de sobrevivência longe da civilização, podem trazer aprendizados valiosos sobre forças que a pessoa nem imaginava ter.

Equoterapia

É a terapia feita com o paciente andando a cavalo. É muito utilizada no tratamento de crianças com Síndrome de Down. Lidar com um animal como o cavalo ensina a ter paciência e também desenvolve a autoestima e a superação de medos.

Hipnoterapia

Alguns traumas estão guardados bem no profundo de nossa mente inconsciente. A hipnoterapia trabalha exatamente com esses problemas. A hipnose é uma forma de ter acesso à mente inconsciente do paciente.

Terapia da nudez

Apesar de não ser muito conhecida e popular, a terapia da nudez pode ajudar a pessoa a se aceitar como ela é e ajudá-la a se livrar de expectativas que ela mesma cria por causa de padrões sociais e culturais.

Terapia de choque

Essa terapia coloca a pessoa de frente com os seus medos de uma forma mais rápida e objetiva. Por isso, o nome “terapia de choque”. O tratamento se dá pelo choque que é causado quando a pessoa fica cara a cara com os seus maiores medos a serem superados.

Terapia do sexo

Alguns problemas podem ser tratados com terapeutas que estudam a relação do sexo com aspectos psicológicos do paciente. Não há nada de banal ou recreativo nesse tratamento. O sexo é visto como um meio de levar o paciente a superar conflitos internos que venha a ter.


Texto escrito por Ricardo Sturk da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]