Autoconhecimento

Como você reage aos seus erros?

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Difícil num primeiro momento responder a essa pergunta, porém, é necessário observar alguns pontos para que os erros cotidianos não se tornem um fardo ou um eterno sofrimento:

1 – Errar faz parte da vida: lembre-se sempre que errar faz parte da nossa evolução como seres humanos. É normal errar, até necessário, portanto, não se martirize porque errou uma, duas ou mais vezes. Grandes nomes da história mundial erraram inúmeras vezes até conseguirem alcançar o sucesso. Thomas Edson é um exemplo clássico de uma sucessão de erros até conseguir criar a lâmpada.

2 – Permita-se errar: muitas vezes temos medo de colocar projetos em prática, de falar com pessoas ou simplesmente tomar decisões justamente pelo medo de errar. Permitir-se errar é importante para que os objetivos que temos em mente saiam do papel e sejam realizados. Não apenas permitir-se errar, mas permitir-se fazer o que você gostaria.

3 – Não aponte os erros dos outros: quando reparamos demais ou apontamos os erros e desvantagens dos outros, estamos nos esquecendo de nossos próprios defeitos e questões. A consequência disso é a inércia em nossa própria vida. Portanto, esteja sempre atento em buscar sua melhoria contínua e não se preocupe em dar atenção desnecessária aos erros dos outros.

4 – Procure meditar: o mesmo vale para orar. Tire alguns minutos do seu dia (quanto mais, melhor) para mergulhar numa imersão em sua própria vida, seu “eu”. Ore, mentalize, medite. Busque alguma meditação que o agrada e pratique. O resultado você sentirá no decorrer dos dias através de suas atitudes, que estarão mudando para melhor.

Lembre-se sempre: é necessário errar. Errar faz parte da vida de todas as pessoas, inclusive da sua. Não exclua, nem procure ignorar as vibrações que você emite em sua própria vida, pois as qualidades e defeitos que você possui são o que constituem o seu “eu”. Errar é sinal de que oportunidades existem para evoluir a todo e qualquer momento.

“Aprendi que se aprende errando

Que crescer não significa fazer aniversário

Que o silêncio é a melhor resposta, quando se ouve uma bobagem

Que trabalhar significa não só ganhar dinheiro

Que amigos a gente conquista mostrando o que somos

Que os verdadeiros amigos sempre ficam com você até o fim

Que a maldade se esconde atrás de uma bela face

Que não se espera a felicidade chegar, mas se procura por ela

Que quando penso saber de tudo ainda não aprendi nada

Que a natureza é a coisa mais bela na vida

Que amar significa se dar por inteiro

Que um só dia pode ser mais importante que muitos anos

Que se pode conversar com estrelas

Que se pode confessar com a Lua

Que se pode viajar além do infinito

Que ouvir uma palavra de carinho faz bem à saúde

Que dar um carinho também faz…

Que sonhar é preciso

Que se deve ser criança a vida toda

Que nosso ser é livre

Que Deus não proíbe nada em nome do amor

Que o julgamento alheio não é importante

Que o que realmente importa é a Paz Interior

Eu já briguei com meus pais

Eu já prometi e não cumpri

Eu já chorei por um brinquedo

Eu já sei o valor do que se perde

Eu já perdi amigos por besteira

Eu já me queimei na panela

Eu já ri pra não chorar

Eu já me cortei

Eu já ignorei

Eu ja me senti ignorada

Eu já sei o que é certo e o que não é

Eu já sei que nem sempre eu faço o certo

Eu já peguei conchinhas na praia

Eu já durmi chorando

Eu quase tirei um zero..

Eu já brinquei de ser feliz

Eu já me fiz de vítima

Eu já tive gripes de ficar de cama

Eu já tive momentos secretos

Eu já rolei na grama

Eu já comi demais por estar angustiada

Eu já precisei de atenção

(…)

E finalmente, aprendi que não se pode morrer, pra se aprender a viver…”

– Autor Desconhecido


  • Texto escrito por Bruno da Silva Melo da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sua opinião é bem-vinda, sempre que colocada com a educação e o respeito que todos merecem. Os comentários deixados neste artigo são de exclusiva responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para colunistas@eusemfronteiras.com.br