Quiropraxia Saúde Integral

7 coisas que você precisa saber sobre quiropraxia

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

A quiropraxia trata as disfunções da coluna. Você sente dores nessa região e quer mais informações sobre a prática? Então confira aqui 7 coisas que você precisa saber sobre quiropraxia antes de recorrer a um profissional.

O que é quiropraxia?

A quiropraxia previne, diagnostica e trata problemas no sistema neuro-músculo-esquelético e os efeitos destes sobre o corpo. A prática, desenvolvida em 1895 por Daniel D. Palmer, médico canadense radicado nos Estados Unidos, não utiliza remédios nem cirurgias, somente ajustes e manipulações articulares feitas com as mãos.

A técnica consiste de ajustes e manipulações articulares feitos com as mãos.

A técnica não é uma massagem e apenas profissionais graduados podem aplicá-la. Os primeiros cursos universitários na área surgiram nos anos 2000. A graduação tem duração de 5 anos, com 4.560 horas de aulas, e foi autorizada e reconhecida pelo MEC em 2005. Para encontrar um profissional regulamentado, consulte o site da Associação Brasileira de Quiropraxia.

As maravilhas da quiropraxia

Para o quiropraxista Roberto Bleier Filho da Associação Brasileira de Quiropraxia, todos deveriam procurar um profissional da área. Os exercícios agem na reeducação postural, melhorando a mecânica, alinhamento, mobilidade e a autorregulação. O método é indicado para todas as idades, até mesmo para bebês. O paciente é avaliado na consulta e o tratamento é prescrito individualmente.  

O tratamento já vem sendo usado por atletas, tanto é que na Paralimpíada Rio 2016, os atletas eram atendidos diariamente ou então a cada dois dias. A quiropraxista Marise Locatelli, graduada pela Universidade Feeval (Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul) e especialista em Quiropraxia Esportiva pela Faculdade Herreno (Curitiba), revelou em 2015 que potências mundiais do esporte, como Estados Unidos, Canadá, Itália e Austrália, tinham equipes especializadas em quiropraxia.

quiropraxia

Dentre os benefícios da quiropraxia estão:

  • Melhora na postura;
  • Redução de problemas em articulações de punhos, cotovelos, ombros, mãos, quadris, tornozelos e pés;
  • Ameniza dores e tensão muscular;
  • Alívio de dores ciáticas, na coluna vertebral e provenientes de hérnias de disco;
  • Alívio para dores de cabeça;
  • Tratamento auxiliar para cólicas menstruais e bronquite asmática.
O que você ainda não sabe

Tem vontade de se submeter a esse tratamento? Primeiro você precisa conhecer alguns detalhes. Veja aqui as principais dúvidas sobre quiropraxia:

  • Quiropraxia não é massagem nem fisioterapia

Massagem busca relaxamento. A fisioterapia trata dores musculares e espasmos. Já a quiropraxia, como dissemos no começo deste texto, previne, diagnostica e trata problemas na coluna, como dores lombares/cervicais/ciáticas e também tendinites.

  • Quem pode fazer?

Quem não sofre com os problemas citados acima, mas trabalha com computadores, por exemplo, pode procurar um quiropraxista para ajustar a coluna. Grávidas também podem, pois os exercícios são adaptados para cada fase da gestação.

  • Há contraindicações?

Geralmente, pessoas com osteoporose, artéria calcificada, câncer ou que foram submetidas a cirurgias não podem.

  • Como é o tratamento?

Ele divide-se em três fases:

  • Intensivo (três vezes por semana): as dores costumam desaparecer;
  • Corretivo: melhoria na postura e flexibilidade;
  • Manutenção: manutenção dos resultados obtidos.
  • Como saber se o quiropraxista é bom?

Fuja se não tiver diploma de graduação em quiropraxia. Por enquanto, apenas a Universidade Anhembi-Morumbi (São Paulo) e a Universidade Feevale (Novo Hamburgo) têm esse curso. O profissional também deve constar no site da Associação Brasileira de Quiropraxia. Ele ainda precisa realizar uma avaliação rigorosa antes dos exercícios.

  • Tem que ir ao médico antes?

É bom avisá-lo que pretende recorrer a um quiropraxista, mas não é necessária nenhuma avaliação prévia.

  • O quiropraxista pede algum exame?

Depende do caso. O profissional pode solicitar raio-x para pessoas que sofreram quedas graves ou acidentes automobilísticos, por exemplo.

Veja mais informações sobre quiropraxia aqui.


Escrito por Sumaia Salgado da Equipe Eu Sem Fronteiras

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]