Autoconhecimento

Escolher entre as campinas ou o deserto?

Dente-de-leão.
keelxy / Reshot

Não vamos tratar aqui da história de Abraão e Ló, nem de religião, vamos falar sobre o cérebro e a inteligência emocional. O cérebro funciona como nós o condicionamos, isto é, ele guarda recursos alcançados por nossas investidas, pela nossa permissão pelo fato de ter sido experimentado tal recurso outrora na vida. Neste sentido, o cérebro funciona com inteligência emocional ou com a falta dela.

Quando fazemos escolhas, normalmente se analisam diversos aspectos, pois uma escolha é difícil e complexa. Em nosso dia a dia sempre vamos vivenciar o novo, o espanto e por vezes inevitavelmente teremos de escolher qual o caminho a seguir: as campinas ou o deserto.

Muitas vezes teremos de lidar com o deserto para manter nossa dignidade, nosso caráter. Isso é muito difícil. São escolhas que mudam a vida da pessoa para sempre. Se a escolha forem as campinas, tudo pode parecer menos doloroso, afinal nas campinas existem conforto e segurança, enquanto no deserto há incertezas e muitas outras sensações difíceis de serem vencidas, porém são sempre possíveis de se vencer com superação.

Mulher sentada de costas num morro com mar à frente.
peterpheap / Reshot

A inteligência emocional se mostra uma ferramenta potente em relação a qualquer intenção de escolha. A inteligência emocional garante a paz de espírito intacto, ela dá direção e discernimento e faz melhorar sua visão de mundo. Como então alcançar essa inteligência emocional? Existem vários caminhos, a começar pela meditação e pelo desapego do materialismo. É bom também praticar exercícios físicos e leitura de bons livros, pois são alguns dos meios para se desenvolver essa envergadura de espiritualidade.

Quando alguém se encontra perdido e não sabe para onde quer ir, qualquer caminho serve. Porém, como não estamos em “Alice no país das maravilhas”, sabemos o quanto é difícil escolher, pois aqui é a vida real. Como salientei, existem métodos que te levam ao processo e ao progresso a caminho da sua melhor versão. Isso pode demorar, porém precisa iniciar. Não escolha a dúvida, defina aonde quer ir. Os motivos da sua escolha devem ser bem medidos e analisados em seus diversos pontos e aspectos.

“Se tens dúvida isso pode ser o pecado da fé, porém, se tens em teu espírito a definição, salvo estará no deserto e em qualquer verde ilusório do mundo das ilusões.”

Sobre o autor

Nilo Deyson Monteiro Pessanha

Sou filósofo, escritor, poeta, colunista e palestrante.
Meus trabalhos culturais estão publicados em diversas plataformas. Tenho obras e livros publicados.

Podem também pesquisar no Google: filósofo Nilo Deyson Monteiro Pessanha

Sou uma incógnita que deve ser lida com atenção e talvez somente outras gerações decifrem meu espírito artístico. Sou muitos em mim e todos se assentam à mesa comigo. Posso não ser uma janela aberta para o mundo, mas certamente sou um pequeno telescópio sobre o oceano do social.

Contato:
Email: dyson.11.monteiro@hotmail.com