Linguagem do Corpo Medicina Integral Saúde Integral

As dores que os brasileiros mais sentem

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras



Uma dor aqui, outra ali… Não é nada fora do normal. Infelizmente, sentir dores é algo bem comum entre os brasileiros. De acordo com uma pesquisa realizada pelo Ibope Conecta junto com a marca Advil, algumas dores são até mais comuns do que outras para o povo Brasileiro.

Os resultados da pesquisa indicaram que a dor que mais acontece é a dor de cabeça, cerca de 78% dos participantes da pesquisa falaram que tiveram pelo menos uma dor dessas nos últimos três meses. Em segundo lugar, com 63% dos participantes relatando seus casos, ficaram as dores nas costas. E em terceiro lugar, quase em igual proporção de pessoas com dores nas costas, ficaram as dores musculares, com 61% das pessoas das pesquisas dizendo que passaram por essas dores.

Em relação as dores nas costas, a principal causa é a postura inadequada. Nesse caso, a melhor prevenção é praticar exercícios físicos com um acompanhamento de um profissional de educação física para lhe passar os melhores exercícios para corrigir a postura. Em casos mais graves, tratamentos com um fisioterapeuta pode ser uma boa saída.

Já as dores musculares podem ter diversas causas. Desde uma noite de sono mal dormida, até a falta de exercícios físicos ou o excesso deles. Outras doenças também podem influenciar nessas dores, por exemplo, uma gripe. Por isso o ideal nesses casos é, se as dores persistirem por muito tempo, consultar um médico para descobrir a real causa do problema.

E por último, para se prevenir do mal que mais incomoda o brasileiro, a dor de cabeça, veja algumas dicas abaixo:

Controle os remédios

O automedicamento é uma das causas que podem aumentar o risco de ter dores de cabeça. Se você sentir algum mal-estar que não esteja passando, é sempre recomendado consultar-se com um médico para que ele indique qual o remédio correto e em qual dosagem você deve tomar.

Cuidado com a obesidade

O sobrepeso é outro fator que aumenta o risco de ter dores de cabeça. Por isso o ideal é se planejar e começar uma dieta equilibrada e praticar exercícios físicos o quanto antes. Pois manter o peso adequado não é só uma questão de estética, mas acima de tudo é uma questão de saúde!

Ronco

Quem ronca tem uma tendência maior a ter dores de cabeça e enxaquecas. Como o ronco é um assunto mais complexo e a sua causa pode ser até mesmo problemas respiratórios, o ideal é que você procure um médico para ele lhe indicar qual o melhor tratamento para resolver esse problema.

Cafeína em excesso

O café é um bom estimulante, mas pode aumentar as dores de cabeça se tomado em excesso. No máximo duas xícaras por dias podem ser suficientes. Mais do que isso pode estar afetando negativamente a sua saúde.


Escrito por Ricardo Sturk da Equipe Eu Sem Fronteiras

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]