Autoconhecimento Psicologia

Entenda o que é o transtorno de personalidade e seus sintomas

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

O comportamento dos indivíduos é baseado no ambiente em que vivem, ou seja, na cultura, grupo, regras, padrões e noções comuns que o cercam.  Quando se fala em atuação do corpo e mente numa sociedade em grupo, é possível identificar comportamentos comuns à alguns conjuntos de pessoas. Atualmente, estes padrões comportamentais têm se tornado cada vez mais globais e unificados.

A divergência quanto a eles pode ser sintoma de uma doença chamada Transtorno de Personalidade, que se deve à fatores ambientais mas principalmente devido à fatores biológicos como variações genéticas ou traumas cerebrais.

Como se Comporta

O indivíduo que sofre deste transtorno de personalidade passa a ter interpretações extremas sobre aquilo que ocorre a sua volta.

Existem alguns tipos de desvio comportamental. Abaixo, os principais e seus respectivos sintomas:

– Transtorno esquizoide (isolamento, distorção da realidade);

– Transtorno Antissocial (isolamento, sensibilidade, estado emotivo, dificuldade de relacionar-se em grupo, quebra de limites nas relações sociais);

– Transtorno Obsessivo-Compulsivo (ansiedade, estresse, avaliações negativas diante das circunstâncias).

Dentre outros tipos, a doença pode apresentar vários níveis de alteração biológica e também de expressão de tais sintomas. A avaliação de um profissional é imprescindível a fim de identificar o grau da doença e o melhor tratamento.

shutterstock_204048727

  • Consequências

Pessoas que não se comportam dentro do padrão acabam por se isolar do grupo. No caso do Transtorno de Personalidade, a manifestação dos sintomas pode ser tão evidente que prejudica profundamente a convivência do doente em grupo, o que torna a situação ainda mais delicada por reforçar seus medos, angústias e seu lado “desviado”.

  • Quem Pode Ajudar

Em caso de identificação de sintomas de extrema estranheza no comportamento de alguém, a procura por profissionais se mostra necessária, principalmente quando se pode associar à algum outro acontecimento como choque físico na região da cabeça ou algum trauma que possa ter atingido o processo de funcionamento do cérebro. Neste caso, os melhores médicos para avaliação e tratamento são aqueles que trabalham com estudos neurológicos e psíquicos. São eles: neurologista, psiquiatra e psicólogo.

  • Como Ajudar

Os tratamentos, como já dito, variam de acordo com o nível e classificação do desvio. Realizam-se por meio de remédios e, como complemento, acompanhamento psicológico a fim de reconstruir um comportamento comum àquele que sofre do transtorno.

A psicoterapia se encarrega de reconstruir conceitos, retomar noções que possam, juntamente com a ação química dos medicamentos, trazer o doente novamente “à realidade”.


  • Escrito por Julia Zayas da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]