Autoconhecimento

Vida em outros planetas: Podem existir cerca de 100 milhões de planetas na galáxia com vida

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras
É isso mesmo que você leu! Um novo estudo indica que a infinita Via Láctea pode ter até 100 milhões de planetas com vida complexa. A questão nesse sentido é que esses mundos podem estar há anos luz de distância de nós.

Louis Irwin, principal autor do estudo e professor emérito da Universidade do Texas em El Paso afirmou: “Por um lado, parece altamente improvável que estejamos sozinhos. Por outro lado, é provável que estejamos tão longe da vida no nosso nível de complexidade, que uma reunião com tais formas alienígenas seria extremamente improvável num futuro próximo”.

O estudo se baseou  em uma lista de mais de 1.000 exoplanetas tendo em sua densidade, temperatura, química, idade e distância da estrela-mãe analisada metricamente uma por uma. Então, a equipe de Irwin formulou um “Índice de Complexidade Biológica” (ICB) que varia entre 0 e 1,0. O índice é avaliado em “número e grau de características consideradas importantes para apoiar múltiplas formas de vida multicelular”, afirmou sua equipe de pesquisa.

A garantia de que exista vida em todos os lugares indicados no estudo não é grande, porém não pode ser descartada. A pesquisa elucidou que a forma de vida pode variar começando por simples micróbios e insetos.

Irwin finaliza: “Os planetas com maiores valores de ICB tendem a serem maiores, mais quentes e mais velhos do que a Terra de modo que qualquer busca de vida complexa ou inteligência esteja apenas restrita para planetas como a Terra ou para a vida como a conhecemos na Terra, onde provavelmente seria demasiadamente restrita”.


Texto escrito por Bruno da Silva Melo da Equipe Eu Sem Fronteiras

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]