Autoconhecimento Comportamento

Desapegando do passado

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras
O passado é parte da nossa história. É graças a ele que podemos contar a nossa vida para alguém. Como foi nossa infância, nossa adolescência, ou coisas que já passamos e das quais temos saudade – ou nem tanta assim.

Você também pode gostar de:

Mas é isso, o passado já aconteceu. Embora ele seja parte de nós, temos que seguir em frente. Não é saudável viver no saudosismo, querendo estar em outro tempo que não o agora. Assim como também não é nada bom trazer acontecimentos traumáticos pretéritos e carregá-los como um peso eterno. Você não precisa passar por isso. Carregue só o que é necessário, e vá se desapegando do passado a cada dia que for vivendo.

Desapegando do passado

O passado não pode ser uma prisão

Somos construídos de passado, temos história, bagagem. Mas o nosso passado não nos define. Adquirimos sabedoria, aprendemos lições com nossos erros pregressos.

Se você não recebeu carinho no passado, é bem possível que hoje você não se sinta merecedor de afeto. Se foi repreendido por algum fracasso, é provável que atualmente duvide de suas capacidades. Mas você não pode deixar que as amarras do passado continuem te prendendo. Aprenda a olhar pra dentro de si mesmo e se liberte desses traumas. Se for preciso, procure ajuda.

Não podemos voltar no tempo para consertar os nossos erros, muito menos para reviver uma época boa. Aí você escolhe: ou absorve essa experiência e segue em frente, desapegando-se do passado, ou emperra, paralisado por algo que não pode mais te atingir.

Desapegando do passado

Estamos no agora

Temos que ter em mente que estamos sempre no agora. Cinco segundos já é passado. O futuro ainda não veio, o passado já aconteceu. Precisamos estar atentos ao fato de que só existe um momento a ser vivido: o agora. Curta o momento que você vive, ame as pessoas. Não caia na armadilha de achar que a felicidade está num tempo que você não pode mais alcançar. Se sua mente não desapega dessa ideia, você mergulha em um mar de frustrações e tristezas, esquecendo-se das maravilhas que tem para vivenciar no presente.

Algumas coisas não têm explicação

Sabe aquele meme “Aceita, que dói menos”? Cabe perfeitamente aqui. Existem coisas que simplesmente não têm explicação e que não podemos mudar. Às vezes ficamos presos em situações passadas tentando buscar um porquê, mas simplesmente não vale a pena. Vida que segue: você não tem todas as soluções nem explicações.

Desapegando do passado

Pare de remoer

Já se viu naquela situação em que você acaba de sair de uma discussão com a impressão de que não disse o que desejaria ter dito? Daí um tempo depois, você se pega remoendo: “Ah, e se eu tivesse falado aquilo?”, e aí fica construindo diversas histórias possíveis para um evento que não vai se repetir, recriando diálogos, respostas, hipóteses. Até a reação do outro você acaba recriando na sua mente. Isso só serve pra criar mais estresse e frustração. A discussão acabou? Coloque um ponto final e siga em frente. Se tiver que discutir novamente (ou apenas conversar, depois de os ânimos se acalmarem), será uma nova situação.

Perdoe

Perdoar é desapegar. Não se trata de esquecer, mas de não reviver aquilo que lhe causou dor. Perdoe não só os outros, mas também a si mesmo, as suas falhas e imperfeições, suas escolhas (que podem não ter trazido um resultado desejado).

Você é uma outra pessoa, vivendo em outros tempos, adquiriu maturidade, aprendeu com os erros e procurará não mais cometê-los. Mas não se cobre tanto, porque certamente virão outros erros, e é disto que somos feitos: erros + acertos = aprendizado. Desprenda-se da culpa, liberte-se dos traumas. Você não é perfeito, e é isso que é a graça da vida!

Desapegando do passado

Cultive a gratidão

Seja grato sempre. Valorize o que tem hoje e o que aprendeu e apreendeu no passado. Quando somos gratos, enchemos nosso coração de boas energias e esperança. Nossa mente se aquieta, nossos sentimentos se apaziguam. Quando somos gratos até pelas coisas ruins, nossa mente se desapega de qualquer sentimento negativo. É disso que se alimenta a sabedoria.

Viva e orgulhe-se

Viva cada momento com alegria e amor. Orgulhe-se da pessoa que você se tornou, pelas coisas boas e pelas não tão boas assim. Tudo conta.

Nossa vivência nos estimula a evoluir como pessoas e também a ajudar os outros, até para facilitar a jornada deles neste mundo. Pense na possibilidade de usar suas experiências (até mesmo as ruins) para ajudar alguém em busca de conselho, seja alertando, seja indicando o melhor caminho a seguir.

Tudo que precisamos fazer é simplesmente viver. E só conseguimos fazer isso nos desapegando do passado. A vida é muito boa, o momento é agora e precisa ser valorizado, de preferência perto das pessoas que amamos e que nos fazem felizes!

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]