Autoconhecimento EFT (Emotional Freedom Techniques)

Como é o seu relacionamento com a sua mãe?

Paulo Abreu
Escrito por Paulo Abreu

Neste artigo, eu quero falar sobre a importância das mães e como isso pode influenciar, positiva ou negativamente,  seu interior dependendo de como é a sua relação com ela. Existem filhos que dizem ter raiva de suas mães, e movido por esse sentimento, vivem brigando com as mães e até  as desrespeitando, também fazem coisas que eles sabem que elas não irão gostar somente para desafiá-las. Pessoas com essas atitudes não conseguirão a paz interior. Mesmo dizendo que não gostam de suas mães, no fundo, eles não se sentem nada bem com esse conflito, porque estão indo contra a natureza humana, que é respeitar e amar nossas mães que foram as pessoas que nos deram vida nesse mundo.

Uma maneira de evitarmos qualquer sentimento negativo pela nossa mãe é tentar entender o ponto de vista dela.
Qual foi a razão que ela teve para fazer tal coisa que não gostamos, quais são os medos dela? Quais são as crenças que ela carrega para ter feito tal coisa? Cada pessoa deve conhecer bem sua mãe para saber essas respostas e desta forma  evitar qualquer conflito desnecessário que pode haver um arrependimento depois.

Muitas vezes, as mães podem parecer chatas, mas na verdade só querem o bem de seus filhos. Alguns exemplos:

Quando o filho está brincando na rua ou jogando videogame e a mãe o chama para comer. Na visão do filho, ele entende que a mãe está sendo chata por querer tirá-lo da diversão, mas na verdade, ela só está querendo que ele se alimente e depois volte a se divertir. Portanto, ela está querendo o bem dele!

Mesma coisa quando a mãe manda  o filho ir tomar banho, ele fica bravo e reclamando, mas ela está preocupada com a higiene dele. Ou quando o filho já é um adolescente e começa a querer sair para as baladas e a mãe começa a fazer várias perguntas ou até tenta proibir que ele saia. Ela pode parecer chata, mas essa atitude é por ter medo da violência que é muito mostrada nos jornais de TV.

Também existem casos da mãe não gostar da namorada do filho, isso ele já adulto, e por isso ela não consegue aceitá-la. Neste caso, é possível que a mãe esteja enxergando a namorada do filho como uma aproveitadora, que quer tirar alguma vantagem dele ou algo desse tipo, ou até mesmo por medo de perder a atenção do filho para a namorada.

shutterstock_186073583Uma coisa é certa, quando um filho se dá bem com a mãe, de criança até a fase adulta, ele se torna uma pessoa muito mais saudável emocionalmente, evitando ser uma pessoa rancorosa, com baixa autoestima, depressiva e muitos outros sentimentos negativos. Por isso, retire qualquer sentimento que não seja de amor pela sua mãe, e mesmo que ela tenha feito algo negativo que você não conseguiu esquecer até hoje, a perdoe e perdoe a si mesmo por ter guardado isso por tanto tempo, mesmo que ela não esteja mais aqui. Use a EFT (Emotional Freedom Techniques), se necessário, para facilitar o perdão e enviar um sentimento amoroso para ela,  estando perto ou não.

Viva em paz, seja feliz e ame sua mãe!

Sua opinião é bem-vinda, sempre que colocada com a educação e o respeito que todos merecem. Os comentários deixados neste artigo são de exclusiva responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.

Sobre o autor

Paulo Abreu

Paulo Abreu

Praticante de EFT (Do básico ao avançado) | Mestre
em Kahuna Healing e Ho'oponopono

Contato:

Email: contato@vocemudandodevida.com | pauloabreueft@hotmai.com
Site: vocemudandodevida.com
Facebook: Mudando Sua Mentalidade
Skype: Paulo Abreu

Lista de e-mail