Saúde Integral

Você sabe como andar direito?

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

A maioria das pessoas que quer emagrecer acaba optando por uma caminhada. Isso porque ele é um exercício fácil que pode ser praticado em qualquer ambiente, seja uma academia ou uma praça, rua ou avenida. Além disso, este tipo de atividade oferece diversos benefícios para a nossa saúde, incluindo a gestão e a prevenção de doenças como a elevação da pressão arterial, doença cardíaca, diabetes tipo 2, melhora da coordenação, do equilíbrio, do humor, o fortalecimento dos músculos e dos ossos.

Apesar de parecer uma atividade bem simples de ser executada, muitas pessoas acabam prejudicando a própria saúde, porque não andam da maneira correta, e nem sequer sabem disso. E você, sabe como andar direito?

Se você também gosta de caminhar, mas sente dores nos joelhos, nos ombros, nos tornozelos, nos quadris, nas articulações ou nos pés, é melhor consultar um médico. O problema pode estar em uma lesão antiga, mas também pode ser fruto do modo como você anda. E o resultado disso são dores e muito desconforto. É normal que depois de uma caminhada você se sinta cansado, mas sentir dor não.

A maneira certa de posicionar os pés

Tenha em mente que em todos os momentos que decidir caminhar, pelo menos um dos seus pés deve estar posicionado no chão. Um movimento de perna suave só é atingido quando o pé do calcanhar atingir o chão.

Se ouvir um som alto, semelhante a um tapa enquanto anda, você deve estar pisando de maneira abrupta.

Também muito importante manter sempre a cabeça erguida. Não olhe para o chão enquanto estiver andando. É claro que você precisa ver para onde está indo, evitando assim perigos. Mas, como fazer as duas coisas de modo seguro?

Você pode estar se sentindo confuso a respeito dessa informação, mas essa habilidade só requer um pouco de prática. Você pode fazê-la até mesmo em terrenos mais complicados e complexos. Em seus passeios, vá se acostumando a olhar para a sua frente, e observe seus movimentos. Se você está acostumado a olhar fixamente para seus pés, pode se sentir estranho no começo, mas logo irá perceber que mesmo que o caminho seja complicado ou que exista um obstáculo, na maior parte do tempo, você pode simplesmente olhar brevemente para baixo na beira de calçadas. Quando você finalmente pegar o jeito, vai ficar surpreso com o pouco que você realmente precisa olhar para baixo.

Cuidado com a postura

Na hora da caminhada, vale também ficar atento com a sua postura. Gerencie-se para manter sempre as costas retas e os músculos do estômago envolvidos. Isso significa que quando estiver sentado, pode senti-los um pouco mais apertado do que o normal.

Se você está acostumado a ficar muito curvado, a parte mais desafiadora de começar a praticar este tipo de atividade pode ser esta. Mas não desista, ela é muito importante. Existem alguns exercícios básicos que podem ajudá-lo no fortalecimento dos músculos das costas.

Relaxe

A dica mais valiosa para andar de maneira correta é relaxar. Se você anda com os ombros e o pescoço para cima em torno de suas orelhas, costuma manter suas costas arqueadas para trás, o bumbum apertado, provavelmente se cansará rapidamente, além de não respirar bem.

Quando andar, o tronco e a parte superior de seu corpo devem estar totalmente descontraídos. As pernas e os braços devem se manter em movimento, no balanço, e os ombros baixos. Respire profundamente, mas não force.

Não se esqueça de se vestir de maneira adequada para a sua caminhada. Opte por roupas leves e calçados mais confortáveis. Também é importante consultar um médico para realização de exames básicos de saúde que atestem sua plena capacidade para realização da atividade.


Texto escrito por Flávia Faria da Equipe Eu Sem Fronteiras

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]