Convivendo

A competitividade na vida te leva ao sucesso

Pedro Omar
Escrito por Pedro Omar
Não tem jeito, onde há duas ou mais pessoas, quase sempre existe a competição! Pode ser uma disputa declarada ou às vezes uma disputa silenciosa que pode ocorrer por comida, território, pelo espaço, por uma posição, por um mercado ou por atribuições profissionais. Na competição o que importa é que algo ou alguém prevaleçam e sejam aceitos pelos outros.

Quando crianças, disputamos a atenção dos nossos pais, aprendemos desde cedo e a competição está presente nas relações – você não pode negar – veja, por exemplo, como é clara a competição entre homens e mulheres, sogras, avós, amigos, irmãos, a disputa pelo macho ou pela fêmea, a disputa pela melhor nota da sala, da escola, do ENEM, a disputa por uma vaga de emprego, pelo estágio na empresa mais cobiçada do momento ou a competição por posição, um cargo, e assim vai…

Cada um tem suas diferenças e habilidades.

Nesse sentido, podemos perceber que a competição faz parte de nós, da nossa espécie e é saudável quando você pode traçar metas para buscar aprimoramento, alcançar novos objetivos, melhorar em sua carreira, aprender novos idiomas, dar atenção para as pessoas queridas, amigos, familiares, enfim, quando a competição é positiva, todos ganham e você se desenvolve pessoal e profissionalmente.

Onde mora o perigo? A competição se torna prejudicial quando fica exagerada, chegando à obsessão! É quando a pessoa quer a qualquer custo, a qualquer preço e acaba tendo atitudes sem ética para sobressair, para ganhar do outro, sem consequências ultrapassa os limites do respeito e prejudica o próximo e pode causar danos irreversíveis!

Essa competição desleal é muito negativa, principalmente em ambientes que se preza a colaboração! Nossa sociedade ocidental tem esse fator cultural muito forte, pois valoriza demais o Vencedor e a contrapartida, ou seja, o fracasso é uma derrota vergonhosa. Ser o perdedor, ou o segundo lugar no jogo, ou o vice-campeão não tem valor e sempre são comparados com quem é melhor e está na frente!

Cuidado, essa desvalorização acaba com a autoestima! Precisamos aprender a lidar com isso, porque nem sempre é possível ganhar. Aprender a lidar com perdas e insucessos te prepara para alcançar o pódio com muito mais solidez e sabedoria! Às vezes ganhamos, às vezes perdemos, às vezes empatamos, como em um jogo. Cada um tem suas diferenças e habilidades, por isso é importante o companheirismo, a reciprocidade e principalmente o respeito nessa interação.

Competição é boa e te leva à frente se for saudável, pense nisso!

Sobre o autor

Pedro Omar

Pedro Omar

Profº Enfº Palestrante Pedro Omar – Palestrante Motivacional, Enfermeiro, Especialista em Cardiologia pela UNIFESP; Especialista em Enfermagem Clínica Médica e Cirúrgica pela UNIFESP; Licenciatura em enfermagem pelas Faculdades de Guarulhos. Docente do Centro Formador da Cruz Vermelha Brasileira - SP, Docente do Colégio Êxitus de Guarulhos e Docente da ABITEP especializada em concursos públicos para enfermeiros.

Site: www.pedroomar.com.br/
E-mail: [email protected]
Telefones: (11) 5641-5785 | (11) 98289-0316 (WhatsApp)
Facebook: Pedro Omar Palestrante