Saúde Integral Tui Na

Por que dar uma massagem de presente para seu pai?

Pela visão ocidental, as massagens são técnicas manuais executadas sobre a pele com as mãos com objetivos terapêuticos e estéticos. Os estilos ocidentais objetivam, na sua maioria, a atuação neurocirculatória ou seja: os efeitos sobre o sistema nervoso e circulação de retorno, venosa e/ou linfático, e a atuação indireta sobre órgãos a partir de estímulos em área reflexas como os pés (podal), as mãos (quirodal) e o pavilhão auricular (auricular).

Num primeiro momento, o sistema nervoso e circulatório de retorno são os primeiros sistemas beneficiados com a massagem e, em segundo plano, outros sistemas, em especial, o sistema urinário, devido à principal característica da massagem pela visão ocidental, que é a otimização das trocas de líquidos do corpo. Devido a essa troca, o sistema urinário se vê obrigado a depurar o sangue produzindo urina.

 O que a massagem faz nos sistemas nervoso e circulatório?

Dependendo das manipulações e da necessidade do paciente, a massagem pode:

Sistema nervoso:
  • Inibir o SNA-S (Sistema Nervoso Autônomo Simpático), relaxando o paciente (indicado para casos de estresse);
  • Gerar estímulos nos folículos sensores da pele que podem excitar o SNC e proporcionar condições para que, entre outras coisas, ocorra a neuroplasticidade (indicado para casos de AVC/AVE);
Sistema circulatório: 
  • Provocar analgesia;
  • Desintoxicar e nutrir tecidos;

Outro ponto muito importante sobre a massagem é que a maioria das pessoas associam a técnica apenas ao relaxamento muscular, porém ela produz efeitos benéficos em diferentes tecidos e órgãos do corpo, como: tecido adiposo, tecido muscular, tecido ósseo, sistema digestório, sistema glandular endócrino, sistema linfático, sistema imunológico, sistema respiratório e sistema urinário.

 E os benefícios “energéticos”?

Massage therapist applying strong finger pressure to shoulder muscles

Pela visão oriental, a massagem tem por finalidade promover o livre fluxo de Qi, sangue e líquidos corporais.

Nosso corpo tem canais e colaterais de Qi, formando uma grande rede de circulação. No ocidente, “Qi” é traduzido como energia, porém o seu conceito é muito mais aprofundado e de difícil tradução. Vou manter neste artigo como “energia” para facilitar o entendimento.

Quando há bloqueios ou deficiência de “energia”, as funções do corpo ficam comprometidas, provocando dores e disfunções orgânicas.

Baseado nos conhecimentos da M.C. (Medicina Chinesa), o profissional de massoterapia oriental identifica as disfunções “energéticas” do paciente através de um processo de análise (anamnese) e escolhe, em seu arsenal de manobras, as melhores para restabelecer a fluidez de “energia” nos canais e colaterais (também conhecidos como meridianos), através do alinhamento de tecidos musculares e os ossos (o Seitai é um bom exemplo de técnica para alinhamento ósseo).

Independentemente do tipo de visão (ocidental ou oriental), a massagem, quando executada por um profissional qualificado, traz benefícios sólidos ao paciente.

 Quer dar um presente incomum e especial para o seu pai? Dê uma massagem!


Orientações da SOS Corpo

Sobre o autor

Paulo Ricardo da Costa Silva

Paulo Ricardo da Costa Silva

Paulo Ricardo da Costa Silva (Prof. Teco), natural de São Caetano do Sul, formou-se em Matemática em 1998 pela Fundação Santo André de Ensino Superior.

Desde pequeno sempre se interessou pela cultura oriental e em 2007 por influência de sua esposa começou sua jornada de estudos em Medicina Chinesa. Após concluir seus estudos em Shiatsu e Naturopatia decidiu se especializar em Acupuntura e Tui Na (Massoterapia Chinesa).

A partir de 2011 começou a lecionar e promover palestras em São Paulo, Santos, Sorocaba e região do ABC Paulista sobre Massoterapia Chinesa. Em 2014 tornou-se o primeiro brasileiro certificado em Alinhamento Mio-Esquelético pelo Freedom from Pain Institute - USA.

Atualmente seus estudos giram em torno de técnicas de Alinhamento Mio-Esquelético (Erik Dalton’s Freedom from Pain), melhorias de treinamentos de manobras de Tui Na com sacos de grãos e outros objetos, Zheng Gu Tui Na e técnicas de diagnóstico ocular de Deliang Zheng.

Principais Certificações:

Técnico em Massoterapia - Humaniversidade (1400 horas)
Formação Internacional livre em Tui Na - Ebramec (360 horas)
Formação Internacional livre em Acupuntura - Ebramec (1200 horas)
Treinamento em Moxabustão e Diagnóstico Táctil Estilo Japonês - Shinkyú-Dojoh (40 horas)
Certified Myoskeletal Therapist - Posture & Pain Specialist (http://erikdalton.com/)
Comprendre, Diagnostiquer et Traiter les Huit Vaísseux Extraordínaires (Qi Jing Ba Mai) - Philippe Sionneau (24 horas)
Treinamento Avançado em Diferenciação de Síndromes - Acuterapia Cursos

Contato:

Site: zhongyituina.com.br
E-mail: [email protected]