Autoconhecimento

Faça essas coisas e se conheça melhor

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Provavelmente você já sabe a importância do autoconhecimento. Por meio dele podemos saber melhor quem somos, quais são nossos ideais e gostos, nossos medos e receios, qual a história que estamos escrevendo na nossa vida e principalmente que caminho devemos seguir para atingir nossos objetivos. No entanto, você sabe como obter este autoconhecimento de maneira fácil, rápida e extremamente eficiente?

Listamos algumas dicas que, sem dúvida, irão ajudá-lo a trilhar este mapa mental de quem você verdadeiramente é. Siga os passos abaixo e ao fim da reflexão terá estreitado os laços de intimidade com a pessoa mais importante da sua vida: você!

Observe a si mesmo

Tente se enxergar como se fosse outra pessoa. Faça um esforço e passe a ver suas ações, escolhas e atitudes como se observasse outro alguém. Como se visse a situação de fora. Pois só assim conseguirá ter um discernimento melhor do seu modo de agir. Estude suas reações a cada acontecimento, suas sensações e seus pensamentos. Os detalhes também são importantes, foque neles.

Explore seus pensamentos

Aproveite um tempo livre e deixe sua mente divagar o quanto quiser. Pule de assunto em assunto e filosofe consigo mesmo o máximo que puder. Perceba o que você acha de determinado assunto e como abordaria aquele outro tópico em uma roda de conversas. A diferença é que aqui só tem você e então não há espaço para censura ou meias palavras. Seja verdadeiro consigo mesmo e se apresente totalmente despido.

Não crie expectativas

Expectativas são as coisas mais odiosas que existem. Elas geralmente só servem para se transformarem em decepção. Então, deixe as expectativas em relação a você para as outras pessoas, afinal essas você não tem como controlar. Em um processo de autoconhecimento no lugar da expectativa devem entrar a aceitação e a curiosidade. Não tenha respostas sobre você, vá em busca da sua personalidade nua e crua.

Esteja aberto a novas experiências

Uma das formas mais interessantes de autoconhecimento é nos propor uma série de experiências pela primeira vez. Ao lidar com o desconhecido geralmente estamos desprevenidos e agimos instintivamente. Só experimentando saberemos se gostamos ou não de uma comida, de uma viagem, de um estilo de vida, de uma ideia ou de um lugar. Esteja aberto!

Mantenha um diálogo consigo mesmo e não se poupe de questionamentos

Converse com você, por mais louco que isso possa parecer. Questionar a si mesmo sobre os mais variados temas e assuntos é básico e deveria ser feito de forma recorrente. Comece o quanto antes. E não seja monossilábico ao responder. Entre na brincadeira e se permita falar até cansar.

Reflita

Sobre tudo e sobre todos. Ao obter respostas, ao pensar em perguntas, ao fazer escolhas, ao se sentir inspirado, com raiva ou cansado. Reflita principalmente sobre os motivos que causaram tal sensação ou reação.

Permita-se

Tenha em mente que este processo de autoconhecimento nunca estará terminado. Tenha consciência de que somos energia em movimento e estamos abertos a mudanças, crescimento e adaptações. Permita-se mudar de ideia, de gosto, de atitude. E principalmente a começar tudo de novo.


Texto escrito por Roberta Lopes da Equipe Eu Sem Fronteiras

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]