Energia em Equilíbrio

Manifestação e realidade, co-crie sua vida agora

Mão desenhando em lousa com giz várias lampadas pequenas com um sinal de igual e uma lampada maior.
Milena Paula
Escrito por Milena Paula
Sempre gostei de olhar para a noite estrelada e buscar a resposta de todos os mistérios do mundo, tentava ler o meu destino no céu e nos astros, para obter revelações do meu propósito de vida, esse sentimento nutriu a minha alma e gerou inúmeros questionamentos.

Passei muito tempo olhando fora, mas a resposta sempre esteve dentro, todavia, com o meu amadurecimento e crescimento pessoal, entendi que eu era o meu oráculo e, naquele céu, eu era a minha estrela guia e somente a minha luz revelaria os passos a seguir na imensidão do Universo.

Manifestação e realidade

Assumir a minha verdade conduziu a consciência sobre o resultado das minhas escolhas e, com isso, a compreensão da trajetória percorrida adveio das manifestações criadas, o que originou a existência experimentada.

De fato, estamos cercados de respostas prontas, demorei a dar valor aos questionamentos e sempre gostei de conceitos, que são importantes e vitais para a formação do ser, mas o indagar apresentou a grande possibilidade do autoconhecimento e, com ele, a liberdade de entender o que quero.

O controle da sua realidade está atrelado ao inconsciente que hoje norteia a sua jornada em um destino previsível ou mantém você enclausurado a uma existência que não é a que você quer. Essa é a sua situação hoje? Pense na sua resposta, se ficou descontente, abrace a mudança.

Hora de mudar

A minha jornada para criar a transformação nasceu das perdas e adversidades, que progrediram vertiginosamente, mantendo a escuridão e a desesperança como companheiras constantes da minha existência.

Definitivamente, a manifestação sempre esteve presente na minha vida, advinda dos pedidos, dos desejos ou da exposição às pessoas do que acreditava, pois possuo uma natureza comunicativa, deixar os meus sonhos calados é um grande desafio, mas confesso que por um longo tempo vivi na matrix, fazendo as mesmas coisas, com os mesmos descontentamentos e, para agravar, manifestando tudo isso aos quatro ventos.

A priori, a insatisfação era palpável na minha vida, indiscutível era a mazela expressa na minha realidade. Assumir a minha responsabilidade e reconhecer que criei a existência que vivia foi o passo que acabou com a trincheira levantada com o vitimismo, possibilitando erguer a cabeça, manter os olhos fixos no horizonte e visualizando uma infinidade de novas oportunidades no futuro.

Mudar é preciso, assumir a novidade com coragem para transmutar o meu ser e sair da zona de conforto, perscrutar os passos que elevam a jornada acelerando os resultados que procurava, tudo isso fez a diferença.

Utilizar o GPS interno para localizar a real posição de onde estava em relação aos meus sonhos dirigiu foco e assertividade para as ações empreendidas. Usar os questionamentos internos para buscar as próprias respostas e permitir o novo, experimentando algo diferente para obter outros resultados, que validam novas possibilidades.

O mito da caverna

Manifestação e realidade

Platão preconiza com “O mito da caverna”, no qual retrata um grupo de homens que nasceram presos em uma gruta acorrentados, que podiam olhar para as sombras na parede, apreciando apenas aquelas imagens e acreditaram que essa era a única verdade.

Contudo um dos prisioneiros rompeu com as correntes, buscou a luz que estava fora da caverna e criava as sombras, saindo do cativeiro contemplou o Universo e a luz, adaptado à luminosidade, ele retorna para avisar aos que estão encarcerados o quão maravilhoso é o mundo fora, esses não acreditam, o acusam de mentiroso e, acostumados a viver naquelas condições, se mantêm presos.

Nas palestras e workshops que realizo, busco quebrar esse paradigma, para que as pessoas saiam da caverna interna e olhem para o Universo sem horizontes, arrancando as “verdades” enraizadas que as mantêm no mesmo condicionamento, predestinadas a viver da mesma forma sempre, talvez até repetindo o padrão familiar que tanto criticam.

“Os que acreditam no impossível são os mais felizes.” – Eugénie de Guérin.

Amando o impossível, invocando a manifestação para criar novas realidades, a frase que me vem à mente é esta, em absoluto causará a divisão comum, do copo meio cheio e do copo meio vazio.

Afinal, quem crê no impossível? Quem crê na felicidade? Quem crê em si mesmo? Quem aposta nos seus sonhos?

A dualidade de tudo versando nos nossos pensamentos e gerando um debate interno saudável, para olhar dentro de si, permitir o seu autoconhecimento, a visão da sua autoimagem verdadeira, sem os adornos e embelezamentos ou ausente do julgamento contaminado da culpa e do ressentimento, apenas você com você, essa é a chave do seu entendimento.

Manifestação e realidade

Diga a verdade para si! No que você crê? Olhando para dentro é que você encontra as suas respostas.

Por quanto tempo você deixou de lado o impossível? A sua vida hoje é permeada pela claridade dos seus sonhos? Você manifesta na sua vida o que você quer?

A manifestação é a expressão, a revelação, a exposição e a declaração, gosto da etimologia desta palavra que, advinda do grego “phaneroo”, possui raiz na palavra “phos”, que significa luz, do latim “manifestare”.

Está em voga a utilização da palavra cocriador, tendo em vista que tudo está criado, por esse motivo que cocriamos a nossa realidade por meio do que já existe, utilizando o que nos cerca.

Destarte, a expressão do que você quer, com os seus pensamentos, sentimentos, palavras e atitudes, traz a luz à sua verdade. Você é feliz com a sua verdade manifestada no momento presente?

A contaminação da reclamação

A importância da manifestação é deixada de lado na massacrante rotina diária, apreendendo os sonhos e esperanças, trazendo o vazio como constante, acendendo o alarme de que algo não está de acordo.

Os meus ouvidos e olhos são testemunhos fiéis da insatisfação expressa habitualmente de nós, seres humanos, um grande exemplo são as redes sociais, parece que o coletivo inunda as pessoas da escuridão ao manter a reclamação como virtude. Quanto maior a adversidade, maior é a necessidade de reviver esses momentos de vicissitude, exaltando os benefícios do seu cárcere mantido com sombras para entretê-lo.

E toca imensamente o meu coração as expressões negativas sobre si mesmo que as pessoas emitem, o cotidiano da maioria é pontuado com reclamações ou insatisfações, de si e de tudo. E o que salta aos olhos é a falta de percepção das palavras ofensivas destinadas ao seu eu.

As ações ou a falta das mesmas é outra atitude que aponta para a ausência de harmonia com o que quer para si.

E isso cria sua realidade.

As técnicas e a Manifestação

No atendimento de terapia complementar, nos atendimentos de limpezas energéticas de empresas ou residências, a manifestação do cliente é o que levo em conta, a primeira pergunta que faço ao receber o cliente é:

O que você busca com o atendimento? Qual a razão de estar aqui?

A sua resposta é crucial, ela é a manifestação do que você quer ou do que você não quer mais vivenciar. Ouvir quem busca o atendimento e respeitar, sem julgamento, possibilita a transição na vida do cliente. Esse presente de vivenciar o início do processo de metamorfose do ser, para sair do seu casulo e assumir sua forma real, é maravilhoso e libertador.

E muitas técnicas utilizam a manifestação: Reiki, ThetaHealing®, Barras de Acesso da Consciência®, Mandalas Radiônicas, Placas Radiônicas, Feng Shui, Metafísica, entre outros. Ao perguntar para o cliente o que ele busca, direciono o atendimento, levando em conta sua satisfação.

Conforme a utilização de cada técnica específica para florescer a manifestação, acende no cliente a força que germina a ação, com atitudes, mudança de frequência e a abertura para visualizar as probabilidades diversas.

Os clientes, percebendo a eficácia de manifestar o que querem, procuram o atendimento especificamente para isso e os resultados são frequentes, continuo surpreendida com os efeitos incríveis quando me comunicam com alegria o quanto as suas vidas mudaram, às vezes, essas ocorrem de formas graduais e outras são saltos quânticos.

Ousaram e permitiram acessar o novo, ao experienciar outras formas, expandiram suas consciências, viram fora do padrão, abandonaram as correntes que os mantinham na caverna.

Percepção dos bloqueios, com a realização da manifestação

Nesse processo de trabalhar com a manifestação, localizar os bloqueios e crenças limitantes que impedem de conseguir o que quer é parte perceptível do todo.

Ainda é corriqueiro atender pessoas que não conseguem superar uma determinada situação, que acontece de forma repetitiva em sua vida, contratada para fazer o trabalho, faço a pergunta-chave: O que você quer com esse atendimento?

A resposta é a melhora da saúde, ou do relacionamento com outras pessoas, ou da condição financeira, ou outras alternativas diversas, mas de imediato o cliente emenda que isso é muito difícil, que passa até mal de pensar no que quer e que provavelmente não acontecerá. Olha as correntes e a caverna tomando proporções imensas, mantendo na escuridão quem é inflexível com o novo.

Utilizando as técnicas, trabalho com as diversas crenças e vivências mantidas como princípios, que fazem mal e padronizam sua existência.

Assegurar a limpeza do lixo interno, principalmente das crenças, das resistências e dos bloqueios que conservam o cliente preso à escuridão, são os grandes passos, somente depois é possível manifestar.

Concluir a conversão desse novo ser, para expandir e descobrir os seus talentos, com a ausência do que limita a sua realidade, é um desafio maravilhoso, bem como é a construção dos sonhos e desejos pessoais.

O impossível é possível (Eu vivo isso diariamente)

Manifestação e realidade

Recentemente, eu fui convidada para palestrar sobre o ThetaHealing®, em um evento beneficente da causa animal, questionada sobre qual o tema que seria abordado, escolhi manifestação.

Ao estudar o assunto para compor a palestra, eu me dei conta de que havia manifestado aquilo, o fato de palestrar era uma das minhas manifestações tornadas realidade.

Confesso que ao me dar conta desse fato, que hoje faz parte do meu dia a dia, fiquei muito emocionada e com um sentimento forte de estar alinhada com o que busco, o impacto trazido com a lembrança da minha manifestação palestrando foi imenso, sei da importância dessa ferramenta, todavia, ver o resultado nítido na minha vida alimenta a minha alma para seguir em frente de forma consciente.

O fato de estar sentada digitando este texto é uma das minhas manifestações, por esse motivo que resolvi abordar o tema e aprofundar o assunto, afinal, o que é manifestar? Como aprimorar e existir sendo você alinhado com a frequência do que quer?

Como posso manifestar uma nova realidade?

Primeiro: Determine o que você quer. A importância de elaborar adequadamente e de forma precisa o que almeja, saber conceituar o que você quer é o primeiro passo. Cuidado, pois algumas pessoas estão centradas nas insatisfações e as mantém como foco da sua vida, somente falam das coisas que não querem: da doença, da escassez, dos defeitos e, assim, nunca vivem de acordo com o que querem, impossibilitando manifestar os seus desejos e sonhos. Seja um bom formulador de objetivo, esse é o primeiro passo.

Segundo: Perceba se está alinhado. Qual é o seu sentimento quando fala e visualiza sua manifestação? Ao falar do que quer, perceba o que incomoda, se você não consegue ver tendo ou vivendo como quer, se algo não é bom para você, quando fala ou pensa no que quer. Sente que não é verdadeiro, que é difícil e complicado ou um fato comum, nesse ponto, é a disparidade do que quer com o que é hoje, preocupar-se com o externo, tais como: crise, os outros, etc., tudo isso impede o seu propósito. Tenha a certeza de que possui resistências, bloqueios ou crenças limitantes.

Terceiro: Detectadas as crenças que emperram a realização da sua manifestação, é hora de limpar o lixo que carrega dentro de si, o que é essencial para implementar os seus objetivos. De suma importância é aprofundar essa limpeza, extraindo crenças maléficas arraigadas no seu íntimo, que hoje bloqueiam e impedem o seu desenvolvimento pessoal. Preste atenção, caso não consiga, busque bons profissionais para auxiliar no processo.

Quarto: Mantenha sua fala e atitude de acordo com a sua manifestação, se você quer algo e fala que nunca vai ter ou se fica sentado e esperando cair a oportunidade mágica no colo, isso não vai acontecer. Palavras e ações geram resultados. A atitude é fundamental, manter o restante em consenso com o seu objetivo é acreditar nos seus talentos, agilizando os resultados.

Quinto: Perceba que, quando está alinhado, você vai escalando os degraus até a sua manifestação, aproveite o passeio. Divirta-se e curta o trajeto, para alcançar o que quer, corte as reclamações, elimine as resistências, solte os bloqueios e assuma você, seja autêntico em ser você.

Sexto: Viva para você, não é possível ter realização vivendo o sonho do outro, protelar sua aspiração e evadir o seu propósito é passível de ferimentos profundos na alma. Olhe o outro, sim, mas manter a sua integridade dá forças para disseminar o bem-estar em ser você com amor.

Quem vive em desacordo com o que quer sente que os seus sonhos foram roubados, deixa de nutrir os desejos, oculta a sua alma e cala o seu coração, na maioria das vezes, acredita que possui tempo, mas é o inconsciente que o possui.

O homem sem sonhos está em decadência, pois deixou de acreditar em si e de exercitar as suas potencialidades.

A sensação de quem concretiza os seus sonhos é a de liberdade em sua plenitude, sair da caverna é alçar os seus voos em consonância com as suas asas, em harmonia com as suas forças, desperto do seu interior e olhando adiante, com a certeza de que deu tudo de si.

Convido você, formalmente, a manifestar uma nova realidade, cocriando o que quer! Possibilite um novo caminho ou um novo começo, viva de acordo com você, seja autêntico, flua com liberdade e permita a expansão da sua luz interior.

 

Sobre o autor

Milena Paula

Milena Paula

Sou Milena Paula, transformo a vida e os ambientes das pessoas cuidando de suas energias, trabalho com Terapia Complementar, especificamente com as técnicas de ThetaHealing, Barras de Acesso da Consciência, Reiki, Mandalas Radiônicas, Radiônica, Radiestesia, Feng Shui, Geobiologia, Geo Acupuntura e Rede Hartmann, realizo atendimentos, palestras e limpeza de ambientes (empresas e residências), sou advogada de formação e leitora voraz.Percebia que tinha uma grande sensibilidade, mas devido aos preconceitos de como deve atuar quem possui intuição aflorada, não a utilizava, até que o dia foi escurecendo e de repente virou noite profunda, precisava realizar mudanças. Levantei, conheci diversas técnicas, ao procurar o autoconhecimento percebi que podia estudá-las para cuidar de mim, fiz cursos, retiros, participei de palestras e comecei a colocar em prática tudo que vi e aprendi. Hoje atendo em Campinas e Paulínia, cidades do interior de São Paulo, dou dicas de bem estar na TS Rádio e adoro acordar para exercer este ofício sempre com muito amor e respeito ao próximo, sem julgamento. Continuo estudando e investindo em técnicas de auto conhecimento.

Email: [email protected]
Youtube: Milena Paula Terapia Complementar