Comportamento Convivendo

10 atividades para celebrar o Dia Internacional da Felicidade

Mulher sorrindo na rua com um homem ao seu lado.
Joyce Muzy
Escrito por Joyce Muzy

Você sabia que existe um dia no ano em que se comemora a felicidade? Em um primeiro momento, quando eu soube da comemoração desse dia, confesso para você que não me chamou muita atenção; na verdade, cheguei a achar até um pouco infantil. Depois fui pesquisar um pouco sobre a história desse dia e também parei para refletir a respeito do seguinte:

  • É notório o quanto as notícias ruins têm invadido as nossas vidas, seja nos noticiários da TV ou em redes sociais;
  • Temos presenciado regiões do nosso país sendo castigadas pelas chuvas, casos confirmados de coronavírus, entre outras situações relacionadas à atual conjuntura política e social;
  • Alguns dados disponibilizados principalmente pela Organização Mundial de Saúde (OMS) apontam o quanto os números de casos de transtornos de saúde mental, como depressão e ansiedade, têm aumentado, inclusive em crianças e em adolescentes.

As informações para a conscientização acerca de demandas de saúde mental têm aumentado cada vez mais, o que é muito bom, pois realmente precisamos falar mais sobre isso, mas também é muito importante o enfoque no autocuidado (em todos os aspectos) e no cultivo de emoções positivas.

Pensando nisso tudo, escolhi escrever esse texto aqui para que, quem sabe, possamos, juntos, fortalecer a ideia de termos um dia dedicado à reflexão sobre a felicidade, para buscarmos mais informações a respeito, para colocarmos em prática algumas ações, mas, principalmente, para celebrarmos!

Como surgiu o Dia Internacional da Felicidade?

Balões de aniversário com carinhas sorridentes estampadas levantados ao céu, em um dia ensolarado.
Unsplash/Hybrid

Desde 2013, o dia 20 de março integra o calendário oficial da Organização das Nações Unidas (ONU) como o Dia Internacional da Felicidade. O tema para 2020 é “mais feliz juntos”.

Essa é uma iniciativa que tem como principal objetivo reconhecer a importância da felicidade na vida das pessoas e promover a felicidade e a alegria entre os povos do mundo. De acordo com o site da ONU, a data teve como principal influência o Butão, um país que reconhece o valor da felicidade nacional sobre a renda nacional desde o início da década de 1970 e adotou a famosa meta de Felicidade Nacional Bruta sobre o Produto Nacional.

“Todo mundo quer ser feliz e a vida é mais feliz quando estamos juntos. Então vamos celebrar nossa humanidade comum” – Portal Day of the Happiness

10 coisas que você pode fazer para celebrar o Dia Internacional da Felicidade

Trago aqui algumas ideias que poderão ser seguidas ou adaptadas por você. Você pode utilizá-las não só nesse dia, mas também poderá direcionar o seu foco e a sua atenção a esse tema em qualquer período do ano.

Lembra aquela música do Gonzaguinha: “Viver e não ter a vergonha de ser feliz…”? Então entre no clima e venha comigo, porque vou deixar aqui algumas dicas para você celebrar o Dia Internacional da Felicidade:

1 – Organize algum evento em comunidade

Grupo de pessoas em círculo com as mãos unidas ao meio.

Estamos falando sobre celebrar a felicidade, sobretudo num ano em que o tema é “mais feliz juntos”. Compartilhe com seus familiares, amigos e vizinhos a ideia desse dia!

Você pode organizar um encontro para comemorar o Dia da Felicidade e pode convidar inclusive, pessoas que você ainda não conhece.

2 – Leia sobre a felicidade

Homem sentado lendo um livro em uma paisagem natural, com um rio ao fundo.
Unsplash/Ben White

Muitos autores e cientistas vêm se dedicando ao estudo da felicidade. Entre eles encontramos profissionais de várias áreas, como economistas, jornalistas, filósofos, religiosos e psicólogos. Dentro da psicologia, temos a psicologia positiva, uma abordagem que enfatiza a busca pela felicidade humana.

Estão disponíveis muito livros com conteúdo sério sobre a felicidade e vou compartilhar três títulos aqui com você:

  • “O jeito Harvard de ser feliz” – Shawn Achor
  • “Felicidade autêntica” – Martin Seligman
  • “Seja mais feliz” – Tal Ben-Sharar

3 – Use e abuse do sorriso

Criança sorrindo na rua durante o dia.
Unsplash/kazuend

Sorria mais! Sorria ao encontrar as pessoas, ao falar no telefone, tire fotos sorrindo.

Sorrir é contagiante e desperta emoções positivas em você e em quem vê o seu sorriso.

Você também pode gostar

4 – Utilize as hashtags

Homem sentado, sorrindo, enquanto usa seu smartphone.
Unsplash/Disruptivo

Compartilhe a felicidade nas suas redes sociais utilizando hashtags relacionadas a esse dia: #diainternacionaldafelicidade #happinessday

5 – “Happy” – Documentário sobre a genuína felicidade

Capa do documentário "Happy", com um sorriso desenhado sobre um céu ensolarado.
Divulgação

Esse documentário de 2011, dirigido por Roko Belic, pode ser encontrado no YouTube ou na Netflix. Esse é um daqueles documentários que mexem com a gente. Com relatos de de pessoas de diferentes culturas e apresentando dados e pesquisas sobre a felicidade, leva-nos a reflexões sobre como podemos ter mais resiliência e viver dias mais felizes.

6 – Cultive emoções positivas por meio da prática da gratidão

Silhueta de uma pessoa em pé, de costas, com os braços abertos.
Unsplash/Debby Hudson

Muito tem se falado sobre a prática da gratidão. Sabe por quê? Porque realmente faz bem. Estudos comprovam cada vez mais os benefícios da prática da gratidão favorecem a nossa qualidade de vida e o nosso bem-estar.

Comece anotando em um caderno diariamente três coisas pelas quais você se sente grato.

7 – Seja mais gentil consigo mesmo

Mulher se olhando no espelho enquanto tira a maquiagem com um lenço.
Unsplash/Unsplash/Septian simon

Aproveite esse dia como forma de lembrá-lo sobre a importância de ser mais gentil não só com as outras pessoas, mas consigo também. Pequenas ações de autocuidado podem transformar o seu dia.

8 – Compartilhe uma memória feliz

Fotografias reveladas dispostas sobre uma mesa.
Unsplash/sarandy westfall

Recorra à sua caixinha de memórias, busque aqueles momentos que te marcaram, nos quais você se sentiu feliz, e compartilhe com as pessoas ao seu redor. Estimule as pessoas a fazerem o mesmo.

9 – Faça algum trabalho voluntário

Criança menina fazendo trabalho voluntário ao plantar uma árvore.
Unsplash/Anna Earl

Você pode realizar um trabalho voluntário de maneira regular em algum local ou instituição que precise de ajuda ou pode dedicar apenas um dia a ajudar a sua comunidade.

Para esse trabalho, uma ideia é organizar um bazar de roupas usadas e reverter a renda a alguma instituição ou você pode também dedicar um dia para ajudar um vizinho ou a comunidade de alguma forma.

Outra maneira é por meio da causa de resgate de animais abandonados. Você pode se unir a outras pessoas ou instituições e ajudar abrigos que recebem animais.

Independentemente da ação que você irá realizar, fazer um trabalho voluntário é muito benéfico principalmente para quem pratica, além de fortalecer os laços entre os membros da comunidade.

10 – Assuma um compromisso pela felicidade

Imagem de divulgação do site Action for Happiness.
Divulgação

No site https://www.actionforhappiness.org encontramos a proposta do seguinte compromisso: “Vou tentar criar mais felicidade no mundo ao meu redor”.

Como seria, para você, fazer essa declaração todos os dias ao acordar e realmente tentar colocá-la em prática ao longo do dia?

Agora conte aqui para mim nos comentários:

E para você, o que é a felicidade?

Como você celebrará esse dia?

Com amor,

Joyce Muzy

Psicóloga – CRP 06/73289


Referências:

https://www.un.org/en/observances/happiness-day
https://www.calendarr.com/brasil/dia-internacional-da-felicidade/
https://www.dayofhappiness.net
https://www.actionforhappiness.org/

Sobre o autor

Joyce Muzy

Joyce Muzy

Joyce Rojais Fernandes de Melo Muzy é psicóloga, CRP 06/73289, especializada em saúde mental e atenção psicossocial e em políticas públicas e socioeducação.

Possui aprimoramento em arteterapia, psicodiagnóstico infantil, ansiedade, técnicas de respiração, meditação e relaxamento, psicoterapia transpessoal e em terapia cognitivo-comportamental, além de diversos outros treinamentos na área.

É facilitadora licenciada do Programa Educação Emocional Positiva.

Psicóloga credenciada no Conselho de Psicologia para atendimento online. Realiza atendimento presencial em Águas de Santa Bárbara, SP.

Coautora dos livros: “Cuide-Se – 8 Passos para a Saúde Emocional Feminina”, “Diário da Alma Feminina”, “Mulher de Corpo e Alma”, “Conectando Pais e Filhos”.

Contatos:
Email: [email protected]
Site: joycemuzy.wixsite.com/psicologia
Facebook: joycemuzypsicologia
Instagram: @joycemuzypsico
Youtube: Joyce Muzy