Autoconhecimento Comportamento

Exercite a sua tolerância diariamente

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Tolerar significa consentir, permitir, não impedir. Tolerância é o ato ou efeito de tolerar e ser tolerante, por sua vez é a pessoa que comanda ou é comandada por esta ação. Tudo isso na teoria e na literalidade, porque se pensarmos na prática podemos exemplificar o significado de tolerância como “permitir que alguém seja diferente de você, que uma situação saia do seu controle ou ainda aceitar suas próprias falhas”. Quantas vezes você exercitou sua tolerância nos últimos dias?

Talvez sua resposta assuste ou talvez você nem consiga encontrar uma resposta por não conseguir lembrar das situações em que foi tolerante, se é que elas existiram. Infelizmente, vivemos em uma rotina que nos faz deixar de lado as condições mais bonitas para um ser humano: empatia, simpatia, educação, generosidade, gentileza, compreensão e principalmente a tolerância.

Com a correria e as cinquenta mil coisas pra dar conta acabamos desenvolvendo um egocentrismo gigantesco e agimos como se todas as pessoas devessem agir da maneira como esperamos, que as coisas funcionassem a nosso favor e até mesmo que nós nunca fossemos passíveis de falhas ou expectativas quebradas. Acontece que tudo isso nos torna uma pessoa cada vez mais fria e desumana, o que contribui para que o mundo fique ainda mais ácido e tudo vire um ciclo sem fim.

O primeiro passo para praticar a tolerância com mais afinco no dia a dia é reconhecer a falta dessa qualidade nos seus atos. Se você percebe que poderia ter sido mais tolerante, gentil e compreensivo com alguma pessoa ou em alguma situação é o início de tudo. O reconhecimento nos faz identificar os erros e começar a agir para consertá-los.

Se lhe falta tolerância com as pessoas tente pensar em todas elas como pessoas próximas a você e muito parecidas com você. Elas também são passíveis de erros, cheias de sentimentos conflitantes e com alguns problemas a resolver na cabeça. Você provavelmente não sabe a batalha que elas estão enfrentando, então antes de dizer uma palavra rude ou ter um ato não amigável respire fundo e coloque sua tolerância em prática. Pense que tratando alguém com gentileza você pode tornar o dia dessa pessoa melhor e ela também exercitará a compreensão com o próximo.

Isso pode desencadear uma sequência mágica de boas ações e humores melhorados.

Já se sua tolerância anda em falta com você mesmo é só uma questão de exercitar o autoconhecimento e o autocontrole. Tenha uma conversa séria consigo mesmo e reconheça o que o incomoda e o que o faz agir desta forma tão rude com você. Faça uma análise de quem você verdadeiramente é, quais são seus pontos a melhorar e porque busca sempre tais expectativas. Estabeleça que você é um ser humano passível de falhas e de mudanças de opinião e de forma de agir. Não seja cruel com você mesmo, infelizmente, como já dissemos, você provavelmente cruzará alguém no seu dia que fará isso por você. Permita-se ser tolerante com suas ideias e se ame, acima de tudo.

Encare a tolerância como um músculo flácido. Ele precisa ser exercitado diariamente para se tornar vigoroso e admirável. No início o exercício constante pode até doer, incomodar e não serão raras as vezes em que terá vontade de desistir, mas garanto que se insistir nisso a tolerância será sua melhor amiga, além do orgulho que irá invadi-lo.


Artigo escrito por Roberta Lopes da Equipe Eu Sem Fronteiras

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]