Autoconhecimento Saúde Integral

Festas de fim de ano e estresse

Mulher com arquinho de renas com expressão irritada e árvore de natal ao fundo
88622430 - sad bored woman having no fun at christmas dinner party
Tereza Gurgel
Escrito por Tereza Gurgel

Mais um ano chega ao fim, tempo de fazer balanços de tudo que foi realizado ou não durante o ano e de planejar o que fazer no próximo.

Tradicionalmente esta passagem é comemorada, com sinceridade ou não, nos diversos ambientes: familiar, profissional, escolar… essas atividades podem ser bastante divertidas, mas na maioria das vezes somos pressionados para participar de algumas reuniões por força das circunstâncias.

Estas situações contribuem para exaurir a energia emocional, mental e física. O que poderia ser uma chance de relaxar e celebrar acaba sendo fonte de muito estresse.

Por trás disso pode acontecer a ansiedade por sair de uma rotina estabelecida, sem grandes surpresas, e passar por situações novas, o que pode exigir improvisação – e daí advém o medo de estar sob o escrutínio e julgamento dos outros, medo de ter que passar uma imagem de alegria e confiança e desapontar expectativas.

Conforme esses pensamentos se apoderam da mente, mais energia é requerida para manter as aparências até a completa exaustão.

Mulher com imagem embaçada e duplicada de cabelos soltos e olhos fechados

Normalmente há uma reação corporal diante de situações (reais ou imaginadas) que possam prejudicar ou ameaçar o indivíduo. A reação pode ser a fuga ou a luta.

Fisicamente, a contínua exposição à fonte de estresse pode até acarretar uma sobrecarga no coração, dado que a frequência cardíaca e a pressão arterial aumentam, a respiração acelera e os músculos se contraem, deixando o corpo pronto para reagir.

Segundo alguns estudos, o estresse contínuo pode acarretar também dores crônicas, pois o corpo está em constante nível de alerta, elevando o nível da adrenalina.

O sistema imunológico pode enfraquecer, deixando o indivíduo com maior suscetibilidade a infecções, entre outros problemas.

Então, como enfrentar esta época de tantas solicitações e compromissos sociais?

Homem sentado no chão com mãos na cabeça e a cabeça abaixada

Não negue a si mesmo(a) que você se sente desconfortável nestas ocasiões. Tentar minimizar o problema não funciona, pois é preciso compreender a razão de ele ocorrer. Observe o que acontece quando você sente mais pressão, o que é que serve de “gatilho” para desencadear a sensação desconfortável. É uma situação, uma pessoa, uma atividade? Procure dissecar o máximo de informações que puder sobre isso. Medite sobre o que conseguiu perceber, procurando entender o problema, a situação ou a pessoa – sem julgar. Coloque-se no lugar do outro; você agiria diferente? Quais seriam as razões que levam as pessoas a agirem deste ou de outro jeito?

Isto faz com que você saia do seu limitado ponto de vista e expanda seu olhar e compreensão para outras realidades.

Respeite seus limites. Se puder dizer não, seja honesto(a). Caso isso seja impossível, deixe claro que você ficará apenas por um pouco de tempo no local da comemoração, e não poderá estender esse tempo. Seja delicado(a) mas firme. Assim, você não prolonga a exposição ao momento estressante, preservando sua paz de espírito.

Homem com mão na gravata e olhos fechados tentando relaxar

Para ajudar em situações de estresse, um exercício fácil, rápido e eficiente é voltar imediatamente sua atenção sobre os músculos do seu abdômen. Como você está respirando? Force sua respiração a diminuir de ritmo; em pouco tempo ela se tornará mais leve e fluida. Seus músculos estão contraídos? Mentalmente dê uma ordem para que eles se descontraiam e relaxem. Sua mente pode, eficientemente, controlar o seu corpo.

Você também pode gostar

Pode parecer difícil no início, mas lembre-se de que a prática leva à perfeição!

Se o estresse para você já se tornou um estado crônico, procure fazer uma terapia, um profissional qualificado irá ajudar a enfrentar suas dificuldades.

As festas de fim de ano não precisam ser pesadas e difíceis. Procure se distrair e não dar atenção às preocupações. Aproveite o tempo para observar e aprender mais sobre o que é verdadeiramente importante para você. Boas energias e boas festas!

Sobre o autor

Tereza Gurgel

Tereza Gurgel

Formada em Psicologia (F.F.C.L. São Marcos - SP). Filiada à ABRATH (Associação Brasileira dos Terapeutas Holísticos) sob o número CRTH-BR 0271. Atua na área Holística com Reiki, Terapia de Regressão e Florais de Bach. Mestrado em Reiki Essencial Metafísico e Bioenergético Usui Reiki Ryoho, Shiki, Tibetano e Celtic Reiki. Ministra cursos de Reiki e atende em São Paulo (SP).

E-mail: [email protected]
Telefone: 11 987728173
Site: mtgurgel.wixsite.com/mundoholistico
Skype: tk.gurgel