Convivendo Terceira Idade

Como se preparar para velhice?

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras



Quando se fala em velhice logo se associa a uma fase triste e solitária. Mas esta fase pode ser também uma etapa de descobertas, de entrega e de aproveitar um momento de descanso pelo qual tanto se trabalhou. Manter relações saudáveis com a família e amigos é fundamental, assim como cuidar da saúde.

A velhice para muita gente costuma estar relacionada com pessoas doentes e que vivem trancadas dentro de casa. Mas se você tiver uma relação social e cuidar da saúde, tem grande chance de aproveitar  muito bem essa fase.

Como aproveitar mais a velhice?

É difícil pensar em uma velhice tranquila sem falar em organização e planejamento. Ficar sonhando em morar em uma praia, ou viajar pelo mundo, pede organizacao. Se esse é o sonho para quando se aposentar precisa  cuidar das economias, ou a época que seria de tranquilidade, acaba virando um problema. Prova disso, são os números apresentados que mostram que idosos com mais de 65 anos são os mais endividados.

shutterstock_175114094-2Economizar. Não somente para viajar, mas para viver esta fase de maneira sociável, o cofre precisa estar em dia. Nesta fase é mais comum ficar doente, assim, se gasta com mais remédios. Por isso, é necessário ser realista, uma velhice tranquila só pode ser assim se for planejada. Este pode até ser um assunto chato, mas é praticamente impossível falar de qualidade de vida, ainda mais nesta fase sem planejamento. Confira mais algumas dicas:

  • Faça uma previdência privada. Não conte apenas com a aposentadoria. Saiba que você não vai se aposentar com o salário que ganha. A tendência é receber um valor menor… Por isso, menos gastos e mais investimento;
  • Cuide de sua saúde. Desde jovem faça algum exercício físico e cuide da alimentação. Você não precisa ser exigente a ponto de não comer nenhuma besteira, mas precisa ter uma sensibilidade para olhar com olhos mais atentos, por exemplo, para as ervas medicinais e fazer mais uso delas;
  • Não julgue seus filhos, noras, genros: Nunca se sabe como estaremos no futuro. Por isso é fundamental criar relações verdadeiras. Ajude enquanto puder ajudar talvez lá na frente você também vá precisar de ajuda;
  • Comece a se organizar para fazer um plano de saúde. Claro que é bom não ficar doente, mas mais cedo ou tarde você vai precisar.
Conheça o Hogeweyk

Esse seria o sonho de qualquer idoso: morar em uma vila especialmente para quem está na velhice. Esta realidade ocorre em uma vila holandesa projetada especialmente para idosos que sofrem com doenças como a de Alzheimer.

Tantos os bares, como restaurante e supermercados foram projetados para que os idosos pudessem transitar de forma tranquila pela vila, sem maiores problemas  que dificultassem essas caminhadas rotineiras.

Para morar na vila você paga um valor mensal que incluiu usufruir de cinema, porque tudo está incluso neste pacote. Até os cuidadores utilizam roupas normais, não aquelas específicas de quem é cuidador. Uma vila para nenhum idoso colocar defeito.

Inspire-se!

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]