Nutrição Veganismo

Escravidão humana x Escravidão animal

Luciana Pessutti
Escrito por Luciana Pessutti
No texto a seguir, vamos falar de situações iguais com vítimas e épocas diferentes. Aconselho uma reflexão com a mente e o coração abertos para nova mudança e evolução.

Quando frequentamos a escola, aprendemos sobre os navios negreiros. Neles, as pessoas, na época escravos, eram transportadas e comercializadas como se fossem meros objetos. No decorrer da história e do tempo evoluímos, e vimos o quão cruel e desnecessária era essa prática, pois todos têm o mesmo direito a dignidade, vida e respeito, independentemente de raça, credo ou qualquer outro estereótipo.

Nos dias atuais, cometemos esse mesmo erro com os animais. Os escravizamos, torturamos e vendemos como meras mercadorias. Em comparação a este ato histórico, milhares de animais são transportados em condições ainda mais precárias, pois contam com pouquíssimo espaço entre um e outro, fechados em gaiolas de caminhões, recebendo o mínimo de alimentação e raramente água.

Muitas gaiolas são totalmente fechadas, com pouca passagem de ar, outras possuem a parte de cima aberta, porém, deixando esses animais expostos ao sol escaldante ou chuva. Nas gaiolas onde permanecem, urinam e defecam, não têm o mínimo de condições de higiene e, assim, são levados ao caminho do abate. Muitos morrem durante o percurso devido a essas condições precárias.

Milhares chegam ao seu destino: morte, nessas condições; outros milhares depois desse longo trajeto tortuoso ainda são transportados em navios em condições ainda mais precárias. Podemos acompanhar no momento atual o grande transporte de bovinos para o Porto de Santos, onde eles serão embarcados vivos para serem abatidos na Turquia.

Na geração do século XXI, que vive inundada por valores de uma sociedade desenvolvida e atualizada, não é ético convivermos com essas atitudes e muito menos sermos coniventes com essa situação. Que nossas escolhas possam ser mais justas, e que possamos pregar amor, respeito e ética a todos os seres habitantes do planeta.

“Hoje você mostrou ao mundo a minha realidade, já não sou mais invisível. (…)

Talvez você já não possa fazer mais nada por mim, mas fará por todos os outros que virão.

Te peço que não te rendas, que siga nos defendendo e que levante tua voz por nós.

Te animo, para que nunca te falte forças, pois precisamos de você!

Você é a minha esperança e a de um futuro melhor.”

“Os olhos de um animal têm o poder de falar uma grande linguagem.”

(Martin Buber)

Entenda essa linguagem…

Abaixo, segue o link de duas petições, em que contamos com a sua colaboração, e de um vídeo relatando o momento atual:

https://www.animalsinternational.org/take_action/live-export-global/pt?co=1

https://secure.avaaz.org/po/petition/Governador_Geraldo_Alckmin_Porto_Vergonha/

Sobre o autor

Luciana Pessutti

Luciana Pessutti

Oi meu nome é Luciana Pessutti, sou vegana há mais de seis anos e vegetariana desde os 12 anos.

Desde criança não achava correto ter os "bichinhos" no meu prato, porém somente depois de adulta fui conhecer o veganismo e, desde então, divulgo por meio da internet informações dos bastidores da indústria de laticínios, ovos, mel e demais explorações que acontecem com nossos irmãos não-humanos, conscientizando para o fato de podermos ter uma vida saudável sem precisar explorar ou matar um ser inocente.

Sou ativista pelos direitos animais e uma das minhas frases preferidas é "Viva e deixe Viver!"

Contato: [email protected]