Linguagem do Corpo Saúde Integral

O significado psicológico das cores no ser humano

Homem olhando para parede colorida a sua frente
Mario Gogh / Unsplash
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

As cores estão presentes no cotidiano de uma pessoa de inúmeras formas. Na própria aparência, na casa onde vive, no local onde trabalha, na escola onde estuda, no céu, no chão, nas refeições que faz ao longo do dia, nos aparelhos celulares e em muito mais lugares. Elas estão presentes em tantas partes da nossa vida que às vezes nem paramos para pensar sobre elas atentamente.

Você sabia, por exemplo, que as cores podem influenciar a maneira como nos sentimos? Pense um pouco sobre os filmes felizes e sobre os filmes tristes que você já assistiu. As cores que predominam em cada um deles são diferentes, não é? Perceber essa característica já é o primeiro passo para entender mais sobre o efeito que as cores podem ter sobre alguém.

Em outra situação, você já deve ter passado pela experiência de escolher a cor de roupa ideal para o Ano Novo, sabendo que cada uma delas poderia estimular determinadas energias para os próximos meses. Se você nunca fez isso, ao menos conhece alguém que acredita nessa maneira de se vestir em uma data especial.

A seguir, você terá a oportunidade de desvendar o universo da cores, aprendendo qual é o efeito que elas provocam no psicológico de uma pessoa. Continue lendo o artigo com atenção e comece a reparar em como as cores estão presentes na sua vida e quais são as sensações que elas estimulam em você!

O que é a psicologia das cores?

A psicologia das cores é um estudo que une a psicologia e a teoria das cores. É a partir dela que é possível compreender as influências de uma cor sobre as percepções de uma pessoa. Ela é muito utilizada no cinema, na arte e na publicidade, com os objetivos de conduzir as sensações de um(a) espectador(a).

Como e por que as cores influenciam nosso psicológico?

Segundo a psicologia das cores, o cérebro humano identifica cada uma das cores e as transforma em sensações, como se estivesse traduzindo a informação visual em algo que uma pessoa possa compreender ou racionalizar.

Dessa maneira, as cores podem alterar as percepções de temperatura, de peso, de tamanho e de iluminação e podem modificar as emoções, as recordações e o simbolismo de algo ou de alguém.

Folhas de papéis coloridas
Pixabay / Pexels

Para que as cores tenham o efeito esperado, no entanto, elas devem ser utilizadas da maneira correta. O exagero do uso de uma cor ou a falta dele pode alterar o efeito que ela normalmente teria no cérebro de uma pessoa.

A cor amarela, por exemplo, quando utilizada com parcimônia, pode tornar uma pessoa mais concentrada e mais criativa, até mais alegre. Em exagero, porém, ela pode estimular irritabilidade, angústia e ansiedade, sensações bem diferentes das primeiras que foram apontadas.

O que cada cor representa no psicológico humano?

A seguir, você vai entender o que cada cor representa para a psicologia e para Cristina Cairo, que desenvolveu a Linguagem do Corpo. Acompanhe como as cores podem influenciar você e aprenda mais sobre todas elas!

1) Marrom

Homem usando um suéter marrom
Sacha Nouviale / Unsplash

Para a psicologia, o marrom é uma cor que inspira força a solidariedade. Assim, ele pode estimular a união e o companheirismo em um ambiente de trabalho, por exemplo, ou até dentro de casa, onde também trará conforto e confiança.

Segundo a Linguagem do Corpo, de Cristina Cairo, uma pessoa que utiliza a cor marrom no vestuário está sempre em busca de justiça. Ela age com determinação e com confiança, podendo ser um pouco teimosa em algumas situações. No geral, é uma pessoa que cumpre o papel de pai ou de mãe em um ambiente.

2) Verde

Camisetas verdes penduradas no cabide
Keagan Henman / Unsplash

A psicologia das cores mostra que o verde é uma cor que se relaciona com a saúde, com a natureza e com a paz. Porém, em um tom opaco, pode remeter à imagem do dinheiro, despertando a competitividade. Em um tom nem tão claro, nem tão escuro pode promover uma sensação de relaxamento.

Para Cristina Cairo, a cor verde também se relaciona com a natureza. Além disso, alguém que está sempre utilizando peças de roupa com esse tom transmite uma imagem de empatia, de sensibilidade e de confiança. É comum que essas pessoas saibam ouvir e oferecer conforto para quem busca conselhos com elas.

3) Azul

Mulher em frente a algumas árvores usando uma blusa jeans
Micah Hallahan / Unsplash

A cor azul, para a psicologia, transmite seriedade e autoridade. É muito utilizada por empresas que querem imprimir à própria imagem mais credibilidade. Por ser uma cor mais fria, ela também pode estimular sentimentos tristes, sendo utilizada com esse fim em filmes de drama, por exemplo. Empresas de alimentos devem evitar a cor azul, porque ela reduz o apetite.

De acordo com a Linguagem do Corpo, uma pessoa que se veste de azul tem o desejo de ser o centro das atenções. Ela é capaz de envolver um grupo de indivíduos e de promover uma limpeza emocional neles, então ela transmite um ar de pureza e de união de crenças, desenvolvendo a própria espiritualidade.

4) Vermelho

Mulher usando roupas vermelhas segurando uma bolsa com seu braço
Tamara Bellis / Unsplash

A psicologia das cores interpreta que o vermelho é uma cor paradoxal. Ao mesmo tempo em que ela pode representar o amor, também pode representar o ódio. Ela cria um sentimento de urgência nas pessoas e faz com que elas prestem atenção em uma mensagem que está sendo veiculada. Outra característica da cor é que ela pode estimular a agressividade.

Para Cristina Cairo, o uso de peças de roupa vermelhas pode simbolizar que uma pessoa carrega muita raiva dentro de si e que toda essa energia deve ser descontada em algo. É possível que ela tenha um comportamento agressivo ou muito apetite sexual, agindo sempre com intensidade e emoção.

5) Amarelo

Duas mulheres usando roupas amarelas e sorrindo
Eye for Ebony / Unsplash

De acordo com a psicologia das cores, o amarelo é uma cor que desperta a criatividade e pode atrair a atenção de alguém para um objeto ou para um produto. Em grandes quantidades, no entanto, o amarelo pode ser um verdadeiro vilão, estimulando o choro de crianças e a irritabilidade dos adultos. É essencial evitar os tons vibrantes da cor.

Segundo a Linguagem do Corpo, a cor que simboliza a elevação espiritual, a abertura de pensamentos e a proteção de uma pessoa é o amarelo. Então, para criar uma imagem que traga paz, luz e acolhimento, o ideal é apostar em peças de roupa que apresentem esse tom.

6) Preto

Homem sentado em uma escada usando tênis preto
Omar Prestwich / Unsplash

Para a psicologia das cores, ao mesmo tempo em que o preto representa poder, mistério e elegância, ele também pode estar associado à perda e à morte. Assim, os sentimentos que ele evoca em uma pessoa dependerão do contexto no qual esse tom é apresentado e no que ele foi inserido.

Cristina Cairo explica que o preto é uma cor que revela uma rebeldia interna e um desejo de demonstrar a própria irritação de maneira discreta. Alguém que utiliza essa cor com frequência pode ser uma pessoa rancorosa ou muito ressentida, que se sente revoltada com uma situação, mas não é capaz de se manifestar contra ela.

7) Laranja

Homem usando toca e moletom olhando para montanhas
Clay Banks / Unsplash

A psicologia das cores apresenta a tese de que o laranja é a união dos estímulos do amarelo e do vermelho. É um tom que traz criatividade, abertura a novas ideias e rápida tomada de decisão. O laranja também é conhecido por trazer positividade, já que a alegria do amarelo e a suavidade do vermelho trabalham juntas nesse caso.

Uma pessoa que utiliza a cor laranja com frequência, segundo Cristina Cairo, é alguém que está sempre em busca daquilo que deseja e luta por seus ideais com intensidade. Porém essa pessoa também pode ser muito apegada ao passado, tendo dificuldade para lidar com novos pensamentos.

8) Cinza

Regata cinza em um cabide
Henry & Co. / Unsplash

Para a psicologia das cores, o cinza é uma cor neutra e monótona, que carrega um ar conservador e maçante para quem está sempre em contato com ele. Representando a transição entre o branco e o preto, a cor é entendida como algo indiferente e sem emoção. É uma cor sem energia.

Cristina Cairo aponta que a cor cinza, sendo utilizada frequentemente nas roupas, é um indicativo de que a pessoa precisa se resguardar para voltar a enxergar as cores na vida dela. Ela precisa buscar novas atitudes para resolver os problemas que a perturbam e deve agir com mais dinamismo.

9) Bege

Pessoa usando moletom bege
Hieu Vu / Unsplash

A cor bege, de acordo com a psicologia das cores, está associada à calma e à tranquilidade, sendo praticamente um sinônimo de passividade. Dependendo do contexto no qual está inserida, pode simbolizar a beleza clássica, que é neutra e se preserva com o tempo.

Diferentemente dessa ideia, Cristina Cairo defende que quem utiliza a cor bege não é uma pessoa passiva. É, na verdade, alguém que sabe o que quer e que luta por seus ideais, mas faz isso sem a necessidade de mostrar os seus avanços ao mundo. Nesse caso, pode ser vista como passiva, ainda que não o seja.

10) Branco

Mulher em um jardim usando uma blusa branca
Tamara Bellis / Unsplash

Para a psicologia das cores, o branco é um vetor de paz, de tranquilidade e de honestidade para um ambiente. A cor inspira recomeço, esperança e desejo de fazer diferente, então é muito positiva na maioria de seus usos. Além disso, ela também traz uma sensação de limpeza e de boa higiene.

Segundo Cristina Cairo, a cor branca é um sinal de que uma pessoa é esclarecida, calma e que busca sempre a paz para os locais por onde passa. Por ser a soma de todas as cores, somente as melhores energias podem partir de alguém que utiliza essa cor com frequência em peças de roupa.

11) Violeta

Mulher usando vestido roxo em um campo de flores
engin akyurt / Usnplash

Assim como o amarelo e o vermelho, o violeta é uma cor ambígua para a psicologia. Ao mesmo tempo em que ela pode estimular a magia, a espiritualidade e a criatividade, ela também pode ser a causadora de sensações ruins. É contraindicado pintar quartos e paredes dessa cor, para não correr o risco de passar muito tempo exposto a ela.

Na Linguagem do Corpo, essa ambiguidade também está presente. A cor, utilizada em roupas, pode indicar o avanço espiritual de alguém e o desejo de curar outras pessoas. Em outros casos, porém, ela pode estar relacionada ao esgotamento e ao desgaste emocional.

Para as cores a seguir não há um posicionamento específico de Cristina Cairo sobre o que elas transmitem acerca da imagem de alguém, mas ainda é possível descobrir como elas podem ser interpretadas segundo a psicologia das cores.

Você também pode gostar

É raro o uso de trajes com a cor violeta entre os povos do ocidente, mas a mesma é muito utilizada pelos orientais de mente subjetiva e religiosa. É também usada na cromoterapia como recurso para a recuperação da saúde e eliminação de determinados males espirituais.

Por meio desses exemplos de cores com significados psicológicos para o ser humano, você pode compreender um pouco mais de si mesmo e também usar as cores para o seu bem-estar e para conquistar seus ideais. Quanto às cores mais discretas e sóbrias, baseie-se em tons mais próximos daqueles citados. Boa sorte em suas análises e divirta-se dando um maior colorido em sua vida.

12) Rosa

Mulher sorrindo encostada em uma parede
Designecologist / Pexels

A psicologia das cores mostra que o rosa não é um sinônimo de amor, como muitos imaginam. É um sinal de esperança, de conforto e de segurança. É como dizer que tudo ficará bem, desde que seja utilizado sem exageros. A longa exposição ao rosa pode gerar fadiga visual, o que causa irritação, se o tom escolhido for muito chamativo.

13) Roxo

Homem de óculos de sol encostado em uma parede
nappy / Pexels

A cor roxa é interpretada pela psicologia das cores como uma variação mais fechada da cor violeta. A única diferença entre essa definição e a primeira, que foi apresentada anteriormente, é que o roxo está associado mais intensamente à realeza e à nobreza, então pode transmitir uma imagem de que uma pessoa ou um lugar são importantes e estão acima das outras pessoas, em uma posição hierárquica.

14) Salmão

Mulher fotografando com uma câmera fotográfica
Osvaldo Castillo / Pexels

O salmão é uma cor que se posiciona como uma variação entre o violeta e o rosa. Porém, segundo a psicologia das cores, ela é mais associada à felicidade e à harmonia, então é uma cor que sempre traz vibrações positivas onde quer que seja apresentada.

15) Dourado

Mulher segurando globo de festa
Karolina Grabowska / Pexels

Para a psicologia das cores, o dourado é uma cor que transmite luxo, sucesso e riqueza. Em um sentido mais pessoal, ela promove a compreensão de si e do mundo, sendo também muito associada à prosperidade.

Agora que você já sabe quais são as sensações e as impressões que as cores transmitem, tanto segundo a psicologia das cores quanto para a Linguagem do Corpo, comece a observar como elas estão presentes na sua vida. A cor que você mais usa é a cor que melhor transmite quem você é? Reflita!

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]