Autoconhecimento

Auto estima e amor próprio/Amar a si mesmo

Mulher jovem, com os olhos fechados, sorrindo e abraçando um cartão vermelho grande em formato de coração.
123rf/Roman Samborskyi1
Fernanda Torolho
Escrito por Fernanda Torolho

“Ame o seu próximo como a si mesmo”. (Mateus 22:39)
Esse versículo da Bíblia seria apenas um ensinamento de Jesus naquela época para os Cristãos, ou uma forma de abençoar e ser abençoado, ou seria uma lei, uma energia viva até os dias de hoje, nos ensinando a amar e a ser amado?

Balança manual, onde ao invés dos números em cada indicação, existem corações preenchidos do vazio ao cheio.

Esse termômetro serve para você lembrar que sempre que precisar poderá recarregar suas energias e se alimentar de amor próprio, apenas separe 30 minutos do seu dia ou mais se puder especialmente para você.

Muitas vezes deixamos de lado esse amor gostoso, tão cheio de vida, por conta dos problemas, das obrigações e vamos nos esquecendo, aos poucos, daquela alegria de criança, quantos sonhos por um bom emprego, construir uma família, ter uma casa para morar…

E, de repente, quando percebemos já crescemos, já casamos ou não, já temos uma casa e um emprego. Porém parece que algo ficou perdido no ar, parece que a rotina sufocou nossos sentimentos e sonhos.

Então chegou o momento de fazer uma parada, respirar fundo e lembrar dos seus verdadeiros valores, da sua essência de alma.

Analisando o gráfico abaixo, como você o pintaria?!

Gráfico de setores com itens que agregam qualidade de vida.

Todos esses fatores são importantes e podemos chegar muito próximo de um equilíbrio, porém o primeiro passo que considero primordial é fazer a conexão com o divino, fonte do amor, através de oração, meditação, apreciando a Natureza, entrando na energia da gratidão e equilibrando a parte espiritual com as demais que serão acrescentadas.

Na medida que sintonizo na frequência do amor, consigo multiplicar esse amor para as outras pessoas.

Mas quando falamos de amor próprio, a primeira coisa que penso é na saúde, física, emocional e espiritual. Quando uma pessoa consegue sustentar esses três pilares em sua vida, ela está conseguindo se amar e se respeitar. O que você acha?

Uma frase que gosto muito: “Conhece-te a ti mesmo e conhecerás o Universo e os deuses”, de Sócrates.

Existem duas ferramentas maravilhosas, que me ajudaram muito nesse caminho do autoconhecimento e estão a nossa disposição para nos ajudar nesse “ Conhecer-te”. São os mapas Numerológico e Astrológico. Com eles, aprendi a remover os preconceitos e julgamentos, fiquei encantada e surpresa ao mesmo tempo, pois não fazia ideia de quantas qualidades que carregamos e de quantos são os desafios a serem superados. Por isso, fui estudar Numerologia Cabalística, metafisica da saúde, Humanoterapeuta, e mudei minha área de trabalho, me tornando uma Terapeuta Holística e Numeróloga.

Você também pode gostar

Outra prática abençoada para limpar os lixos armazenados em nossa memória, que muitas vezes atrapalham o fluir desse amor próprio, é fazendo a oração do Ho’oponopono. Diga seu nome no início, acrescentando abençoada em seguida, e repita essas frases, “Eu sinto muito” , “Me perdoe”, “Te amo”, “Sou grata” , repita por 108 vezes e sentirá uma paz maravilhosa sempre que praticar, comece pelo seu nome e depois faça para as situações que deseja abençoar e mudar a vibração, e para todas as pessoas que sentir no coração, até mesmo aquela pessoa que te ofendeu, porque você merece paz.

O amor próprio também aumenta quando praticamos o perdão, pois liberamos os nós energéticos que poluem nosso campo vibracional.

Quanto mais você se conhecer, mais se surpreenderá com a pessoa incrível que é.

Considerando que toda matéria é passageira, apenas a espírito é eterno, precisamos praticar a Lei do Desapego, a Lei da Doação, entender que Semelhante atrai Semelhante, e que tudo é por sincronicidade!

Quando Cristo fala desse amor ao próximo, não é para deixar de ter a sua vida e só olhar para a vida do outro, sufocar o outro, esquecer de você e amar somente seus pais, ou amar somente seus filhos. De maneira alguma! Pelo contrário, conforme eu me amo, me cuido, me respeito, consigo amar meu próximo, cuidar dos meus filhos com amor e respeito, amar meus pais e respeitá-los como são.

O que muitas vezes acontece que dificulta esse amor próprio são nossos orgulhos feridos, nossos traumas guardados em gavetas em nosso inconsciente, na medida que humildemente os reconhecemos, podemos trabalhar para libertá-los. São criaturas internas que criamos no decorrer da vida como um mecanismo de defesa. Porém, essas criaturas não sabem que já superamos tal desafio e elas podem sair ou se transformar em coragem, fé, alegria. Faça exercícios diários para se libertar dessas amarras, das crenças limitantes, das teias energéticas ligadas com outras pessoas, através de práticas de meditação silenciando e só recebendo luz. Nos finais de semana, se conseguir, caminhe num parque descalça, entrando em contato com a Natureza, buscando na fonte essa conexão para transmutar as energias daquela semana, respirando fundo e mentalizando paz e amor.

E lembre-se sempre “você está onde você se põe” (Gasparetto).

A decisão de escolher o caminho da dor ou do amor está em suas mãos.

Fique na luz, e nunca deixe de brilhar.

Beijos no coração.

Sobre o autor

Fernanda Torolho

Fernanda Torolho

Graduada em administração de empresas com ênfase em comércio exterior, numeróloga, taróloga, coaching holística, estudante da linguagem do corpo e humanoterapeuta, e com enorme vontade de desvendar os mistérios da vida.

Sou mãe, esposa, empreendedora, larguei a carreira na área administrativa para fazer o que amo, transformar a vida das pessoas, mostrando o potencial que cada indivíduo possui, resgatando a sua essência e largando as crenças limitantes.

Hoje atuo como numeróloga, fazendo mapas pessoal e empresarial, também faço sessões de coaching holístico, mostrando um direcionamento mais assertivo, com as melhores posturas para meus clientes, e limpeza energética com a mesa radiônica.

Meus livros preferidos são: “O Segredo” e “Quem Pensa Enriquece” (Napoleon Hill).

No YouTube amo aprender com o professor e palestrante Hélio Couto, Cristina Cairo, Bárbara Moreira, dr. Lair Ribeiro, Conceição Trucom e Beth Russo.

Contato:
Email: [email protected]