Medicina Integral Saúde Integral

Nutrição para a alma

Mulher sentada em pedra numa praia, com os braços abertos, olhando para o pôr do sol.
Cintia Ski Pelissari

Estimados leitores! Saudações de paz! Feliz e auspicioso novo ano!
Neste mês de janeiro é comemorado o Dia Internacional da Medicina Integrativa e queremos compartilhar com vocês um pouco do conhecimento sobre as possibilidades terapêuticas integrativas.

Afinal, quanto mais informações tivermos, mais seremos capazes de entender que somos autores e responsáveis pela nossa saúde física e mental.

Particularmente acredito que tudo está conectado: o que pensamos, o que comemos, o ar que respiramos, os produtos que entram em contato com nosso corpo (cremes, perfumes, xampus); tudo se conecta e se relaciona de inúmeras maneiras diferentes. Além, é claro, dos fatores culturais, sociais, familiares de nosso dia a dia.

Mulher com os braços abertos, com a cabeça inclinada para trás, e os olhos fechados. Ela pisa em fios de luz.

São variáveis incontáveis e somos seres únicos com experiências diferentes. Um mínimo detalhe torna cada história particular.

É nessa particularidade que a medicina integrativa ganha espaço para nos ajudar na gestão da saúde, pois são ações que visam cuidar do bem-estar físico, mental, cultural e social das pessoas. É uma visão ampliada do cuidado; um relacionamento entre paciente e terapeuta pautado na responsabilidade de que cada indivíduo é responsável pelo seu bem-estar, praticando o autocuidado.

Existem várias pesquisas científicas que demonstram a capacidade inata de recuperação do organismo. Precisamos apenas oferecer as condições adequadas ao nosso corpo para que ele consiga se reorganizar.

Você também pode gostar

E dentre as várias terapias oferecidas neste contexto gostaria de compartilhar os benefícios da meditação e do Reiki. Técnicas que utilizo e que me ajudam na manutenção do bem-estar.

A meditação oferece a pausa e o encontro com o silêncio. Reforça minha conexão com Deus. A prática da meditação me ajuda a perceber quando perdi o equilíbrio, me ajuda a identificar algo a que preciso dar mais atenção e amor.

O Reiki é uma técnica de equilíbrio energético que tem como objetivo desbloquear e ativar chakras e meridianos. Alertando sempre que a técnica não substitui tratamentos convencionais, é um tratamento complementar.

Lembrando que não existem mágicas e fórmulas perfeitas e não devemos ansiar por perfeição. As dores e as angústias fazem parte do caminhar; são necessárias para nosso desenvolvimento. As dores e as doenças poderão existir em nossa vida.

O que aprendo considerando essas práticas é que minha vida tem qualidade e amor, apesar das dificuldades que se apresentam pelo caminho.

Quando acho que não darei conta de passar por alguma adversidade ou dor física, as práticas integrativas oferecem o suporte necessário para que eu consiga me equilibrar mais rapidamente. É como se as feridas cicatrizassem mais rápido.

Mulher sentada de olhos fechados, recebendo reiki de outra mulher, essa última com as mãos ao redor da cabeça da que está sentada.

Ainda temos muito para aprender. É necessário se perceber, se conhecer para identificar quais técnicas poderão ajudar e principalmente quais profissionais estão aptos a oferecer os cuidados integrativos. Todo o processo é gradativo e diário. Autocuidado requer disciplina e atenção constantes. Sempre com leveza, amor e autocompaixão.

Que neste novo ano a gente consiga se nutrir de amor, fé e silêncio para nos encontrarmos em paz e oferecermos a paz ao mundo! Namastê.

Sobre o autor

Cintia Ski Pelissari

Cintia Ski Pelissari

Reikiana e praticante de meditação há mais de dez anos, idealizadora do Projeto Pessoas Possíveis – Práticas de Bem-Estar, ministra cursos sobre autoconhecimento por meio de atividades de escrita e contação de histórias.

Facilitadora da divulgação da mensagem de gratidão de Brother Steindl-Rast por meio do site viveragradecidos.org

Grata pelas inúmeras oportunidades amorosas que a vida me oferece diariamente para compartilhar meu amor fraterno.

Contatos:

Email: [email protected]
Site: viveragradecidos.org
Instagram: @cintiaspelissari