Nutrição Saúde Integral

Intestino saudável com probióticos e prebióticos

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras
Como anda a saúde do seu intestino? Essa pergunta não é muito ouvida, mas pode mudar totalmente a sua vida e deve ser feita pelo seu nutricionista.

Um intestino saudável é capaz de absorver os nutrientes, resistir algumas doenças e evitar que as toxinas ultrapassem suas paredes e vão parar na corrente sanguínea.

Sabe como você pode descobrir se está tudo certo? Observando o aspecto das fezes. São elas que sinalizam como anda o seu intestino e orientam o seu nutricionista para as mudanças adequadas na dieta.

Conforme for esta avaliação, o mais indicado é um combo de prebióticos e probióticos.

Os probióticos já são velhos conhecidos. Alimentos que possuem bactérias vivas e que são benéficas para o intestino, como os lactobacilos.

Já os prebióticos são substâncias com fibras e que têm a função de alimentar os micro-organismos (probióticos) do bem.

Um combo destas substâncias ajuda no equilíbrio da microbiota, que é o conjunto de bactérias que habitam o intestino.

Quando a microbiota está desequilibrada, a perda de peso fica impossível, além da imunidade ser muito prejudicada. Outro fator que se complica é o humor, já que 90% da serotonina, neurotransmissor ligado à sensação de bem-estar, é produzida no intestino. Não é à toa que ele é considerado o nosso segundo cérebro. Em casos extremos, o paciente pode apresentar até um quadro de depressão e apatia. Com o equilíbrio, evita-se a formação de gases, o que também ajuda no bem-estar.

Para manter esse equilíbrio invista em iogurtes e outros alimentos probióticos, como legumes e bebidas fermentadas, kefir, um leite fermentado e kombucha, considerado um remédio natural feito a partir da fermentação do chá preto. O ideal é consumir esses alimentos diariamente, para que o efeito seja prolongado.

Os alimentos prebióticos são encontrados até com mais facilidade em alimentos de origem vegetal, como cebola, tomate, banana, trigo, aspargo, alcachofra, entre outros.

Mas antes de tudo, procure o seu nutricionista e responda, com sinceridade, aquela pergunta feita lá em cima. Só este profissional vai te indicar a melhor forma para encontrar o equilíbrio no seu organismo.


Texto escrito por Gabrielle Carreira da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]