Autoconhecimento Psicologia

Amor e sexo na melhor idade

A cultura da estética perfeita na qual estamos inseridos não cria apenas a ditadura da beleza, mas acaba atingindo níveis mais sutis como nos relacionamentos amorosos das pessoas mais velhas.

É muito comum associar-se aos jovens o amor e o sexo. Para os mais vividos, restam os relacionamentos assexuados. É “permitido” aos mais velhos amor aos netos, aos familiares, mas ao se tratar de relacionamento amorosos, parece antiestético aos olhos da sociedade.

shutterstock_179579774-2

“A realidade é que não existe idade para se emocionar, amar ou fazer amor. “

Imagine a confusão de uma vovó ao apresentar o novo namorado aos filhos e netos. O que mais ocorre na nossa sociedade é a não aceitação imediata, pois existe um tabu de que ao passar pela menopausa, a mulher aposenta sua sexualidade, o que é um tremendo engano.

As paixões nesta época da vida trazem de volta sentimentos adormecidos, emoções e lembranças que assustam os filhos, que só enxergam os pais enquanto pais e mães, e não como pessoas que sentem e se apaixonam.

A realidade é que não existe idade para se emocionar, amar ou fazer amor. Um estudo feito nos Estados Unidos pelo gerontólogo Richard Schultz mostrou que pessoas idosas vivenciam emoção e afeto com a mesma intensidade das pessoas jovens. A diferença é que os mais velhos tem mais experiência.

Amor e paixão não estão condicionados apenas ao corpo, envolvem nossa alma, nossas percepções e nosso mundo interno. As mudanças corporais naturais com o passar do tempo não silenciam os desejos e afetos.

Na verdade, o amor revitaliza, melhora a autoestima e traz a vontade de viver com mais alegria.

 

Sobre o autor

Márcia Gonçalves Ferreira

Márcia Gonçalves Ferreira

Especialista em psicologia junguiana com abordagem corporal, pelo Sedes Sapientes, e especialista em obesidade e transtornos alimentares, pela FMUSP, inclusive com experiência em pacientes com bariátrica.

Atendimentos presenciais e online. Larga experiência em expatriados no Brasil e em diversos países. Atendimento de adultos e adolescentes.

E-mail: psimgf@uol.com.br
Site: debemcomavida.com
Youtube: Viver Mais Consciente
Instagram: @vivermaisconsciente