Espiritualidade

O que é a depressão, segundo o budismo

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Segundo o budismo, todos nós somos seres de energia, tanto positiva como negativa. Todos os nossos pensamentos, palavras e ações baseiam-se em energia. Nossa intuição e nossas intenções são resultados de acúmulos de pura energia. Cabe a nós conduzirmos essa fonte inesgotável de poder que temos em nossa vida para o bem ou para o mal.

Quando estamos em estados de euforia, alegria e muita felicidade, significa que o resultado de várias ações, palavras e pensamentos resultaram numa quantidade grande de energia em que “explodiu” para si e para o restante das pessoas ao redor, contagiando a todos com energias positivas e alegria. Quando oramos, acumulamos energia positiva para a mudança necessária em nossa vida e isso reflete em nosso ambiente.

O mesmo acontece com a depressão, por exemplo. A depressão, além de ser uma doença e conhecida atualmente como o mal do século, trata-se de um resultado de energias negativas que “implodiram” na vida da pessoa. Normalmente, os sintomas da depressão são vários, dentre eles estão a ansiedade, o desânimo, a falta ou excesso de apetite, etc. Essas ações nada mais são do que resultados de energias acumuladas não tão boas assim, uma vez que a nossa mente que é a porta para a entrada e saída de energias, o acúmulo delas resulta em doenças também. Cabe a pessoa discernir e “filtrar” as suas energias de acordo com o modo que vive.

Chögyam Trungpa, mestre do budismo tibetano, em seu livro intitulado “O Rugido do Leão” disse certa vez:

“A depressão é uma das energias mais poderosas e uma das energias mais comuns que temos. É uma energia. A depressão é como um tanque de oxigênio que quer explodir, mas ainda está engarrafado. É um fantástico banco de energias, muito mais do que a agressão ou a paixão que são um tipo de desenvolvimento e que depois é manifestado. Elas são, de algum modo, frívolas, enquanto a depressão é a mais digna energia de todas.”.

Conforme falado acima, a depressão trata-se então de uma energia que está dentro do indivíduo, só que nebulosa, em que nada faz sentido na mente e no coração da pessoa que sofre com a depressão.

Em termos simples, como superar a depressão?

Sabemos que existem resoluções através de tratamento médico e é totalmente recomendável que o indivíduo que está passando por esse obstáculo o faça, e para ajudar – afinal toda ajuda verdadeira é sempre bem-vinda – a pessoa pode orar, começando a trabalhar a sua mente para que ela queira vencer essa questão. Aos poucos ela vai vencendo e derrubando as barreiras da negatividade e da energia acumulada em sua vida. Sabemos que se leva tempo, e o budismo e seus mantras são o remédio espiritual para a resolução dessa questão!

Além disso, com o tempo, é possível reorganizar e filtrar essa energia para resultados positivos, lembrando que o primeiro passo é acreditar, seguido do querer e assim por diante. Luz!


  • Texto escrito por Bruno da Silva Melo da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]