Espiritualidade Mantras

Mantra Tara Verde: Om Tare Tuttare Ture Svaha

Estátuas de buda
Jili / Getty Images / Canva
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Om são as imensuráveis qualidades dos corpo, da fala e da mente de seres iluminados.

Tare é aquela que liberta.
Tuttare elimina todos os medos.
Ture concede todo o sucesso.
Svaha por si mesmo significa: “Possam as bênçãos de Tara que estão contidas no mantra om tare tuttare ture se enraizarem nos nossos corações.”

Em tibetano, Tara é conhecido como Drolma, a salvadora, sendo a manifestação da energia feminina da mente iluminada: a sabedoria. Ou seja, é a sabedoria iluminada, flexível e prática. É a energia rápida, presente no momento. Além de ser a libertação do medo e de tudo!

Oṃ Tāre Tuttāre Ture Svāhā

Conhecido como Tara Verde, quando praticado esse mantra ajuda a superar o medo e a ansiedade, e quem é devoto de Tara acredita que o mantra pode conceder desejos, eliminar os sofrimentos e trazer todo tipo de felicidade.

Desenho de Tara Verde no templo budista
Wikicommons / Sailko / Art of Himalaya in the Cleveland Museum of Art

Tara verde é a energia feminina da intuição e criação. Quando desenvolvemos essa energia dentro de nós podemos ter mais vitalidade e disposição para conseguir realizar projetos de vida. A Tara elimina os obstáculos mentais criados pelo medo, assim, sua energia nos ajuda a coloca as ideias em prática.

Uma ideia que não é colocada em prática é apenas um pensamento, quando colocamos em prática, conseguimos dar vida e energia aos pensamentos. Assim, recitar o mantra nos ajuda a eliminar os obstáculos internos como medo e ressentimento, trazendo paz, fé e coragem.

Ao ser chamado, a deusa Tara instantaneamente nos salva de oito calamidades específicas. Dalai Lama lista estas oito calamidades e as interpreta como representantes correspondentes aos defeitos, falhas ou obscuridades:

  1. Os leões e o orgulho
  2. Elefantes selvagens e delírios
  3. Os incêndios florestais e o ódio
  4. Cobras e inveja
  5. Ladrões e opiniões fanáticas
  6. Prisões e avareza
  7. Inundações e luxúria
  8. Demônios e dúvidas

Significado do mantra Tara Verde

Tara Verde é o nome de uma das deusas mais conhecidas do budismo. Ela é uma divindade que representa a compaixão universal, a iluminação e as ações virtuosas, ou seja, é um símbolo de bondade e de gentileza.

Além disso, a palavra “tara” significa “libertadora”. Nesse sentido, essa deusa é capaz de libertar uma pessoa de medos, de perigos e de sentimentos negativos, tais como o ciúme, a insegurança, o orgulho, o ódio, a teimosia, entre outros.

Homem meditando
ipopba / Getty Images Pro / Canva

A partir desse significado, então, o mantra Tara Verde é capaz de estimular tranquilidade e segurança. Isso ocorre tanto por fazer menção à deusa quanto por apresentar a cor verde, um símbolo de vitalidade para os budistas.

Ou seja, o mantra Tara Verde é ideal para combater o medo que sentimos daquilo que não podemos controlar e para afastar as inseguranças que podem tomar conta de nós. Tendo esses poderes em mente, basta compreender quais são as sílabas que o representam e o que cada uma delas simboliza.

Você também pode gostar

“Om tare tuttare ture soha” são as sílabas do mantra Tara Verde. Cada uma delas carrega uma energia distinta. “Om”, por exemplo, apresenta a relação entre corpo, mente e a divindade universal.

Depois, “tare” estimula a libertação dos sofrimentos de uma pessoa. Em seguida, “tuttare” indica a proteção contra os perigos internos e externos. “Ture” é uma palavra que gera paz e garante a saúde física. Finalmente, “soha” é responsável por fortalecer a proteção a longo prazo depois de repetir o mantra.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para colunistas@eusemfronteiras.com.br