Energia em Equilíbrio

A energia trocada no sexo

Silhueta de um casal.
adrenalinapura / 123RF
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Sabe quando você conhece uma pessoa incrível e na hora do sexo sente que o mundo até desaparece, de tão boa que está sendo aquela experiência? Ou então quando você se interessa por alguém que faz seu coração acelerar, mas na hora H parece que alguma coisa deu errado entre vocês? Esses diferentes sentimentos podem ser explicados pela energia que trocamos durante o sexo.

Todas as pessoas emanam vibrações diariamente. Algumas liberam energias positivas, enquanto outras podem estar rodeadas por negatividade. Porém, o que define a nossa compatibilidade com outros indivíduos é o quanto as nossas energias combinam. Mesmo que você conheça uma pessoa que só emana positividade, talvez ela ainda não seja compatível com você.

Para que a pessoa por quem você se interessa se dê bem com você, é preciso que vocês vibrem energia na mesma frequência, não importando se essa energia é positiva ou negativa. Assim, é possível construir uma afinidade com esse alguém, tornando a relação amorosa e o sexo muito mais prazeroso. E, no contato entre os corpos, nós acabamos trocando energias. Aprenda mais sobre isso!

Quais as consequências da energia trocada no sexo?

Quando fazemos sexo com alguém, usamos todo o nosso corpo, toda a nossa mente e todo o nosso espírito nessa atividade. Investimos todas as nossas energias nisso e recebemos as energias de quem está conosco nesse momento. Dessa forma, criamos uma conexão com a outra pessoa, que pode se expressar de inúmeras maneiras.

Casal deitado na cama abraçadas
Becca Tapert / Unsplash

É possível que o seu corpo físico se ligue ao da outra pessoa sem que a sua mente e o seu espírito estejam relacionados a ela. Ou então que a sua mente e o seu espírito estejam em sintonia com esse alguém, enquanto seu corpo físico não responde como você gostaria. Nem todas as partes do seu ser estarão conectadas em todas as relações sexuais que você tiver.

Porém, quando há um envolvimento amoroso entre as duas pessoas, e quando as energias delas são compatíveis, o que se observa é a criação de uma conexão profunda entre corpos, mentes e espíritos. É como um encaixe perfeito, que faz com que você queira ficar mais tempo nessa relação, conseguindo, inclusive, sentir mais prazer durante o ato.

Ou seja, em uma atividade sexual, as duas pessoas trocam energias, mas nem sempre essas energias irão se combinar em uma conexão profunda e benéfica. Na verdade, essa troca pode até trazer consequências negativas, quando não traz prazer, desejo, felicidade, euforia e amor. Entenda como isso funciona!

Silhueta de um casal em frente de cortinas da janela em um quarto escuro
Elvin Ruiz / Unsplash

Quando o sexo é praticado de forma mecânica, sem empenho e sem a vontade de fazer a outra pessoa atingir o ápice do prazer, as energias que serão trocadas serão de tensão, de descaso e de indiferença. Então, durante e após a atividade é possível que as duas pessoas sintam que tudo poderia ter sido melhor, que a relação não foi satisfatória, que uma delas estava sendo colocada de lado em um momento que pressupõe a conexão. Isso pode estimular sentimentos como tristeza e raiva.

Por outro lado, uma relação sexual que é praticada prestando atenção na outra pessoa, dedicando-se a ela e agradecendo por estar passando por essa experiência pode resultar não só em uma conexão profunda, mas em uma troca de energias de força e de criatividade. Não há o desenvolvimento de bloqueios e de traumas, como pode acontecer no caso anterior.

Quanto tempo a energia da outra pessoa fica com a gente depois do sexo?

Cada relação sexual é muito particular, então não é possível afirmar com certeza quanto tempo a energia da outra pessoa fica com a gente depois do sexo. No entanto, sabe-se que ela permanece de acordo com o desequilíbrio que ela causa, seja para o bem, seja para o mal.

Muitas vezes, mesmo depois de nos separarmos de uma pessoa, ainda sentimos muito carinho por ela, ou ficamos felizes ao lembrar de tudo que vivemos ao lado dela. Nesse caso, as energias trocadas durante o sexo não promoveram um desequilíbrio negativo. Elas alteraram a energia de uma pessoa para o bem, e poderão permanecer dentro dela durante meses ou anos.

Em outros casos, podemos querer esquecer uma pessoa de todos os jeitos possíveis, mas ela continua nos nossos pensamentos de forma negativa. Isso acontece porque as energias que foram trocadas durante o sexo provocaram um desequilíbrio negativo, que desalinhou nosso ser. Assim como no primeiro caso, essa sensação ruim pode permanecer com alguém durante meses ou anos.

Homem e mulher de olhos fechados para se beijar
Andriyko Podilnyk / Unsplash

Nas duas situações, felizmente, é possível se libertar desses desequilíbrios. Você pode acreditar que, se o desequilíbrio é positivo, então não devemos abandoná-lo, mas muitas vezes uma relação amorosa abusiva pode se confundir com as lembranças de um sexo prazeroso. Nesse caso, é melhor mostrar ao seu corpo que esse vínculo deve permanecer no passado.

Como limpar as energias após fazer sexo?

O laço energético que criamos com outra pessoa durante o sexo, como visto anteriormente, pode permanecer conosco durante meses ou anos. Se você não quer que essa pessoa continue na sua vida e que as energias dela se dissipem no ar, o melhor a fazer é uma limpeza energética após fazer sexo. Assim, você se previne contra as possíveis energias negativas que poderiam permanecer em você.

Você também pode gostar

A primeira forma de limpar a sua energia depois do sexo é com um banho de sal grosso. Você deve aquecer dois litros de água e misturar a ela um punhado de sal. Tome seu banho normalmente e, ao final dele, despeje a água salgada do pescoço para baixo, mentalizando que ela irá remover do seu corpo tudo aquilo que está lhe fazendo mal. Sem se enxaguar, use uma toalha de algodão para se secar, com batidinhas.

Depois disso, você deve ir para um lugar tranquilo, acender uma vela e se deitar. Respire fundo três vezes e peça para que seus protetores e guias espirituais promovam o fim dos laços que não fazem mais parte da sua vida. E então, visualize um círculo de luz branca cobrindo todo o seu corpo. Imagine que ele está saindo de você e indo em direção à pessoa que você deseja esquecer. Repita: “Eu corto o elo com (o nome da outra pessoa) e todos os laços energéticos que nos unem, sem possibilidade de restituição. Eu digo adeus e desejo-lhe o melhor para a sua evolução. Somos livres e em paz”.

Você pode repetir o processo quantas vezes sentir que precisa, fazendo-o sempre em um lugar onde você sinta tranquilidade e segurança. Aos poucos, você vai perceber que essa pessoa deixará de estar nos seus pensamentos, e você se sentirá livre para viver outras experiências, sem o peso da relação passada.

Como é o sexo espiritual?

Se você quer que as suas relações tenham apenas as melhores energias fluindo entre você e a outra pessoa, a melhor alternativa é a prática do sexo espiritual. A partir dele, o foco da relação deixa de ser a descarga e a obtenção de prazer e passa a ser a busca pela conexão com outra pessoa. É possível construir esse tipo de envolvimento até com uma pessoa com quem você não tem um relacionamento amoroso.

O essencial no sexo espiritual é promover uma conexão profunda com a outra pessoa, entendendo que ela está se entregando a você e se entregando a ela também. Deixe que os seus sentimentos fluam até ela com sinceridade, não tente apressar o ato. Ao final desse processo transformador, você vai ver como a outra pessoa e você atingirão o ápice do prazer com mais qualidade, permitindo que o sexo se torne um momento especial para vocês, e não só um encontro meramente mecânico ou casual.

Explorar o que podemos obter a partir do sexo é uma forma de exercitar o autoconhecimento e de entender como os nossos corpos se relacionam com outros. É uma forma de renovar as energias que você está nutrindo, de limpar o seu corpo do que lhe faz mal e de se preservar, para que sentimentos negativos, traumas e bloqueios não o afetem.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para colunistas@eusemfronteiras.com.br