Saúde da Mulher

A quantas anda a sua libido?

Homem e mulher usando pijamas, sentados lado a lado no chão, em frente a uma cama. Ambos olham para o lado oposto ao outro.
123rf/nd3000
Mônica Porto
Escrito por Mônica Porto

Bom dia ou boa tarde respeitável público! (desculpe a brincadeira… lembrei da chamada inicial dos espetáculos circenses, mas vamos ao assunto).
Outro dia, indo para meus atendimentos, estava no ponto do ônibus junto com um bando de adolescentes, que iam para a escola e como sempre, estavam rindo e em algazarra, tal um bando de maritacas e, de repente, ouço: “ah mano… véio não transa… por isso são tão chatos… mal humorados!!!!”

“Eita”, eu ia responder, mas o ônibus chegou e fui conversando comigo mesma. Pera lá…transa sim!!! Não com o descontrole da adolescência… mas transa!!! Eu transo!!!!

Quanto à chatice e ao mal humor, até que podem estar certos, porque o grande responsável pelo prazer, pelo orgasmo é o hormônio ocitocina, que é um hormônio altamente social, lubrificante das emoções e das engrenagens humanas.

Homem e mulher deitados em cama, abraçados e sorrindo.
123rf/Iakov Filimonov

Por isso que após as pessoas fazerem amor, ou transarem, ficam bem dispostas, alegres, comunicativas e, às vezes, sonolentas, mas sempre famintas.

Daí você me diz: mas depende do meu parceiro(a). A “coisa” não “anda” muito bem!!! Tô no climatério… na menopausa!!!

Ahhhh, para!!! Se não anda, faça andar! Está faltando óleo na engrenagem? Lubrifique! Tem tantas maneiras naturais para isso!

Ahhh, meu caso é diferente! Muitooooo piorrrr! Tô sozinha! Não tenho parceira(o)… há muiiiitooo tempo!!

Você também pode gostar

Mas você tem você!! Quer companhia melhor? Auto erotismo!! Sem se tornar compulsão!

É maravilhoso! Autoconhecimento, autovalorização, inundar-se de oxitocina e sair com os olhos brilhando e a coluna ereta.

Melhora a qualidade de sono, tão importante, quase crucial nesta fase.

Qual é a mulher que já não reclamou por problemas com o sono mesmo estando exausta???

Aliás, esse é um dos primeiros sinais do Climatério em mulheres de 30 a 35 anos.

Pera lá… sou assexuada!! Não gosto de penetração!!

E quem disse que sexo é só penetração????

Lembra o rala e rola quando namorava e não dava pra transar???

Mão aqui, mão ali, beijos longos. Eitaaaa delícia! Dá-lhe prazer, orgasmo, ocitocina.

Mas minha libido está baixa, esse é o problema. Não consigo, viro para o lado e durmo, ou melhor, finjo que durmo!! Ahhh, mana! Vem cá. Baixa libido tem “conserto”! Alimentação adequada. Tem vários alimentos aí para isso. Óleos essenciais, ervas, a a Mãe Natureza é pródiga!!

Alimentos afrodisíacos organizados em pequenas porções: aspargos, ostras, pimentas, canela, romã, abacate, banana e mel
123rf/serezniy

Mas e se o problema for a parceira(o)? Porque a libido baixa tem muito a ver com o parceiro(a) que não está mandando bem, tendo aquela pegada. Solução: troca!! Mas não necessariamente trocar a pessoa. Através do diálogo, jogos eróticos, filmes, um toque aqui, outro ali, a pessoa muda. Não é feitiçaria, nem bruxaria. Apenas investir no relacionamento, se ainda vale a pena. Senão, se abra a novos relacionamentos.

E você, a quantas anda a sua libido?

Seu relacionamento?

O que é sexo pra você?

Sobre o autor

Mônica Porto

Mônica Porto

Fisioterapeuta há quase 40 anos. Mestre e doutora em neuropediatria. Ex-docente de três Universidades no Estado de São Paulo na disciplina de Neuropediatria, com cursos e estágios nos EUA e Europa. Terapeuta complementar e integrativa, com formação em ayurveda, ginecologia natural, aromaterapia, fitoterapia, florais de Bach e da Lua, pós-graduação em uroginecologia e em saúde da mulher, mestre reiki. Facilitadora de Roda de Mulheres. Ministro cursos, palestras e workshops em espaços holísticos e empresas. Foco de trabalho saúde da mulher.

Contato
Email: [email protected]