Nutrição Veganismo

Veganismo no Natal

Luciana Pessutti
Escrito por Luciana Pessutti
Para a maioria dos religiosos, no dia 25/12 é celebrado o Natal, nascimento de Jesus Cristo. Esse é um momento de reflexão, de olharmos para trás e observar o que estamos fazendo de bom e o que temos a melhorar. A celebração do nascimento de Cristo deve-se começar com a paz no coração, levando esse sentimento até a mesa.

“…E a carne de animais mortos em seu corpo transformar-se-á em seu próprio túmulo. Pois em verdade vos digo: quem mata, mata a si, e quem come a carne de animais mortos, come o corpo da morte. ”

(Jesus Cristo – O Evangelho Essênio da Paz)

Não devemos celebrar a vida de um Ser Iluminado com a morte de animais inocentes. Os animais não devem pagar pelos nossos pecados. Façamos opções saborosas livres de sofrimento. Existem várias escolhas que podemos fazer nessa data tão especial sem sacrificar nenhum animal inocente.

Veganismo não é religião, porém, como é uma filosofia de vida de não exploração dos animais não-humanos, não concordamos com a prática dessa celebração com morte.

“O vapor da carne obscurece a luz do espírito… Dificilmente se pode ter virtude quando se desfruta de refeições e festas com carne…”

(São Basílio – D.C. 320-79)

Sobre o autor

Luciana Pessutti

Luciana Pessutti

Oi, meu nome é Luciana Pessutti, sou vegana desde abril de 2011.

Desde criança não achava correto ter os “bichinhos” no meu prato, porém somente depois de adulta fui conhecer o veganismo e, desde então, divulgo por meio da internet informações dos bastidores da indústria de laticínios, ovos, mel e demais explorações

que acontecem com os animais, visando conscientizar para o fato de podermos ter uma vida ética e saudável sem precisar explorar ou matar animais.

Uma das minhas frases preferidas é:

“Olhe no fundo dos olhos de um animal e, por um momento, troque de lugar com ele. A vida dele se tornará tão preciosa quanto a sua e você se tornará tão vulnerável quanto ele. Agora sorria, se você acredita que todos os animais merecem nosso respeito e nossa proteção, pois em determinado ponto eles são nós e nós somos eles.”

– Philip Ochoa

Contato: [email protected]
Instagram: @Luzinha4071