Nutrição

Você sabe qual é o prazer de fazer seu pão?

Regina Rodrigues
Escrito por Regina Rodrigues
A primeira vez que eu fiz pão, me lembro como se fosse hoje, minha querida avó Maria pôs uma bacia em cima da mesa da enorme cozinha e foi me explicando passo a passo. Na época eu devia ter uns 9 ou 10 anos, acredito que daí já surgiu a paixão por fazer pães. Confesso que ainda fico impressionada como esse assunto fascina tantas pessoas, também não é à toa.

Sempre me pergunto: tem coisa mais gostosa de fazer? Aquele cheiro que invade a casa e te denuncia para quem passa pela sua porta é um incentivo até para marinheiros de primeira viagem. É indescritível preparar a massa, esperar crescer, assá-la e, claro, comer… É muito prazerosa essa experiência! Posso garantir que é até divertido ver farinha, água, açúcar, sal e fermento se transformarem em um alimento rico e saboroso que, minutos antes de sair do forno, que anuncia: desejo ser devorado!

Fazer pão é uma arte e, como toda arte, pede atenção, paciência, técnica, bons ingredientes e braço forte para uma boa sova ou algum equipamento auxiliar nada complicado. O importante é ter em mente que é possível fazê-lo com o que você tem casa. Por isso, fiz questão de gravar na minha casa. Foi muito engraçado, pois moro em um apartamento de 70 metros quadrados e acabamos filmando boa parte na sala de jantar, já que na cozinha não cabiam pessoas e equipamentos, mas o importante foi que saiu um pão grande, macio e saboroso.

Então, convido você a assistir o vídeo de 11 minutos e colocar a mão na massa!

Sua opinião é bem-vinda, sempre que colocada com a educação e o respeito que todos merecem. Os comentários deixados neste artigo são de exclusiva responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.

Sobre o autor

Regina Rodrigues

Regina Rodrigues

A alegria vem da alma quando falo que sou PADEIRA. Comecei minha jornada em 2011 fazendo o curso de Padeiro no SENAI e desde lá não parei mais.

Lógico que também passei pela Escola Levian do Rogério Shimura.

Sempre lendo, testando receitas e aprendendo. Gosto de ver as pessoas comerem pães, biscoitos, doces enfim, alimentos mais saudáveis sem necessariamente serem light, diets, sem glúten e por aí afora.

Esse é o meu combustível! É o que me faz acordar todos os dias e mesmo diante de todas as incertezas persistir no meu sonho.

Vida de padeiro não é das mais fáceis. Ralamos muito: da separação dos ingredientes, no trabalhar da massa e no acompanhar o crescimento exige uma concentração de extrato de tomate. Só sabemos do resultado do nosso labor depois de assado.

Horário de início de jornada: madrugada e horas e horas e + horas em pé. Toda essa maratona é perfeitamente justificável quando sai do forno aquele pão leve, macio e saboroso, bonito. Aí você fala “eu sou o cara”.

Isso é o meu dia a dia. Regina Rodrigues

Formação
2011, Jun. – BÁSICO DE CONFEITARIA. Senac. Carga: 15h
2011, Jul a Set. – PADEIRO. Senai. Carga: 96h
2011, Set.– PROFISSIONALIZANTE SEMI-INDUSTRIAL CHOCOLATE. Chocolândia. Carga: 07h
2011, Set. a Dez.- MANIPULADOR DE ALIMENTOS. Senai. Carga: 180h
2012, Fev. a Jun.- QUALIFICAÇÃO TÉCNICA DE AUXILIAR DE COZINHA. ETEC Carlos de Campos. Carga: 500h
2013, Ago.- ATUALIZAÇÃO DE FABRICAÇÃO DE PÃO FRANCÊS. Senai. Carga: 20h
2016, Ago.- BOLOS CONFEITADOS. Senai. Carga: 32h
2017, Mar.- FERMENTAÇÃO NATURAL. Levain Escola de Panificação. Carga: 20h

CONTATOS

Site: Sinhá Cotinha
Facebook: Sinhá Cotinha Fanpage
Instagram: @sinhacotinha
Telefone: (11) 9.5744-1958 (WhatsApp)
Email: [email protected] (skype)