Budismo Espiritualidade

Elementos do verdadeiro amor segundo Buda

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras
1 – Pratique a inclusão

Se você é capaz de se doar pelas pessoas sem a necessidade de algo em troca, então está praticando a inclusão. O amor verdadeiro exige que você aja desinteressadamente com as pessoas ao seu redor, não seja ganancioso e utilize de suas melhores habilidades sempre em favor do outro, sendo sempre você mesmo.

Nem todo mundo é um mestre nisso e talvez leve algum tempo para pegar o jeito. Não será da noite para o dia. Mas você está um passo mais perto de compreender essa verdade inata da vida.

2 – Pratique a alegria

A alegria é uma das emoções mais contagiosas de todo o mundo. Quando estamos verdadeiramente alegres, transbordamos de energia positiva e as pessoas ao nosso redor se beneficiam também. Ela pode transmitir sentimentos e sensações positivas a quem quer que seja. Adote essa prática em sua rotina diária. Este é um bom começo para entender o que significa ter amor verdadeiro pela vida.

O fato de nunca ceder a pensamentos negativos e sempre tentar o seu melhor para colocar um sorriso no rosto de outras pessoas deve-se ao fato de você possuir gratidão por elas e pela própria vida. Você pode se surpreender com o quão gratificante é realmente fazer os outros felizes. Tente.

3 – Pratique a compaixão

Ser compassivo sobre as coisas pelas quais você gosta de fazer e se orgulha é um dos elementos mais importantes do amor verdadeiro. Caso você seja capaz de transbordar compaixão pelas pessoas e incentivá-las a vencerem, então está um passo mais perto de compreender o que o “verdadeiro amor” realmente significa.

Nem todos têm essa habilidade de serem apaixonados e ainda ter a compaixão. Comece devagar e pense nas coisas que te fazem feliz. Lá, você vai encontrar a sua paixão e transbordar isso.

4 – Pratique a gentileza

Por último, mas não menos importante, pratique a gentileza. A fim de compreender verdadeiramente o significado de “amor verdadeiro”, você precisará se esforçar para ser gentil com as outras pessoas e com você mesmo também.

Quando você aprender a ser gentil com o mundo ao seu redor, você perceberá uma grande mudança em sua vida. Vai ver o quão incrível tudo pode ser e como as coisas são boas.

Espalhar amor e bondade na vida é um dos esforços mais valentes que qualquer ser humano pode fazer. O mundo sabe que precisamos dele agora mais do que nunca, pois carece desses sentimentos.

Buda tem uma variedade de outras lições sobre como lidar com suas emoções. Mas compreender o verdadeiro amor, o amor ao próximo, aos animais, a vida em si, é uma das lições mais importantes que todos devem aprender e aplicar.


  • Texto escrito por Bruno da Silva Melo da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]