Saúde da Mulher Saúde Integral

Por que minha menstruação está atrasada?

Se tem uma coisa que os homens jamais saberão como realmente funciona é o ciclo menstrual. A verdade é que muitas mulheres também pouco conhecem ou não se interessam pelo assunto, o que é um erro, já que a menstruação pode trazer uma série de sinais sobre a saúde feminina. Entender mais sobre esse período, algo que irá acompanhar a mulher durante praticamente toda a vida, pode minimizar alguns transtornos e desconfortos que acabam surgindo em decorrência da menstruação. Veja no artigo informações importantes relacionadas a esse tema!

Você já se preocupou com a menstruação atrasada? Essa preocupação é comum, afinal a menstruação é um evento fisiológico mensal que ocorre no corpo feminino e é regulado por um delicado equilíbrio hormonal. Por isso, é comum que mulheres se questionem sobre o motivo de um atraso menstrual, uma vez que ele pode causar preocupação e ansiedade.

Neste artigo, exploraremos as possíveis causas do atraso menstrual, fornecendo informações valiosas para compreender esse fenômeno e tomar decisões informadas. Vamos lá?

Quando se preocupar com um atraso menstrual?

fizkes / Getty Images / Canva

É importante entender que nem todo atraso menstrual é motivo de preocupação. Pequenos atrasos ocasionais podem ocorrer devido a flutuações hormonais normais ou outras causas benignas.

No entanto, a busca por orientação médica é recomendada quando os atrasos são significativos, ou seja, quando ultrapassam algumas semanas além do ciclo habitual, ou quando são regulares, ocorrendo em praticamente todos os ciclos menstruais. Um profissional de saúde poderá realizar uma avaliação adequada e fornecer orientações específicas com base em cada caso.

O que pode atrasar a menstruação?

Diversos fatores podem contribuir para o atraso menstrual. O ciclo menstrual irregular é um dos principais motivos. Além disso, existem outras causas que serão exploradas em detalhes a seguir.

Suspeita inicial: gravidez como causa

teste de gravidez.
StockLite / Canva

A gravidez é uma das causas mais comuns de atraso menstrual. Quando ocorre a fecundação do óvulo pelo espermatozoide, o corpo passa por uma série de mudanças hormonais que interrompem o ciclo menstrual.

Sintomas precoces como sensibilidade nos seios, náuseas e aumento da vontade de urinar podem indicar uma possível gravidez. Para confirmar ou descartar essa possibilidade e, assim, buscar o motivo do atraso menstrual, é recomendado realizar um teste de gravidez confiável.

Impacto emocional: a ação da ansiedade e do estresse

Você já deve ter ouvido falar sobre isso, mas, sim, a ansiedade e o estresse atrasam a menstruação. Afinal, esses são estados emocionais que podem afetar o ciclo menstrual.

Isso acontece porque a liberação de hormônios do estresse, como o cortisol, pode interferir na produção de outros hormônios envolvidos no ciclo menstrual, resultando em atrasos.

É importante encontrar maneiras saudáveis de lidar com o estresse e a ansiedade, como práticas de relaxamento, terapia e exercícios físicos, pois essas medidas podem ajudar a regular seu ciclo menstrual. Vale ressaltar que, embora a ansiedade e o estresse possam atrasar a menstruação, nem sempre são a única causa, por isso é preciso investigar.

Fator surpresa: as alterações na rotina

Alterações significativas na rotina, como viagens, mudanças no sono e ajustes de fuso horário, também podem impactar o ciclo menstrual.

O corpo feminino é sensível a essas mudanças, e o processo de adaptação pode levar algum tempo, resultando em um atraso menstrual temporário. É importante permitir que o corpo se ajuste gradualmente a essas mudanças, dando-lhe tempo para recuperar seu equilíbrio.

Os anticoncepcionais além da prevenção

Alguns métodos contraceptivos hormonais, como pílulas anticoncepcionais, adesivos ou dispositivos intrauterinos (DIUs), podem, também, ter o atraso menstrual como efeito colateral.

Isso acontece porque esses métodos geralmente contêm hormônios sintéticos que interferem no funcionamento regular do ciclo menstrual. Caso haja preocupação com o atraso menstrual enquanto estiver usando algum método contraceptivo hormonal, o ideal é consultar um profissional de saúde para avaliar a necessidade de ajustes e até mesmo de mudança de método.

O papel de outros medicamentos no atraso menstrual

Alguns medicamentos, como antidepressivos e antipsicóticos, podem interferir no ciclo menstrual e causar atrasos. Para se certificar se eles são os causadores do atraso, é importante ler atentamente a bula dos medicamentos prescritos e, caso surjam dúvidas ou preocupações, consultar um profissional de saúde para obter orientações específicas e certeiras.

O efeito das atividades físicas no seu período

Atividades físicas intensas ou exercícios extenuantes também podem afetar o ciclo menstrual. Afinal, a prática excessiva de exercícios físicos pode levar à disfunção hormonal, resultando em atraso menstrual ou mesmo ausência de menstruação, conhecida como amenorreia.

É recomendado manter uma rotina de exercícios moderados e equilibrados para preservar a saúde do ciclo menstrual.

A pré-menopausa e sua transição natural

A pré-menopausa é um estágio natural da vida reprodutiva das mulheres que antecede a menopausa. Durante esse período, ocorrem flutuações hormonais que podem causar atrasos menstruais e irregularidades.

Sintomas comuns nesse período incluem alterações na duração e no fluxo menstrual, fogachos, alterações de humor e dificuldades para dormir. Caso esses sintomas se tornem incômodos ou impactem negativamente a qualidade de vida, é aconselhável procurar orientação médica para receber suporte adequado.

Endometriose, Síndrome dos Ovários Policísticos e Miomas

Médica com representação de útero.
Alexander’s Images / Canva

Condições de saúde como endometriose, síndrome dos ovários policísticos (SOP) e miomas uterinos também geram alterações no ciclo menstrual.

Mas o que são essas condições de saúde? A endometriose ocorre quando o tecido que reveste o útero cresce fora dele, causando dor e sangramento irregular. A SOP é caracterizada pelo crescimento de cistos nos ovários, afetando a regularidade menstrual. Enquanto os miomas uterinos são tumores benignos que podem causar sangramento anormal.

Nesses casos, faz-se ainda mais essencial buscar um diagnóstico e tratamento adequados com um profissional de saúde.

Alterações de peso e sua interferência na menstruação

Alterações significativas no peso corporal, tanto ganho quanto perda, podem afetar o ciclo menstrual, já que a gordura corporal está diretamente relacionada à produção hormonal e ao funcionamento adequado do ciclo menstrual.

A obesidade ou o baixo peso podem levar a desequilíbrios hormonais, resultando em atrasos menstruais. É importante manter um peso saudável e adotar uma abordagem equilibrada em relação à alimentação e à atividade física para preservar a regularidade menstrual.

Dietas restritivas como agentes do atraso menstrual

Dietas restritivas, que privam o corpo de nutrientes essenciais, podem levar a desequilíbrios hormonais e, consequentemente, a atrasos menstruais. Por isso, é fundamental adotar uma alimentação equilibrada, que forneça todos os nutrientes necessários, e procurar orientação nutricional quando necessário.

Hipotálamo e hipófise: o que essas glândulas têm a ver com a menstruação?

Distúrbios ou desequilíbrios no hipotálamo e na hipófise, que são partes importantes do sistema reprodutivo, podem também afetar o ciclo menstrual.

O hipotálamo produz hormônios que controlam a liberação de hormônios pela hipófise, que, por sua vez, regula a função dos ovários. Condições como a síndrome de Sheehan, causada por uma deficiência de sangue no parto, ou tumores hipofisários podem interferir nesse processo, resultando em atrasos menstruais.

Outras dúvidas comuns sobre menstruação atrasada

Pílula anticoncepcional.
Olga Niekrasova / The Olga Niekrasova Collection / Canva

Além das causas mencionadas anteriormente, existem algumas dúvidas comuns relacionadas ao atraso menstrual. A seguir, abordaremos algumas delas:

A pílula do dia seguinte atrasa a menstruação? Uma vez que a pílula do dia seguinte causa alterações no ciclo menstrual, resultando em atrasos ou sangramento irregular, é comum que a menstruação ocorra fora do período esperado após o uso da pílula.

Infecção urinária atrasa a menstruação? A infecção urinária em si não costuma causar atraso menstrual. No entanto, a presença de doenças ou infecções no sistema reprodutor pode sim afetar o ciclo menstrual. É extremamente importante procurar orientação médica caso haja suspeita de infecção ou doença.

A candidíase atrasa a menstruação? A candidíase, uma infecção fúngica comum, geralmente não causa atraso menstrual. No entanto, é possível que a inflamação ou outros fatores associados à candidíase possam afetar o ciclo menstrual. Existem tratamentos específicos para a candidíase, por isso, nesse caso, é sempre melhor consultar um médico.

Covid atrasa menstruação? Ainda são necessárias mais pesquisas para entender totalmente a relação entre a COVID-19 e o ciclo menstrual. No entanto, alguns relatos sugerem que a infecção pode afetar o ciclo menstrual, resultando em atrasos ou alterações.

Compreender as possíveis causas de um atraso menstrual é fundamental para lidar com essa questão de maneira informada e consciente. Nem sempre um atraso é motivo de preocupação, mas é importante conhecer o próprio corpo, observar sintomas e buscar orientação médica quando necessário!

Você também pode gostar:

Ao adotar um estilo de vida saudável, com práticas de relaxamento, alimentação equilibrada e exercícios moderados, por exemplo, você pode contribuir para a regularidade do ciclo menstrual. Lembre-se de que cada mulher e cada ciclo são únicos, e que a consulta a um profissional de saúde é essencial para um diagnóstico e tratamento adequados em caso de atrasos menstruais persistentes ou preocupantes.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para colunistas@eusemfronteiras.com.br