Autoconhecimento

Sobre envelhecer bem e com consciência

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

É considerado idoso o indivíduo com 60 anos. Existem aproximadamente 600 milhões de idosos no mundo, e segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) serão 2 bilhões em 2050. O Brasil, sempre apontado como um país jovem, em 20 anos será a sexta nação com mais pessoas acima dos 60 anos. De acordo com estimativas do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), em 2050 serão 73 idosos para 100 crianças.

Talvez a primeira modificação do corpo seja a perda de massa muscular. A partir dos 40 anos, perdemos 10% por década. A diminuição de massa muscular dificulta a perda de peso e aumenta os níveis de açúcar no sangue, o que leva ao acúmulo de gordura abdominal. O sedentarismo, comum na terceira idade agrava este problema.

Para alguns, a velhice ou terceira idade vem acompanhada pela diminuição da visão, audição e doenças que comprometem a memória, raciocínio e capacidade motora como o Alzheimer e Parkinson. Porém, envelhecer não significa ser triste e doente. Existem várias maneiras de fazer a terceira idade ser a melhor idade da sua vida. Vem conhecer as dicas!

Boa alimentação

A água hidrata por dentro e por fora e ainda elimina toxinas. Ingira de 1,5 a 2 litros diariamente, nos intervalos das refeições e com as medicações. Fibras são essenciais para o bom funcionamento do intestino. Idosos devem consumir de 20 a 35 gramas/dia. É recomendado aumentar o consumo de óleo de oliva, reduzir a ingestão de açúcar e evitar gordura animal. As vitaminas do complexo B são importantíssimas nessa fase. Elas facilitam a digestão, fortalece nervos e olhos, além de manter a saúde mental e emocional. Cereais, brócolis e banana são algumas fontes de vitaminas B.

Outro nutriente importante é o cálcio, nutriente que fortalece ossos e dentes. Leite, iogurte, espinafre cozido e tofu são alimentos ricos em cálcio. A exposição solar deve ser uma rotina, pois, estimula a produção desse nutriente. Tomar três banhos de sol semanais por quinze minutos também melhora a circulação sanguínea. Os melhores horários são no começo da manhã ou final da tarde.

Os alimentos antioxidantes previnem o Alzheimer e melhoram o funcionamento das células. Alimentos de cor roxa e alaranjada previnem doenças circulatórias e ajudam o intestino, uvas, suco de uva integral (sem açúcar), jabuticaba, goiaba, açaí, melancia, tomate, repolho roxo, cenoura, abóbora e beterraba são alguns exemplos.

Sacudindo o esqueleto

Estudo realizado pela Universidade de Oslo (Noruega) revela 30 minutos de atividade física seis vezes por semana aumenta a expectativa de vida dos idosos em até 5 anos. Exercícios físicos fortalecem os músculos, previnem osteoporose, diabetes e depressão, já que experiência possibilita a interação com outras pessoas. Idosos precisam ter orientação médica e de um fisioterapeuta para realizarem atividades físicas.

Mente ativa

Para o cérebro funcionar bem ele precisa ser estimulado. Ler, fazer palavras cruzadas, montar quebra-cabeças mantém o órgão ativo. Outra maneira de manter-se ativo é trabalhar, segundo o Ministério do Trabalho, foram abertas mais de um milhão de empregos na última década. Idosos que trabalham sentem-se úteis, consequentemente a autoestima aumenta. A experiência e o foco são os traços que explicam a contração de pessoas com idade superior a 60 anos. Mensageiros e atendentes são as funções mais desempenhadas pelos idosos.

Espiritualidade

Não estamos falando de religião. A verdadeira espiritualidade traz equilíbrio emocional, coragem para romper com padrões destrutivos (cobranças, preconceitos, etc.) e serenidade para entender e aceitar a passagem do tempo e suas consequências. Geralmente, na terceira idade buscamos reencontrar valores perdidos ao longo do tempo e assumirmos compromissos para nosso bem estar emocional.

Aceitar a velhice, terceira idade, etc.

O primeiro passo para aceitar a velhice é aceitar. A pessoa precisa ter em mente que o corpo não é o mesmo dos 20 anos, entretanto, a maior limitação está na mente. Mantenha sua confiança em si e na vida. Jamais pense que está tarde para ter sonhos. Volte a estudar, aprenda a andar de bicicleta… coloque em prática os desejos que foram deixados para trás.

O segundo passo para aceitar a velhice e não dar bola a comentários maldosos. Sempre existirão pessoas que acharão ridículo uma pessoa com mais de 60 anos trabalhar, estudar, viajar, namorar, contudo, a voz do preconceito e da inveja aos poucos se cala quando não encontram lugar para ecoar.

Gostaram das nossas dicas? Você pode encontrar mais clicando no link http://www.eusemfronteiras.com.br/dicas-para-envelhecer-com-saude/. Não deixe de ler nossos conteúdos e dar sua opinião.


  • Texto escrito por Sumaia de Santana Salgado da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]