Saúde Integral

Sintomas de gastrite

Homem com as mãos sobre a barriga, em sinal de dor.
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

São muitas as propagandas de remédios que denunciam os principais sintomas de gastrite: queimação e dor no estômago. Gastrite é uma inflamação nas paredes internas do estômago, que pode resultar nesses sintomas. Você já apresentou algum deles?

De acordo com um levantamento de 2017 elaborado pela Federação Brasileira de Gastroenterologia, cerca de 70% da população brasileira apresenta alguma forma de gastrite. Esse dado alarmante revela a necessidade de aprender mais sobre essa doença e sobre as formas de tratá-la. Confira!

Principais causas de gastrite

Aglomerado de bactérias visto de uma lente microscópica.

Em geral, a gastrite é causada por uma bactéria, chamada Helicobacter pylori, que libera uma enzima ácida no estômago, a urease. Com a reprodução da bactéria e a constante liberação da enzima, as paredes do estômago passam a ser corroídas, dificultando a absorção de nutrientes e o processo de digestão.

Embora essa seja a causa mais comum da doença, os sintomas de gastrite também podem aparecer quando uma pessoa segue uma alimentação inadequada (ingerindo alimentos muito gordurosos ou muito ácidos), quando está em situações frequentes de estresse (liberam cortisol e adrenalina, formando ácidos no estômago) ou quando ingere medicamentos e bebidas alcoólicas de forma exagerada, alterando o pH (índice de acidez) do estômago.

Como reconhecer os sintomas de gastrite

Mulher deitada na cama em posição fetal, em sinal de dor.

Além dos sintomas de gastrite mais conhecidos, existem algumas outras características que denunciam essa doença. Dor de barriga, enjoo, falta de apetite, perda de peso e queimação no estômago, que acontecem com frequência ou por um período prolongado (duas semanas) são sinais alarmantes de que algo está errado no seu organismo.

Se você apresenta somente um dos sintomas de gastrite, talvez a doença ainda não esteja avançada. Se você apresenta todos eles, está mais do que na hora de procurar auxílio profissional. Você irá realizar uma endoscopia e uma biópsia, para analisar o seu estômago e diagnosticar a doença.

É necessário realizar exames para identificar o grau de inflamação do estômago, a causa exata da doença e a melhor forma de tratamento. Mesmo que você reconheça os sintomas de gastrite no seu organismo, a única pessoa que poderá analisar essa doença é um médico.

Você também pode gostar

Como aliviar os sintomas de gastrite

Homem sentado em um parque com os olhos fechados e a mão sobre o rosto, em sinal de dor.

Em alguns casos, os sintomas de gastrite como queimação e dor de barriga não são causados por essa doença. Se você já passou por um(a) profissional da saúde e não está sofrendo desse problema, mas ainda sente queimação depois de ingerir refeições muito elaboradas ou gordurosas, existe uma de aliviar essa sensação.

Acrescente à sua dieta, especialmente quando souber que irá comer bastante, uma xícara de chá de gengibre. Substitua o café depois da refeição por essa bebida e você vai perceber que a digestão acontecerá de forma mais efetiva.

O chá de gengibre não deve ser consumido por pessoas que sofrem de gastrite. Embora a bebida tenha propriedades digestivas, ela pode agravar a inflamação do estômago. Por isso, você só deve consumir o chá dessa raiz se tiver raros episódios de queimação e se tiver certeza de que não sofre de gastrite.

Como evitar a gastrite

Mulher deitada com as mãos sobre  a barriga, com os dedos formando um coração. Ao meio, repousa uma flor.

Se você nunca sentiu os sintomas de gastrite e se pretende evitá-los, algumas dicas podem ser úteis para o seu cotidiano. Ainda que nem toda gastrite seja causada por má alimentação, pelo abuso de medicamentos e de bebidas alcoólicas e por estresse, é importante atentar-se para esses fatores.

Situações frequentes de estresse no seu trabalho, na sua escola ou na sua casa indicam a necessidade de mudança. O estresse pode acarretar não só em gastrite, mas também em uma redução da sua qualidade de vida. Busque dialogar com as pessoas que provocam situações estressantes ou reserve momentos do seu dia para extravasar a tensão, com meditação, por exemplo.

Uma alimentação equilibrada pode trazer benefícios para todo o seu organismo, não só para o seu estômago. Evite alimentos gordurosos, industrializados ou muito processados. Os ingredientes químicos usados nos dois últimos casos podem alterar o pH do estômago, assim como a necessidade de digerir gorduras diariamente.

Reduzir o consumo de bebidas alcoólicas e de medicamentos pode ser um processo difícil e delicado para as pessoas que dependem disso. Busque ajuda médica para que essa desintoxicação do seu organismo seja para melhor, sem colocar o seu corpo em risco. Se não for possível reduzir os medicamentos, por exemplo, faça exames regularmente para verificar se você está livre dos sintomas de gastrite.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]